Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322139
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Análise mecânica comparativa da estabilidade primária de diferentes desenhos de implantes dentários : estudo in vitro
Title Alternative: Mechanical comparative analysis of primary stability of different dental implants with different macrogeometry : in vitro study
Author: Cáceres Barreno, Andrés Humberto, 1986-
Advisor: Asprino, Luciana, 1974-
Abstract: Resumo: No presente estudo, buscou-se avaliar mecanicamente, por meio da análise do torque final de inserção, o efeito do desenho dos implantes e das roscas, variando-se entre: corpo cônico com dupla rosca (Alvim®), corpo cilíndrico e dupla rosca (Titamax Ex®) e corpo cônico com roscas duplas e progressivas (Drive®) na estabilidade primária dos implantes. Além de avaliar comparativamente a concordância de três métodos de aferição de estabilidade primária e a correlação entre valores de torque final de inserção obtidos entre os grupos com os valores do coeficiente de estabilidade primária (ISQ) obtidos pela análise de frequência de ressonância. Para isto foram utilizados 24 implantes de 3,5 mm x 13 mm da marca comercial Neodent® com conexão protética tipo Cone morse e apresentando três tipos de macrogeometria diferente, sendo divididos em três grupos de oito implantes cada um. Os implantes foram inseridos em um bloco de poliuretano com o contra ângulo redutor de velocidade 20:1 acoplado ao motor iChiropro®. A aferição de estabilidade primária foi realizada por três instrumentos (motor cirúrgico iChiropro®, o torquimetro manual Neodent® e o torquimetro digital µTorx Sparta®) a análise de frequência de ressonância dos implantes foi mensurada utilizando o aparelho Ostell®. A análise dos dados (ANOVA e Tukey) revelou que os valores de torque final de inserção foram maiores para o implante Drive seguido pelo Alvim e Titamax (p<0.05). A análise dos dados (ANOVA e Tukey) revelou que o implante Drive apresentou menor coeficiente de estabilidade quando comparado aos implantes Titamax (p=0.0003) e Alvim (p=0.0082). Entretanto, os implantes Titamax e Alvim não apresentaram diferenças estatisticamente significantes (p=0.3636) entre si. O teste de correlação de Pearson (rP) revelou que não houve correlação entre o torque final de inserção e o Coeficiente de estabilidade do implante para os implantes Alvim (rS=0.28, p=0.51), Drive (rS=0.63, p=0.097) e nem para o Titamax (rS=0.43, p=0.29), indicando a independência entre as duas variáveis. A análise de correlação intraclasse revelou que houve replicabilidade satisfatória entre os três métodos, sendo que o torquímetro digital µTorx Sparta® apresentou melhor correlação com ambos catraca e iChiropro®.De acordo com a metodologia aplicada neste estudo a análise da estabilidade primária pelo valor do torque final de inserção dos implantes demonstrou: Que o desenho do implante de corpo cônico com roscas duplas progressivas apresentou maior estabilidade do que o implante cilíndrico e cônico com roscas duplas simples; Que houve correlação entre os métodos de aferição de estabilidade primária utilizados (motor cirúrgico iChiropro®, torquimetro cirúrgico manual Neodent® e o torquímetro digital µTorx Sparta® ), demonstrando a confiabilidade destes métodos; Não houve correlação dos valores de torque final de inserção obtidos entre os grupos com os valores do coeficiente de EP (ISQ) obtidos pela AFR

Abstract: The dental implant design has been modified over the years, focusing on improving primary stabiliti, but it does not exist a gold standard method for measuring. The aim of the present study was to evaluate the influence of the dental implant macrogeometry on final insertion torque values obtained by three different devices(surgical motor IChiropro®, manual toquimeter Neodent® and digital torquimeter µTorx Sparta®). Also, the accuracy of the final insertion torque values were compared and was tried to find a correlation between the final torque insertion values and implant stability quotients (ISQ), obtained by the resonance frequency analysis. 24 Cone Morse dental implants (Neodent®,Ø 3,5 x 13 mm) with three different types of macrogeometry were divided in three groups. The implants were inserted in polyurethane foam block. The final insertion torque values were compared and the implant stability quotient were registered using the Ostell® device. The final insertion torque values were higher for the Drive® implant followed by Alvim® and Titamax® (p <0.05). Considering the implant stability quotient, the Drive® implant showed lower stability quotient when compared to implants Titamax® (p = 0.0003) and Alvim® (p = 0.0082). However, Titamax® and Alvim® implants showed no statistically significant differences (p = 0.3636) among themselves. There was no correlation between the final insertion torque and implant stability quotient. The final insertion torque showed that the Drive® implant had higher primary stability and it was not found a correlation between final insertion torque value and primary stability quotient
Subject: Osseointegração
Torque
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
CaceresBarreno_AndresHumberto_M.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.