Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322144
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo de visualização de calcificações em tecidos moles no terço inferior da face e região cervical em imagens de TCFC = Visualization study of soft tissues calcifications in the lower third of the face and neck region in CBCT
Title Alternative: Visualization study of soft tissues calcifications in the lower third of the face and neck region in CBCT
Author: Nascimento, Tiago de Barros de Melo e Silva, 1981-
Advisor: Boscolo, Frab Norberto, 1942-
Abstract: Resumo: Com a finalidade de avaliar a observação de calcificações em tecidos moles no terço inferior da face e região cervical por 3 radiologistas odontológicos, foi utilizada uma amostra de 213 exames de TCFC de pacientes dos sexos masculino e feminino com média de idade de 50.1 anos para homens e 50.4 anos para mulheres. As imagens foram obtidas no i-CAT® Classic (Imaging Sciences, Hatfield, PA, EUA) com FOV de 13cm x 22cm e 0.25 voxel (n=199) e 16cm x 22cm e 0.3voxel (n=14). As imagens foram analisadas no software do próprio equipamento por três doutores em radiologia odontológica. A possibilidade de visualização da quarta vértebra cervical no limite inferior do FOV foi utilizada como critério de inclusão. Para cada tipo de calcificação o avaliador classificou-a e determinou sua localização em ambos os lados, direita ou esquerda. Foi estabelecido previamente um padrão de referência utilizado para avaliar a frequência de cada calcificação e a concordância dos examinadores com este padrão. Encontrou-se uma frequência destas calcificações em 69.5% da amostra, distribuídas entre calcificação na cadeia estilohióideia (28,1%), tonsilólitos (26,3%), no corno superior da cartilagem tireóide (24,3%), na cartilagem tritícea (18,3%), na artéria carótida externa (9,8%) e sialólito (1,4%). A concordância dos avaliadores com o padrão de referência variou de nula (Kappa=0) para a avaliação de sialólitos para um dos avaliadores, a substancial (Kappa=0,78) para a avaliação de tonsilólitos. Quando avaliados os coeficientes Kappa para a presença de calcificação na artéria carótida, estes foram classificados como considerável (K=0.38), moderada (K=0.52) e substancial (K=0.64) respectivamente pelos avaliadores 1, 2 e 3. Estes e outros resultados de concordância sugerem uma discrepância entre o uso frequente da TCFC e o conhecimento dos profissionais que a interpretam e tornam necessários mais estudos de concordância e acurácia dos avaliadores na visualização das calcificações em tecidos moles da face vistos em volumes de TCFC

Abstract: In order to assess the observation of calcifications in soft tissues in the lower third of the face and neck by three dental radiologists, was used a sample of 213 CBCT examinations of male and female with a mean age of 50.1 years for men and 50.4 years for women. The images were obtained in the i-CAT Classic (Imaging Sciences, Hatfield, PA, USA) with FOV of 13 cmX22 cm and 0.25 voxel (n=199) and 16 cms X 22 cms and 0,3 voxel (n=14). The images were analyzed in the native software by three doctors in dental radiology. Viewing possibility of the fourth cervical vertebral in the lower limit of FOV was used as an inclusion criterion. For each type of calcification the evaluator classified it and determined its location on both sides, right or left. It was previously established a benchmark used to evaluate to frequency of each calcification and the agreement of the examiners with the reference standard. Was found a frequency of those calcifications in 69,5% of the sample distributed between calcification in the stiloyd chain (28,1%) tonsilloliths (26,3%), the upper horn of the thyroid cartilage (24,3%) in the triticeous cartilage (18,3%), in the external carotid artery (9,8%) and sialolyth (1,4%). The agreement with the benchmark ranged from zero (Kappa=0) for the evaluation of sialolyths to one of the evaluators, to substantial (Kappa= 0.78) for the evaluation of the tonsilloliths. When evaluated Kappa coefficients for the presence of calcification of the carotid artery they were classified as large (K=0.38), moderate (K= 0,52) and substantial (K= 0,64) respectively by evaluators 1, 2, and 3.These and other agreement coefficients suggests a discrepancy between the frequent use of CBCT and knowledge of professionals who interpret and make necessary more studies of agreement and accuracy of evaluators in the visualization of calcifications in the soft tissues of the face seen in volumes of CBCT
Subject: Tomografia computadorizada de feixe cônico
Calcificação vascular
Diagnóstico
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_TiagodeBarrosdeMeloeSilva_M.pdf5.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.