Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321647
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Influence of landscape attributes on occurrence of primates and density of Callicebus nigrifrons in the northeast of São Paulo State, Brazil : Influência de atributos da paisagem na ocorrência de primatas e densidade de Callicebus nigrifrons no nordeste do Estado de São Paulo
Title Alternative: Influência de atributos da paisagem na ocorrência de primatas e densidade de Callicebus nigrifrons no nordeste do Estado de São Paulo
Author: Gestich, Carla Cristina, 1986-
Advisor: Setz, Eleonore Zulnara Freire, 1953-
Abstract: Resumo: O processo de fragmentação da paisagem e redução da cobertura vegetal, potencializado pela expansão das atividades humanas, é hoje a maior ameaça à biodiversidade. As espécies especialistas florestais, como os primatas Neotropicais, estão entre as mais vulneráveis a esta mudança. No nordeste do estado de São Paulo, cuja vegetação sofre intensa redução e fragmentação, bugio-preto (Alouatta caraya), macaco-prego (Sapajus nigritus), sauá (Callicebus nigrifrons), e mico-estrela (Callithrix penicillata) ocorrem em simpatria. Nós estudamos a influência da estrutura da paisagem sobre essas espécies. Para isso, fizemos levantamentos da ocorrência das espécies em 17 fragmentos florestais e, nos locais onde detectamos a presença de sauá, realizamos estimativas de sua densidade populacional e avaliamos seu comportamento vocal em resposta ao estímulo de playback. Primeiramente, avaliamos o tamanho da paisagem (escala de efeito dentre paisagens de 0,2 a 28,3 km²) que melhor prediz as respostas dos primatas às variações em atributos da paisagem. Em seguida, testamos quais atributos influenciam a riqueza de espécies, a densidade de sauás e o comportamento vocal dos sauás (representando seu comportamento de defesa de recursos). As respostas dos primatas às alterações na estrutura da paisagem são dependentes da escala, que varia de acordo com o atributo da paisagem e resposta biológica avaliada. A riqueza de espécies esteve associada ao tipo de vegetação do fragmento focal e negativamente à quantidade de cobertura florestal e de borda florestal presente na paisagem. A complexidade estrutural e maior diversidade de plantas no fragmento focal possivelmente possibilita a coexistência de maior número de espécies. Além disso, a probabilidade de registro dessas espécies no fragmento avaliado é maior quando a paisagem apresenta menor disponibilidade de hábitat. A densidade de sauás foi negativamente afetada pela cobertura florestal na paisagem, relação potencializada pelo grau de fragmentação do hábitat. Este cenário, em curto prazo, pode levar a um adensamento dos indivíduos no pouco hábitat disponível. Tal aumento de densidade pode ser favorecido também por outros processos, por exemplo, a diminuição da taxa de predação. Porém, em longo prazo, essa situação pode ter um efeito negativo para a população e, portanto, deve ser avaliada com cuidado. Além disso, o comportamento vocal dos sauás foi mais intenso nos fragmentos inseridos em paisagens com maior cobertura florestal, sugerindo que a disponibilidade de recursos florestais na paisagem pode influenciar o seu comportamento de defesa de recursos. Portanto, a estrutura da paisagem afetou os primatas em vários níveis, desde seu comportamento até dinâmicas populacionais e de comunidade

Abstract: Currently, the habitat loss and fragmentation, driven by intense human land use, is the main threat to biodiversity. Forest specialists, such as the Neotropical primates, are particularly vulnerable to changes in landscape structure. In the northeast of São Paulo State, region under intense fragmentation and deforestation, four species (Alouatta caraya, Sapajus nigritus, Callicebus nigrifrons, and Callithrix penicillata) occur in sympatry. We evaluated the influence of landscape attributes on these primate species. We surveyed 17 forest patches to determine the presence of primates species, and where titi monkeys (C. nigrifrons) were detected we estimated titi monkeys density and evaluated their respose to playback stimlus. Firstly, we evaluated the landscape size (scale of effect) that best predicted the primates responses to changes in landscape attributes. After that, we tested the influence of landscape structure on species richness, titi monkeys density, and titi monkeys¿ vocal behavior (representing their resource defense behavior). Primates response to landscape change are scale dependent, having strong effects in different spatial scales according to the landscape variables and biological response evaluated. Species richness was strongly associated to the vegetation type of focal patch and negatively to the forest cover and forest edge density. The structural complexity and higher plant diversity in the focal patch possibly support a high number of species. Moreover, the probability of registering a species in the focal patches is increased in landscapes with low habitat availability. Titi monkeys density was strong and negatively affected by landscape forest cover, a relationship potentiated by the magnitude of forest partitioning. In the short term, this landscape features can lead to an increase in the number of individuals in the few remnants. But, this increase of animals density can also be promoted by other processes occurring under this landscape scenario, such as the reduction on predation rate. However, the increase of primates density should be observed with cautions, because in the long term this situation can have a negative effect to the species. Besides, the forest cover also influenced the titi monkeys¿ vocal behavior, which increased according to the increment of forest cover in the landscapes. This behavioral response suggests that resource availability in the landscape may influence the resource defense behavior of primates species. Therefore, landscape structure affected primates in different levels, from behavioral patterns to population dynamics and community
Subject: Paisagem - Ecologia
Abordagem multiescala
Fragmentação florestal
Primatas
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Citation: GESTICH, Carla Cristina. Influence of landscape attributes on occurrence of primates and density of Callicebus nigrifrons in the northeast of São Paulo State, Brazil: Influência de atributos da paisagem na ocorrência de primatas e densidade de Callicebus nigrifrons no nordeste do Estado de São Paulo. 2016. 1 recurso online ( 145 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/321647>. Acesso em: 31 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gestich_CarlaCristina_D.pdf6.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.