Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322339
Type: TESE DIGITAL
Title: Método para seleção automática de espectros de interesse em espectroscopia multi-voxel por ressonância magnética
Title Alternative: Method for automatic selection of spectra of interest in multi-voxel magnetic resonance spectroscopy
Author: Pereira, Danilo Rodrigues, 1984-
Advisor: Rittner, Leticia, 1972-
Abstract: Resumo: A espectroscopia por ressonância magnética (MRS), apesar de ser uma técnica recente, vem sendo bastante utilizada para estudar alterações metabólicas em tumores cerebrais e outras doenças do cérebro em geral. Porém ainda não existem métodos que explorem bem as informações contidas na região da imagem de ressonância magnética de onde o conjunto de espectros foi adquirido. Conhecer essas informações é importante, pois permite que a quantificação dos metabólitos seja mais precisa. O presente trabalho tem como objetivo apresentar um método capaz de analisar a região da imagem de ressonância magnética de onde foi coletado o conjunto de espectros, identificando os tipos de tecidos: substância branca (WM - White matter), substância cinzenta (GM - Gray matter) e fluido cerebroespinal (CSF - Cerebrospinal fluid) e/ou estrutura cerebral (hipocampo, corpo caloso, etc.), nela contidos e, posteriormente, possibilitar a seleção de um subconjunto de espectros de interesse. Essa abordagem torna possível analisar melhor os dados adquiridos através da técnica de MRSI, agrupando espectros provenientes de regiões semelhantes, como tecidos (GM, WM e CSF) ou estruturas (estruturas cerebrais, tumores ou lesões). A partir deste agrupamento é possível criar subconjuntos de espectros de interesse e realizar a quantificação dos metabólitos em cada um dos espectros isoladamente ou todos os espectros do subconjunto

Abstract: Magnetic Resonance Spectroscopy (MRS) although a recent technique, has been widely used to study metabolic changes in brain tumors and other diseases of the brain in general. Currently there are no good methods that exploit the information contained in the region of the magnetic resonance image, from where the set of spectra was acquired. This information is important to allow a more accurate quantification of metabolites. This study aims to present a method to analyze the region of the magnetic resonance image from where the set of spectra was collected, identifying the types of tissue (white matter, gray matter and cerebrospinal fluid) and/or brain structure (hippocampus, corpus callosum, etc.) contained, and consequently allowing the selection of a set of the spectra of interest. This approach makes it possible to better analyze the data acquired through the MRSI, grouping spectra from similar regions, such as tissues (GM, WM and CSF) or structures (brain structures, tumors or lesions). From this grouping it is possible to create subsets of spectra of interest and execute the quantification of the metabolites in each spectrum alone or in all the spectra of the subset
Subject: Espectroscopia de prótons por ressonância magnética
Espectroscopia de ressonância magnética nuclear
Imagem por ressônancia magnética
Python (Linguagem de programação de computador)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FEEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_DaniloRodrigues_M.pdf6.96 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.