Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321870
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Microalga como substrato na produção de ácido lático
Title Alternative: Microalgae as substrate to lactic acid
Author: Lorensi, Juliana Prestes, 1990-
Advisor: Franco, Telma Teixeira, 1957-
Abstract: Resumo: Preocupações em relação às mudanças climáticas têm incentivado pesquisas para o uso de diversas biomassas. A biomassa de microalga pode ser fracionada em lipídios, carboidratos e proteínas, e seus carboidratos podem ser utilizados como fonte de carbono para produção de ácido lático. Este trabalho foi dividido em três processos: o primeiro na otimização da produção de biomassa e carboidratos da microalga, o segundo na hidrólise ácida e enzimática dos carboidratos e o terceiro na produção de ácido lático, utilizando o hidrolisado como fonte de carbono. Logo, no primeiro processo foi verificado que o NaNO3 foi o composto que mais influenciou o acúmulo de biomassa e de carboidratos, com 19,3g L-1 e 9,4g L-1, respectivamente, quando cultivada em tubos de ensaio. Quando o cultivo foi em fotobiorreator, a concentração de biomassa foi de 6,0g L-1 com 48,3% de carboidratos totais. No segundo processo foi feita hidrólise enzimática e química da microalga. O melhor rendimento de glicose (25% da biomassa inicial) foi obtido rompendo a célula com sonicador e utilizando duas enzimas associadas, ?-amilase e AMG. Na última etapa, o hidrolisado enzimático de microalga foi utilizado como meio de cultivo para B. coagulans162 na produção de ácido lático. Foi possível verificar um elevado crescimento de biomassa e um rápido consumo da glicose, apesar de não haver produção de ácido lático. Portanto, o hidrolisado foi satisfatório para ser substrato na produção de ácido lático, porém verificou-se que o B. coagulans162 encontrava-se muito tempo inativo precisando de outras etapas para melhorar seu desempenho

Abstract: Concerns related to climate change have developed researches for biomass utilization as feedstock for biofuels and biorefinery. Therefore, microalgae contain different fractions as lipids, carbohydrates and proteins it¿s feasible to create a wide range of byproducts and apply the concept of biorefinery. This work was subdivided in three sections: first one to improve microalgae biomass and carbohydrate production, second refers to microalgae biomass hydrolysis and third for lactic acid production by Bacillus coagulans 162. Media culture optimization was proposed as first step in this work to maximize microalgae biomass and carbohydrate production. It has been seen that the main compound that changed this parameters was NaNO3, with 19,39 g L-1 of biomass and 9,40 g L-1 of carbohydrates, when cultivated in test tubes. When the cultivation was done in fotobioreactor, the maximum biomass concentration was 6,0 g L-1 and 48,30% of carbohydrate was accumulated. In a second stage, the microalgae biomass hydrolysis by chemical and enzymatic means was studied. High glucose yield (25,3% from initial biomass) was obtained when enzymatic treatment with ?-amilase and amiloglucosidase was used with sonicator pre-treatment. The third stage was B. coagulans cultivation for lactic acid production with microalgae biomass hydrolysate as carbon source. It could be seen a high biomass growth (2,83 g L-1) and fast glucose consumption, despite small amounts of lactic acid was produced
Subject: Microalga
Carboidratos
Hidrólise enzimática
Acido latico
Hidrólise ácida
Editor: [s.n.]
Citation: LORENSI, Juliana Prestes. Microalga como substrato na produção de ácido lático. 2016. 1 recurso online ( 103 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Química, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/321870>. Acesso em: 30 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lorensi_JulianaPrestes_M.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.