Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/322003
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Análise de desempenho e otimização dos simuladores ArchC
Title Alternative: Performance analysis and optimizations of the ArchC simulators
Author: Hato, Mario Mikio, 1987-
Advisor: Borin, Edson, 1979-
Abstract: Resumo: Geração automática possui a grande vantagem de automatizar um processo, reduzir o tempo que seria gasto nesta etapa e evitar que erros comuns aconteçam. Porém, de que adianta reduzir o tempo de uma etapa se existe a possibilidade de aumentar o tempo das demais etapas. Em projetos de circuitos digitais, foram desenvolvidas as linguagens de descrição de arquitetura, que possibilitaram o surgimento de ferramentas capazes de gerar automaticamente simuladores, compiladores, etc., que são utilizados para avaliar uma arquitetura sem que esta tenha um hardware propriamente dito. Simuladores gerados automaticamente são utilizados para executar aplicações e averiguar o comportamento destas e da arquitetura sendo projetada. No entanto, caso o simulador gerado não seja eficiente, o tempo de simulação aumenta, podendo superar o ganho obtido pela geração automática, cancelando suas vantagens. Neste caso, como verificar a eficiência do simulador gerado? Uma forma bastante usada é comparar com outros simuladores existentes ou gerar o simulador manualmente para comparação. Comparar com simuladores existentes exigem que estes sejam similares, já gerar manualmente o simulador elimina o propósito da geração automática. Nesse contexto, desenvolvemos uma metodologia para se avaliar os simuladores gerados automaticamente através de perfilamento de código. Isto permitiu a identificação dos gargalos de desempenho e, consequentemente, o desenvolvimento de otimizações na geração de código. Com as otimizações, conseguimos gerar um simulador do modelo MIPS 1,48 vezes melhor

Abstract: Automatic generation has a great advantage of automating a process. This reduces the time taken in this step and avoiding common mistakes. However, what is the advantage of reducing the time of a step if there is the possibility of increasing the time of the remaining steps? In digital circuit design, the architecture description languages emerged to make possible the development of tools that automatically generate simulators, compilers, and others tools, that we use to evaluate an architecture without it having a hardware itself. Automatically generated simulators run applications and verify their behavior and the architecture in design. But if the generated simulator is not efficient, the simulation time increases and can exceed the gain achieved by automatic generation, canceling its benefits. How to check the efficiency of the generated simulator in this case? A common option compares the generated simulator with other existing simulators. The other alternative is generating manually a simulator for comparison. The first choice requires that the simulators are similar and the second possibility eliminates the purpose of automatic generation. In this context, we have developed a methodology to evaluate the simulators automatically generated using code profiling. This allowed the identification of performance bottlenecks and, consequently, the development of optimizations on code generation. With the optimizations, we generated a MIPS simulator 1.48 times better
Subject: Arquitetura de computador
Hardware - Linguagens descritivas - Métodos de simulação
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hato_MarioMikio_M.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.