Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322014
Type: TESE DIGITAL
Title: Determinantes definidos : um estudo sobre a estrutura dos DPs na história do português
Title Alternative: Definite determiners : a study about DPs structure in the history of Portuguese
Author: Macedo-Costa, Tatiane, 1986-
Advisor: Galves, Charlotte, 1950-
Abstract: Resumo: Baseado no arcabouço teórico da Gramática Gerativa, mais especificamente, na Teoria de Princípios e Parâmetros (cf. CHOMSKY (1986) e trabalhos seguintes), esta pesquisa busca investigar diacronicamente os artigos definidos nas gramáticas do português clássico, europeu e brasileiro, por meio da descrição dos aspectos estruturais, semânticos e distribucionais dos sintagmas nominais definidos. Objetiva-se, mais especificamente, (i) descrever a variabilidade de uso dos artigos nas gramáticas do português, (ii) analisar as possíveis relações entre a ocorrência dos artigos e a função sintática do sintagma nominal e (iii) identificar possíveis diferenças de leituras associadas à presença do artigo nas diversas gramáticas sob investigação. Para contemplar esses objetivos, investiga-se o uso de artigos definidos junto aos nomes próprios, aos pronomes possessivos e aos nomes inalienáveis. A motivação para a escolha desses contextos tem fundamentação no fato de que nomes próprios, pronomes possessivos e nomes inalienáveis são considerados como capazes de veicular definitude, levantando a questão sobre qual seria o papel do artigo definido quando co-ocorre com esses elementos. O corpus que fundamenta este estudo é composto por dezesseis textos sintaticamente anotados disponíveis no Corpus Tycho Brahe (séculos XVI a XIX) e por artigos jornalísticos publicados no estado da Bahia entre meados do século XIX e meados do século XX. Os resultados obtidos mostram uma ampliação gradual na ocorrência de artigo com os nomes próprios e com os nomes inalienáveis entre o português clássico e o português europeu moderno, cuja distribuição sofre influência do tipo de nome e do gênero textual. Com os pronomes possessivos, há uma mudança detectada já no século XVII, que se estabiliza no século XVIII, e é fruto de um período de competição de gramáticas (cf. KROCH (1989), (2001)), correlacionada à forma homófona do pronome possessivo masculino. Nos dados do português brasileiro, foi encontrada variação com uso de artigos diante dos nomes próprios e dos nomes inalienáveis em todos os períodos estudados, sendo o último contexto o que mais favorece a aplicação do artigo ao longo do tempo. Esses dados revelaram ainda uma oscilação no século XIX quanto à incidência de artigo com pronomes possessivos, resultado que se assemelha ao encontrado na análise de outros fenômenos nesse mesmo período (cf. CARNEIRO & GALVES (2010)). Dessa maneira, a aplicação diferenciada do artigo nos contextos estudados nos leva a assumir que, pelo menos, até o século XIX e início do século XX, esse elemento não é expletivo em português, como alguns estudos sugerem (cf. CASTRO (2006), MAGALHÃES (2011)). Por fim, os resultados encontrados não nos permitiram chegar a maiores conclusões sobre a estrutura do sintagma nominal, mas revelaram que, quando o artigo é apagado, é possível encontrar uma ordem mais livre de palavras no âmbito desse sintagma envolvendo a ordem nome - adjetivo

Abstract: Based on the theoretical framework of Generative Grammar, more specifically on the Principles and Parameters Theory (see Chomsky (1986) and subsequent works), this research seeks to conduct a diachronic survey on the definite articles in the grammars of Classical, European, and Brazilian Portuguese, through description of the structural, semantic and distributional aspects of definite noun phrases. More specifically, we aim to (i) describe the variability on the use of articles in Portuguese grammars, (ii) analyze the possible relationships between the occurrence of articles and the syntactic function of the noun phrase, and (iii) identify possible differences in interpretations associated with the presence of the article in the various grammars under examination. In order to fulfill these objectives, we studied the use of definite articles next to proper nouns, possessive pronouns and inalienable nouns. The motivation for choosing these contexts is based on the fact that proper nouns, possessive pronouns and inalienable nouns are considered to be able to convey definiteness, raising the question on what the role of the definite article could be when it co-occurs with those elements. The corpus of this study is composed of sixteen syntactically annotated texts available in the Corpus Tycho Brahe (sixteenth to nineteenth centuries) and journalistic articles published in the state of Bahia between the mid-nineteenth and mid-twentieth centuries. The results show a gradual increase in the occurrence of articles with proper nouns and unalienable nouns between classical Portuguese and modern European Portuguese whose distribution is influenced by the type of the noun and the textual genre. Regarding the possessive pronouns, there is a change detected in the seventeenth century, which stabilizes in the eighteenth century, and is the result of a period of grammar competition (KROCH (1989), (2001)), correlated to the homophonous form of the possessive masculine pronoun. In the Brazilian Portuguese data, variation was found in the use of articles in relation to proper nouns and inalienable nouns in all the surveyed periods, the latter context being the one that favors the application of the article over time. These data also revealed an oscillation in the nineteenth century regarding the incidence of the article with possessive pronouns, a result that is similar to the one found in the analysis of other phenomena in the same period (see CARNEIRO & GALVES, 2010). Thus, the differentiated application of the article in the studied contexts leads us to assume that, at least up to the 19th and early 20th century, this element is not an expletive in Portuguese, as some studies suggest (CASTRO (2006), MAGALHÃES (2011)). Finally, our results did not allow us to reach further conclusions about the structure of the noun phrase, but revealed that it is possible to find a freer order of words regarding the noun-adjective order within this phrase when the article is deleted
Subject: Língua portuguesa - Portugal
Língua portuguesa - Brasil
Língua portuguesa - Artigo
Lingua portuguesa - Sintagma nominal
Gramatica comparada e geral - Sintagma nominal
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Macedo-Costa_Tatiane_D.pdf3.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.