Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321891
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: A emergência das práticas médico-educativas da saúde pública estadual de Minas Gerais (1910-1935)
Title Alternative: The emergence of medico-educational practices of state public health of Minas Gerais (1910-1935)
Author: Carvalho, Eliane Vianey de, 1981-
Advisor: Rocha, Heloísa Helena Pimenta, 1963-
Abstract: Resumo: A emergência das práticas médico-educativas da saúde pública estadual de Minas Gerais (1910-1935) Esta tese investiga como se deu a emergência das práticas médico-educativas da saúde pública estadual de Minas Gerais, de 1910 a 1935. O início do recorte data da criação do serviço sob a responsabilidade da Diretoria de Higiene do Estado de Minas Gerais, em 1910, e da produção do primeiro relatório anual pelo Diretor geral de saúde pública, apresentado ao Secretário dos Negócios Interiores do Estado. Já o final, 1935, refere-se ao último relatório anual produzido. Esse relatório consta do acervo disponível e está próximo à reorganização do serviço estadual de saúde de Minas Gerais, ocorrida em 1938. Os objetivos da tese são: investigar como as práticas médico-educativas emergiram no serviço estadual de saúde pública em Minas Gerais, no período de 1910 a 1935; quais práticas médico-educativas estavam presentes e como foram propostas e praticadas pelo serviço estadual de saúde pública do período. Desta forma, foi possível analisar três vertentes, principalmente por meio dos relatórios anuais enviados pelos diretores do serviço de saúde pública do estado para a Secretaria do Interior, no período de 1910 a 1935: 1) A emergência das práticas médico-educativas para a população no serviço de Propaganda e Educação Sanitárias; 2) A educação das mães, por meio do serviço de Higiene Infantil; e 3) A educação e inspeção médica escolar, por meio da Inspetoria de Assistência Médica Escolar. Percebeu-se que as práticas médico-educativas, filiadas à medicina preventiva, foram utilizadas pela saúde pública estadual como estratégias para intervir no modo de vida da população. Desta forma, os médicos do serviço estadual de saúde acreditavam que poderiam tratar e prevenir as doenças e também mudar os hábitos da população e, assim, colocar Minas Gerais no rumo do progresso

Abstract: The emergence of medico-educational practices of state public health of Minas Gerais (1910-1935) This thesis investigates how the emergence of the medical-educational practices of public health in the state of Minas Gerais occurred from 1910 to 1935. The investigated period begin with the creation of the service under the responsibility of the Department of Hygiene of the State of Minas Gerais, in 1910, and the production of the first annual report by the General Director of Public Health, presented to the Secretary of State Internal Business. The investigated period goes as far as 1935, when the last annual report was produced. This report appears in the collection available and is close to the reorganization of the state health service of Minas Gerais, which took place in 1938. The objectives of the thesis are: to investigate how medical education practices emerged in the state public health service, in Minas Gerais, from 1910 to 1935; which medical-educational practices were present and how they were proposed and practiced by the state public health service of the period. In this way, it was possible to analyze three aspects, mainly through the annual reports sent by the directors of the public health service of state internal business to the Secretary of the Interior, from 1910 to 1935: 1) The emergence of medical education practices for the population in the service of Sanitary and Education Advertising; 2) The education of the mothers, through the Child Hygiene Service; and 3) School medical education and inspection, through the School Medical Assistance Inspection. It was noticed that the medical-educational practices, affiliated with preventive medicine, were used by the state public health as strategies to intervene in people¿s livelihood. In this way, the doctors of the state health service believed they could treat and prevent diseases and also change the habits of the population and, thus, put Minas Gerais in the way of progress
Subject: Saúde pública - Minas Gerais (MG) - 1910-1935
Práticas médico-educativas
Educação em saúde
Educação das mães
Inspeção médica escolar
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_ElianeVianeyde_D.pdf27.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.