Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321969
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Homicídios na população masculina da região metropolitana de São Paulo entre 1979 e 2013
Title Alternative: Homicides in male population of the metropolitan region of São Paulo between 1979 and 2013
Author: Santos, Fransley Lima, 1973-
Advisor: Cordeiro, Ricardo Carlos, 1957-
Abstract: Resumo: Introdução: Considerado como um grave problema de saúde pública, o homicídio configura-se como um dos eventos presentes em várias histórias do cotidiano no Brasil e no mundo. Cerca de 82% de todas as vítimas de homicídio no mundo são do sexo masculino com faixa etária entre 15 e 29 anos. No Brasil, já no final da década de 80, os homicídios ultrapassaram as causas de morte por acidentes de trânsito e passaram a ocupar o primeiro lugar entre as causas de morte na população jovem entre 14 e 24 anos e a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) se destaca das demais regiões do país por ter apresentado no início da década de 80 uma elevada taxa de mortalidade por homicídios. A raça e a condição social foram condições associadas que aparecem nessas estatísticas. Objetivo: O objetivo desse trabalho foi analisar a ocorrência dos homicídios na população masculina residente na RMSP no período compreendido entre 1 de janeiro de 1979 e 31 de dezembro de 2013. Buscou-se também analisar a distribuição dos óbitos por homicídios na RMSP no período analisado segundo idade das vítimas e comparar a tendência temporal dos coeficientes de mortalidade por homicídios na RMSP e no Brasil. Material e Método: Trata-se de um estudo ecológico do tipo exploratório de tendência temporal, no qual se analisou a evolução temporal e a distribuição espacial dos óbitos por homicídios na RMSP. Foram analisados as mortes e os coeficientes de mortalidade da população masculina das 38 cidades da RMSP decorrentes de homicídios, cujas causas básicas foram homicídios, lesões infligidas pela polícia ou lesões de intencionalidade ignorada ou não especificada. Para a análise dos dados foi utilizado o software SAS 9.4 for Windows, subprogramas Proc G3GRID e Proc G3D, onde foram construídas figuras para melhor entendimento da análise. Resultados: Os homicídios predominaram entre adolescentes e adultos jovens, tendo um brusco aumento a partir dos 14 anos de idade. Observou-se também que o coeficiente de mortalidade por homicídios masculinos em São Paulo sempre foi maior que a média nacional até o ano de 2005 invertendo, contudo, essa condição a partir desse ano. Essa redução, provavelmente, foi parcialmente resultante de alguns fatores que podem estar associados com a melhoria do nível educacional, política de desarmamento, ampliação do encarceramento de criminosos, a forte repressão policial e melhoria do policiamento nas ruas, nas regiões de fronteira e nos aeroportos, além do aprimoramento das tecnologias utilizadas no combate à criminalidade. Conclusões: Houve crescimento dos homicídios do início do período avaliado até o início do ano 2000, seguindo de uma queda brusca nos anos subsequentes, sobretudo entre os anos de 2001 a 2006, com predominância de adolescentes e adultos jovens, observando-se um aumento considerável a partir dos 14 anos de idade. Discute-se a hipótese, levantada por alguns pesquisadores, da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) ter contribuído para a queda dos homicídios em São Paulo a partir do início do presente século

Abstract: Introduction: The homicide, considered as a serious Public Health problem, is one of the events present in several sad stories of daily life in Brazil and in the world. About 82% of all homicide victims in the world are male with ages ranging from 15 to 29 years. In Brazil, at the end of the 1980s, the homicides exceeded the causes of death due to traffic accidents and became the first place among the causes of death in the young population between 15 and 24 years and the Metropolitan Region of São Paulo (MRSP) stands out from the other regions of the country because it has been presented a high homicide mortality rate in the early 1980s. Race and social status were associated conditions that also appear in these statistics. Objective: The main objective of this study was to analyze the trend of homicides in the male population living in the São Paulo Metropolitan Region during the period between January 1st, 1979 and December 31st, 2013. It was also sought to analyze the distribution of death by homicides in the MRSP in the period analyzed according to the age of the victims and to compare the temporal trend of the mortality coefficients for homicides in the MRSP and in Brazil. Material and Methods: This is an ecological exploratory type of temporal trend, in which the temporal evolution and the spatial distribution of homicide deaths in the MRSP were analyzed. Mortality coefficients of the male population of the 38 cities of the São Paulo Metropolitan Region were analyzed, resulting from homicides, whose basic causes were homicides, injuries inflicted by the police or injuries of unknown or unspecified intentionality. For the data analysis, SAS 9.4 for Windows software, Proc G3GRID and Proc G3D subprograms were used, where figures were constructed for a better understanding of the analysis. Results: The homicides predominated among adolescents and young adults, with a sharp increase from 14 years of age. It was also observed that the coefficient of mortality for male homicides in São Paulo was always higher than the national average until 2005, however, reversing this condition as of that year. This reduction was probably due in part to factors such as the improvement of the educational level, disarmament policy, expansion of the incarceration of criminals, the strong police repression and the improvement of policing in the streets, border regions and airports, as well as improving the technologies used to combat the crimes. Conclusions: There was an increased homicides at the beginning of the period evaluated until the beginning of the year 2000, following a sudden drop in subsequent years, especially between the years 2001 and 2006, with a predominance of adolescents and young adults, observing a considerable increase from 14 years. It is discussed the hypothesis, raised by some researchers, of the criminal organization First Command of the Capital (also known as PCC) to have contributed to the fall of the homicides in São Paulo from the beginning of the current century
Subject: Homicídio - São Paulo (SP)
Vítimas de homicídio - São Paulo (SP)
Violência
Mortalidade
Homens
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_FransleyLima_D.pdf3.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.