Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321843
Type: TESE DIGITAL
Title: Caracterização de resíduos de rochas ornamentais : aplicação de conceitos mecanoquímicos
Title Alternative: Characterization of ornamental rocks stones : application of mechanochemical concepts
Author: Santos, Jeferson dos, 1970-
Advisor: Galembeck, Fernando, 1943-
Abstract: Resumo: As rochas ornamentais são utilizadas na construção civil no revestimento de pisos, paredes e na produção de pias, balcões e assemelhados. Durante o processamento dessas rochas são gerados resíduos minerais que podem atingir 80% de perdas. Neste trabalho, resíduos dos processos de corte e de britagem de resíduos do granito Cinza Corumbá foram caracterizados por análise granulométrica, determinação de área superficial, espectroscopia no infravermelho, difração e fluorescência de Raios-X, microscopia eletrônica de varredura e adsorção de azul de metileno. Os minerais quartzo, microclínio, oligoclásio, andesina, biotita, titanita e magnetita foram encontrados nas frações dos pós obtidos tanto na serragem como na britagem, porém em diferentes proporções. Na análise elementar determinou-se a presença de Si, Al, Na, K, Ca, Fe, Mg e Ti. Nos espectros de infravermelho identificou-se a presença de bandas atribuídas às ligações Si-O do quartzo e silicatos. Adicionalmente, o material britado apresentou bandas referentes às ligações C-H, proveniente do óleo lubrificante do britador. Na microscopia eletrônica observou-se que as partículas do pó de brita são mais irregulares que as do pó de corte. A área superficial do pó de brita (2,85 m2/g) é maior que a do pó de corte (1,98 m2/g). O pó de brita é hidrofóbico devido à presença do óleo de britagem enquanto o pó de corte é hidrofílico. A adsorção de azul de metileno é duas vezes e meia maior no pó de britagem do que no pó de corte. Estes resultados mostram que os pós obtidos por corte e britagem, apesar de serem constituídos dos mesmos minerais, apresentam propriedades superficiais diferentes

Abstract: Processing ornamental rocks produces up to 80% weight residues, which may become an environmental problem. In this work, we analyzed residual powders from cutting and crushing Cinza Corumbá granite, to study the influence of mechanical processes in the properties of the residues. The powders were characterized by X-ray diffraction and fluorescence, infrared spectroscopy, scanning electron microscopy, surface area determination and adsorption of methylene blue. The same elements (Si, Al, Na, K, Ca, Fe, Mg e Ti) and minerals (quartz, microcline, oligoclase, andesine, biotite, titanite and magnetite) are found in both powders but the powders formed by crushing contain oil residues, from the crusher lubricating. Particle shapes of the crushed powder (surface area 2.85 m2/g) are more irregular than cut powder (surface area 1.98 m2/g). Adsorption of methylene blue is lighter in the crushed powder than in the cutting powder. The cutting powder is hydrophilic while the crushed powder is hydrophobic due to the incorporation of crushing oil
Subject: Rochas ornamentais
Caracterização
Resíduos
Mecanoquímica
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IQ - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_Jefersondos_M.pdf3.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.