Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/32220
Type: Artigo de periódico
Title: Caracterização química, reológica e aceitação sensorial do queijo petit suisse brasileiro
Title Alternative: Chemical composition, water holding capacity, rheological properties and sensory acceptability of Brazilian commercial petit suisse cheeses
Author: VEIGA, P. G.
CUNHA, R. L.
VIOTTO, W. H.
PETENATE, A. J.
Abstract: The chemical composition, water holding capacity, rheological properties and sensory acceptability of six commercial brands of Brazilian petit suisse cheeses collected from local markets, where analyzed after 20 days of storage at temperatures between 8 and 12°C. The commercial products differed mainly with respect to the type of hydrocolloid added and protein/fat ratio. Product B showed more than two times the water holding capacity as compared to the other samples presenting an intermediate protein/fat ratio and whey protein concentrate and pectin added. The highest apparent viscosity, complex viscosity, G&#146; and G&#146;&#146; where presented by product E which also showed the highest protein/fat ratio, suggesting that there was a good correlation between these rheological parameters and protein/fat ratio. The protein/fat ratio significantly influenced (p<0,05) G&#146;, G&#146;&#146; and the complex viscosity, showing the impact of product composition on the petit suisse cheese structure and elasticity. All the samples showed viscoelastic behavior but G&#146; was higher than G&#146;&#146; for all studied frequencies, The G&#146;/G&#146;&#146; ratio was between 3 and 4, characteristic of weak gel for this type of cheese. Sensory scores for taste, global appearance, texture and global terms where significantly different among the samples. Products E and F received the highest acceptability scores and the product B, the lowest. Product A received the highest acceptability scores for taste and texture, but also presented the lowest acceptance in global appearance, due to its high syneresis. In general, the samples were well accepted by adult consumers indicating a good potential in this segment to be explored by national processors of petit suisse cheese.
Seis amostras comerciais de queijo petit suisse foram coletadas em supermercados da cidade de Campinas e analisadas quanto à composição química, capacidade de retenção de água, propriedades reológicas e aceitação sensorial. Os produtos comerciais diferiram especialmente em relação ao tipo de hidrocolóide adicionado e na relação proteína/gordura. O produto B apresentou uma capacidade de retenção de água maior que o dobro da apresentada pelas demais amostras. Este produto apresentou uma relação proteína/gordura intermediária e continha os hidrocolóides concentrado protéico de soro (CPS) e pectina. A amostra E apresentou os maiores valores de viscosidade aparente (etaa), viscosidade complexa (eta*), módulo de armazenamento (G&#146;), módulo de dissipação (G&#146;&#146;) e também apresentou a maior relação proteína/gordura, sugerindo haver boa correlação entre a razão proteína/gordura e os parâmetros reológicos. A relação proteína/gordura influenciou significativamente os valores G&#146;, G&#146;&#146; e eta*, confirmando a influência da composição do produto na estrutura e na elasticidade do queijo petit suisse. Todas as amostras mostraram comportamento viscoelástico, sendo que G&#146; (o caráter elástico) foi maior que G&#146;&#146; (o caráter viscoso), em todas as freqüências estudadas. Todas as amostras apresentaram características de gel fraco com a relação G&#146;/G&#146;&#146; entre 3 e 4. Houve diferença significativa (p<0,05) entre as amostras quanto aos atributos sensoriais aparência global e sabor. Em geral, os produtos apresentaram aceitação variando entre gostei ligeiramente e gostei muito. A única rejeição foi atribuída ao produto A, provavelmente devido à elevada sinerese apresentada. Em geral, as amostras E e F receberam a melhor aceitação sensorial e a amostra B, a aceitação mais baixa. A alta aceitação de alguns dos produtos analisados indica um bom potencial de consumo por adultos, que pode ser explorado pelos fabricantes de queijo petit suisse nacional.
Subject: queijo petit suisse
aceitação sensorial
viscoelasticidade
petit suisse cheese
sensory acceptability
viscoelasticity
Editor: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/S0101-20612000000300012
Address: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612000000300012
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612000000300012
Date Issue: 1-Dec-2000
Appears in Collections:Artigos e Materiais de Revistas Científicas - Unicamp

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.