Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321962
Type: TESE DIGITAL
Title: Apropriações de tecnologia digital em sala de aula : resistência e identificação
Title Alternative: Appropriations of digital technology in the classroom : resistance and identification
Author: De Conti, Davi Faria, 1983-
Advisor: Bolonhini, Carmen Zink, 1957-
Abstract: Resumo: O presente trabalho tem como tema as maneiras como as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) são apropriadas pelos sujeitos da educação em salas de aula de ensino formal. Seu problema de pesquisa é a conjugação de dispositivos digitais a práticas vinculadas ao ensino tradicional ¿ que privilegiam a meta de transmitir conhecimento aos alunos ¿ observada nas instituições escolares dedicadas ao Ensino Fundamental e Médio. Diante desse quadro, a pesquisa tem o objetivo de identificar e analisar as apropriações de TDIC realizadas pelos sujeitos em cena na Educação Básica. Como forma de desenvolver essa discussão, delineamos os papéis desempenhados pelos sujeitos da educação nessa relação e observamos as maneiras como o imaginário sobre a tecnologia digital, sobre a instituição escolar, sobre o professor e sobre o aluno determinam essas apropriações. Privilegiamos metodologias qualitativas para compreender as sustentações simbólicas dos discursos sobre educação e sobre tecnologia em circulação atualmente. Sustentam nosso olhar os conceitos de sujeito, de formação discursiva e de condições de produção da Análise de Discurso Materialista que realizamos, que dialoga com a obra de Pêcheux e de Foucault. Propomos, assim, uma abordagem dinâmica da sala de aula e dos sujeitos envolvidos nesse entrelaçamento de práticas, considerando os determinantes estruturais desses elementos, mas também sua dimensão de acontecimento. Selecionamos dez escolas públicas em Campinas/SP para compor nosso material de análise. Como forma de expor as condições de produção dos fatos de linguagem nas relações que descrevemos nesta tese, trabalhamos com dados quantitativos, oriundos do Censo Escolar 2015 e de outros materiais disponibilizados pela instituição escolar para posicionar nossa análise diante da situação material dessas escolas. Nesses espaços, realizamos um trabalho de cunho etnográfico que envolveu observações de práticas pedagógicas as entrevistas semiestruturadas com professores, articulado com as propostas de Agar (1980) e Nunan (1997). Os recortes mais significativos do nosso material foram tratados como pistas para a elaboração de um quadro em que diferentes posições-sujeito determinam expectativas distintas diante do uso das TDIC em sala de aula, mas em que também há espaço para a surpresa, para a desidentificação e para o deslocamento. Como conclusão desse trabalho, foi possível apontar a maneira como o imaginário sobre as novas tecnologias e sobre os sujeitos da educação, além de uma cultura tradicional de aprender, participam como segmentos microfísicos do funcionamento institucional em que se estabilizam os usos de TDIC articulados à escola tradicional. Em linhas gerais, pudemos observar que o professor frequentemente contorna diretrizes institucionais através de apropriações ad hoc das TDIC, enquanto os estudantes apropriam-se também de dispositivos portáteis de maneiras diferentes das esperadas, frequentemente de modo clandestino. Trata-se de práticas de resistência ao funcionamento da educação tradicional que, muitas vezes, realiza-se através da identificação com o funcionamento de ferramentas digitais mais populares, como algumas redes sociais e aplicativos. Esses resultados permitem que problematizemos a fragmentação das práticas institucionais no que diz respeito ao uso de tecnologias digitais em sala de aula, dando subsídios para a reflexão sobre apropriações que promovam desejáveis deslocamentos na educação formal

Abstract: This thesis' theme is the ways in which Information and Communications Technology (ICT) is appropriated by the subjects of formal education in Brazil. It's research problem is the conjugation of digital devices to traditional teaching and learning practices (that have as a goal the transmission of knowledge) observed in formal K-12 schools in Brazil. Our objective is to identify and analyze the appropriations of ICT practiced by the subjects of K-12 education. In order to develop our research, we established the roles played by the subjects of education in these dynamics and observed the ways in which the representations of digital technology, school, the teacher and the students determine these appropriations. We focused on qualitative methods to understand the symbolic underpinnings of the current discourse on education and technology. Our regard is based on the concepts of Subject, Discursive Formation and Conditions of Production of the Materialistic Discourse Analysis that we perform, that draws from Pêcheux and Foucault. We propose a dynamic approach to the classroom and its subjects, considering not only its structural determinations, but also its particularities as an event. We chose ten public schools located in Campinas, São Paulo to form our analysis material. As a way of clarifying the conditions of production of the facts of language we analyze, we worked with quantitative data drawn from the 2015 National School Census and other documents made available by the educational institution to better position our research in face of the structural conditions of the visited schools. In these institutions, our research borrowed ethnographic proceedings such as observations and semi-structured interviews, as per Agar (1980) and Nunan (1997). The most significant parts of our material were treated as indicative of a scenario in which different positions-subject determine distinct expectations toward the uses of ICTs in the classroom, but in which there is also room for surprise, for dis-identification, for displacements. As a conclusion, we were able to describe the ways in which the representations of new technologies and of the subjects of education, coupled to crystallized traditional learning habits, participate as micro-physical elements of institutional dynamics in which the uses of ICT are settled in articulation with traditional schooling. We concluded, in broad lines, that the teacher frequently dodges institutional directives through Ad Hoc appropriations of ICT, while the students also use them differently than expected, many times in clandestine ways. These are practices of resistance to the workings of traditional education that, many times, take place through the identification with widespread software like social networks and applications. These results allow us to discuss the fragmentation of institutional practices in regard to the use of digital technology in the classroom, giving sustenance to a reflection on which appropriations could produce the desired developments in formal education
Subject: Educação e tecnologia
Análise do discurso
Sujeito (Analise do discurso)
Educação básica - Brasil
Ensino auxiliado por computador - Brasil
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2017
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
DeConti_DaviFaria_D.pdf3.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.