Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322050
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Compreensão auditiva extensiva na percepção de alunos de Inglês : um estudo Q
Title Alternative: Extensive listening in the perception of English students : a Q study
Author: Hubner, Itaniel Cláudio, 1967-
Advisor: El-Dash, Linda Gentry, 1946-
Dash, Linda Gentry El
Abstract: Resumo: A compreensão auditiva extensiva (CAE) surgiu nos últimos anos como uma alternativa para o ensino da compreensão auditiva (CA), e tem por objetivo aumentar o contato auditivo do aprendiz de um idioma com a língua alvo. A CAE foi idealizada a partir de estudos sobre a leitura extensiva (LE) e por isso mantém uma estreita relação com os pressupostos teóricos desta habilidade, uma vez que seu arcabouço teórico ainda está em desenvolvimento. Por ser um campo de investigação recente, e quase que totalmente desconhecido no ensino/aprendizagem de língua estrangeira (L2), as pesquisas nessa área se assemelham aos manuais de instrução, pois tentam mostrar passo a passo um programa da CAE. Por apresentar esta perspectiva, foi que se lançou em uma reflexão acerca do ponto de vista de alunos de inglês, para melhor compreender o que pensavam sobre o ensino da CAE, dos áudios utilizados dentro e fora de sala de aula, e da importância dessas atividades para o desenvolvimento da CA. Ao compreender o que os alunos pensavam, buscou-se uma visão mais aprofundada dos processos que envolvem o ensino/aprendizagem da CA, a fim de torná-los mais visíveis e eficientes. Para alcançar esses objetivos a metodologia usada se preocupou em minimizar a influência do pesquisador e maximizar a oportunidade de explorar pontos de vista sobre a CAE. Este estudo, através da metodologia Q, proporcionou as condições necessárias para esclarecer as opiniões dos participantes sobre a CAE de forma construtiva sem violar sua privacidade. Ao agrupar os participantes com pontos de vista semelhantes, a metodologia Q deu mais força à voz desses alunos para expressarem o que pensavam sobre a forma de aprender e ensinar a CA. Três fatores/perfiz emergiram desse estudo e junto com eles surgiram uma série de diferenças e semelhanças na forma dos alunos pensarem sobre a CAE. O fator/ perfil 1 demonstrou foco maior no processo de aprendizagem, enquanto que fator/ perfil 2 teve um foco maior na comunicação, já o fator/perfil 3 revelou as várias dificuldades de aprendizagem. A maneira como a CAE é vista e a lógica por trás de cada uma destas percepções me fez ponderar sobre como melhorar o ensino/aprendizagem da CA a partir da perspectiva do aluno. Balizados nesses resultados concluiu-se, entre outras características, que dois pontos foram decisivos para determinar o nível de correlação entre os fatores: a motivação para estudar inglês e a tradução habitual. Os resultados também mostraram a influência positiva da combinação da CAE e da LE no desenvolvimento das estratégias metacognitivas de autoavaliação e monitoração, sem a necessidade de ensiná-las diretamente (fatores/perfiz 1 e 2). Os participantes desse estudo também foram favoráveis à rotina de repetir áudios longos para o desenvolvimento da CA. A prática da CAE também levou esses aprendizes a superar a ansiedade. Por outro lado, percebeu-se o impacto negativo da prática da tradução habitual na aquisição da CA (fator/perfil 3), levando os alunos a dependerem do texto escrito para poderem compreender a língua falada

Abstract: Extensive listening (EL) has emerged in recent years as an alternative to teaching listening, and its main objective is to increase the learner aural contact with the target language. EL was conceived from studies of extensive reading (ER), and therefore, it keeps a close relationship with the ER theoretical assumptions once its own theoretical framework is still under development. Being a recent research field and almost entirely unknown in the process of teaching/learning a foreign language, the articles written in this area resemble instruction manuals as they try to show step by step of an EL program. Concerned about this issue, was decided to investigate the views of students to better understand of what they think about EL, about the listening activities used in and out of the classroom, and about the importance of these activities for the development of their aural ability. By understanding what students think, it was tried to have further insight into the processes involving the EL teaching/learning in order to make them more visible and efficient. To achieve these goals was sought a methodology that minimized the influence of the researcher and maximized the opportunity to explore the students¿ points of view on EL activities. This study, using Q methodology, provided the right conditions to clarify the views of the participants on EL constructively without violating their privacy. By grouping participants with similar views, Q methodology gave more power to the voice of these students to express what they thought about learning and teaching listening. Three factors emerged from this study and with them came a number of differences and similarities about what students¿ think of EL. Factor 1 demonstrated greater focus on the learning process, while factor 2 had a greater focus on communication, but factor 3 revealed many learning difficulties. The way EL is seen and the logic behind each of these perceptions made me reflect on how to improve the teaching and learning of listening from the students¿ perspective. Based on these results was concluded, among other characteristics, that two points were decisive in determining the level of correlation between the factors: motivation to study and the habitual translation. The results also showed the positive influence of the combination of EL and ER for the development of metacognitive strategies of self-evaluation and monitoring without directly teaching them (factors 1 and 2). The participants of this study also approved the routine of repeating long audios for the development of their listening. The contact with the EL also helped these participants overcome anxiety. On the other hand, it was realized the negative impact of the habitual translation in the listening development (factor 3), and as result, its participants created a dependency of the written text in order to understand spoken language
Subject: Compreensão auditiva
Metodologia Q
Estratégias
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hubner_ItanielClaudio_M.pdf2.82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.