Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321738
Type: TESE DIGITAL
Title: Efeitos da utilização profilática da ventilação mecânica não-invasiva no pós-operatório de ressecção pulmonar
Title Alternative: Effects of prophylactic non-invasive mechanical ventilation during the post-surgery period of lung resection
Author: Galhardo, Fernanda Diório Masi, 1979-
Advisor: Toro, Ivan Felizardo Contrera, 1957-
Abstract: Resumo: Introdução: A utilização profilática da ventilação mecânica não invasiva (VMNI) no pós-operatório de ressecção pulmonar pode atenuar as alterações respiratórias decorrentes da cirurgia. Objetivos: investigar a evolução do índice de oxigenação (IO), da força muscular respiratória, das variáveis espirométricas, do tempo de drenagem de tórax e escape aéreo pelos drenos e o tempo de internação hospitalar em três grupos no pós-operatório de ressecção pulmonar: fisioterapia respiratória convencional (FRC), a associação desta à pressão positiva continua nas vias aéreas (CPAP) e a associação da FRC a dois níveis de pressão positiva nas vias aéreas (BiPAP). Método: Estudo prospectivo, intervencionista e não-randomizado. Foram incluídos pacientes com neoplasia de pulmão submetidos à lobectomia, bilobectomia e pneumectomia. No período pré-operatório (PRE) os pacientes foram submetidos à avaliação e coletadas variáveis relacionadas à função pulmonar, força muscular respiratória, capacidade funcional e índice de oxigenação. Ainda no PRE, foram orientados quanto ao procedimento cirúrgico e realizaram inspirometria de incentivo. Os atendimentos nos grupos FRC, CPAP e BiPAP foram realizados no pós-operatório imediato (POi), primeiro e segundo pós-operatórios (PO1 e PO2 respectivamente) e os pacientes foram submetidos a reavaliação no quinto dia de pós-operatório ou dia da alta hospitalar (PO3). Foram analisados e comparados: IO, pressão inspiratória máxima (PImáx), pressão expiratória máxima (PEmáx), capacidade vital forçada (CVF), volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1), tempo de permanência e escape aéreo pelos drenos de tórax, tempo cirúrgico e tempos de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e hospitalar. Resultados: Foram incluídos 57 pacientes, com idade média de 58 anos. Não houve diferença significativa quando comparado o IO entre os grupos nos períodos PRE, PO1 e PO2. Houve diferença significativa quando comparados os valores da PImáx e da PEmáx entre o PRE e os demais tempos (p-Valor< 0,0001). Também houve diferença significativa quando comparados os valores relacionados à função pulmonar, CVF e VEF1 entre os tempos PRE e PO3 (p-Valor<0,0001). O tempo médio de drenagem de tórax foi de 4,84 ± 1,55 dias, não havendo diferença significativa entre os grupos (p-Valor: 0,435). O grupo BiPAP apresentou maior tempo cirúrgico e maior tempo de internação em UTI (p- Valor< 0,0001) quando comparado aos demais grupos, entretanto não foi encontrada diferença significativa no tempo de internação hospitalar (p-Valor: 0,5807). Conclusão: A utilização profilática da VMNI em pacientes submetidos à ressecção pulmonar por neoplasia não influenciou o IO, a força muscular respiratória, a função pulmonar e tempo de internação hospitalar. Pôde ser considerada uma técnica segura quando avaliados o tempo de permanência e o escape aéreo pelos drenos

Abstract: Introduction: The prophylactic use of the noninvasive mechanical ventilation (NIMV), in the postoperative period of the pulmonary resection, can alleviate the respiratory disturbances resulting from the surgery. Purposes: Making research about the evolution of the index of oxygenation (IO), of the respiratory muscular strength, of the spirometric variables, of the chest drainage time and the air leak through the drains, and the hospital stay regarding three groups in the postoperative period of the pulmonary resection: conventional respiratory physiotherapy (CRF), the linkage of this to the continue positive airway pressure (CPAP) and the linkage of the CRF to the bilevel positive airway pressure (BiPAP). Method: Prospective, interventionist and non-randomized study. Patients with lung cancer were included, having been submitted to lobectomy, bilobectomy and pneumectomy. Along the preoperative period (PRE), the patients were submitted to evaluation and variables were gathered as regards to the pulmonary function, the respiratory muscular strength, the functional capacity and the index of oxygenation. Also in the PRE, the patients were informed about the surgical procedure and they performed incentive inspirometry. The care for the CRF, CPAP and BiPAP groups was performed in the immediate postoperative period (POi), first and second postoperative periods (PO1 and PO2, respectively) and the patients were submitted to reevaluation on the fifth day of the postoperative period or on the day of the discharge from hospital (PO3). What was analyzed and compared: IO, maximum inspiratory pressure (PImax), maximum expiratory pressure (PEmax), forced vital capacity (FVC), forced expiratory volume in the first second (FEV1), permanence time with the chest drains and air leak, surgical time and internment times at the Intensive Care Unit (ICU) and at the hospital. Results: 57 patients were included, being, as an average, 58 years old. When he IO was compared among the groups, in the PRE, PO1 and PO2 periods, there was not a significant difference. There was a notable dissimilarity when the values of the PImax and the PEmax were compared among the PRE and the other times (pValue< 0.0001) when being compared with the other groups, however, no significant difference was found out regarding the hospital internment period (p-Value: 0.5807). Conclusion: The prophylactic use of the NIMV, for patients subjected to the pulmonary resection by cancer, did not influence the IO, the respiratory muscular strength, the pulmonary function and the hospital stay. Could be considered a safe technique when evaluated the chest drainage time and the air leak
Subject: Tórax - Cirurgia
Neoplasias pulmonares
Fisioterapia
Ventilação não invasiva
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Galhardo_FernandaDiorioMasi_M.pdf3.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.