Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321642
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estudos cromossômicos em 16 espécies pertencentes à família Solanaceae Juss = Chromossomal studies in 16 species belonging to the family Solanaceae Juss
Title Alternative: Chromossomal studies in 16 species belonging to the family Solanaceae Juss
Author: Mesquita, Amanda Teixeira, 1989-
Advisor: Forni-Martins, Eliana Regina, 1957-
Abstract: Resumo: A família Solanaceae Juss. é uma das mais representativas entre as angiospermas, reunindo cerca de 2.500 espécies e 100 gêneros. Possui ampla distribuição geográfica, com maior diversidade em regiões neotropicais. O uso da citogenética clássica e molecular vem sendo amplamente documentado em alguns grupos da família, mas ainda existem muitas espécies e gêneros ainda não caracterizadas citogeneticamente. O presente trabalho apresenta estudos cromossômicos em 16 espécies de Solanaceae dos gêneros Acnistus Schott, Brunfelsia L., Cestrum L., Physalis L. e Solanum L., objetivando fornecer subsídios taxonômicos e evolutivos. Foram elaborados cariótipos, incluindo bandamento CMA/DAPI e hibridização in situ (DNAr 18S e 5S), e calculadas a assimetria cariotípica e a proporção de heterocromatina em relação ao comprimento total do lote haploide (CTLH). Acnistus arborescens Schltdl., P. pubescens L. e todos os representantes de Solanum apresentaram número cromossômico 2n=24, ao passo que Brunfelsia uniflora D. Dom, 2n=22 e Cestrum laevigatum Schltdl.e C. mariuitense Kunth, 2n=16. Foi observada constância de número cromossômico em cada gênero e predominância de cromossomos metacêntricos. Exceções à simetria cariotípica ocorreram em P. pubescens, S. acerifolium Humb. & Bonpl. ex Dunal, S. concinnum Schott ex Sendtn., S. inodorum Vell. e S. palinacanthum Dunal. O bandamento cromossômico evidenciou padrões distintos de distribuição de heterocromatina entre as espécies estudadas, CMA+/DAPI-, CMA+/DAPI0, CMA+/DAPI+, CMA-/DAPI+, CMA0/DAPI+, nas posições terminais, intercalares e associadas à NOR. A proporção da heterocromatina no complemento cromossômico não está relacionada ao aumento do CTLH. Foi observada diferenciação na distribuição das sequências de DNAr entre os cinco gêneros. As espécies de Solanum e Acnistus possuem um par cromossômico que porta um sítio de DNAr 18S na região terminal do braço curto, coincidente com regiões CMA+, diferentemente de Physalis e Cestrum que apresentam dois locus. Em B. uniflora o sítio ocorre na região pericentromérica e Solanum inodorum diferenciou-se por apresentar dispersão de DNAr 18S (18 locus). O sítio de DNAr 5S mostrou-se presente em regiões intersticiais do braço curto em A. arborescens, B. uniflora e na maioria dos representantes de Solanum, exceto em S. diploconos (Mart.) Bohs, (região pericentromérica). Solanum acerifolium e S. flaccidum apresentam um segundo locus ocupando a posição terminal e pericentromérica do braço curto, respectivamente. Em P. pubescens o sítio de DNAr 5S ocorre na posição terminal do braço curto de um par cromossômico, em C. laevigatum na região pericentromérica do braço longo e Cestrum intermedium possui dois sítios na região pericentromérica do braço longo. Os resultados obtidos mostram que apesar da uniformidade em alguns caracteres cariotípicos presente na família, as diferenças na distribuição de heterocromatina e DNAr podem ser úteis na separação dos cinco gêneros e na melhor compreensão das tendências evolutivas em Solanaceae. No gênero Solanum, considerado megadiverso, as características cariotípicas distintas encontradas em S. diploconos, o tamanho cromossômico e o padrão de bandas heterocromáticas, podem reforçar a consideração dessa espécie (e outras relacionadas) como um gênero à parte (Cyphomandra). As diferenças encontradas também nas outras espécies podem auxiliar no entendimento da diversidade morfológica e ecológica presente em Solanum

Abstract: The family Solanaceae Juss. is one of the most representative among the angiosperms, comprising around 2,500 species and 100 genus. It has a broad geographic distribution, with greatest diversity in neotropical regions. The use of classical and molecular cytogenetics has been widely documented in some family groups, but there are many species and genus not characterized cytogenetically yet. This work presents chromosomal studies in 16 Solanaceae species belonging to the genus Acnistus Schott, L. Brunfelsia L., Cestrum L., Physalis L. and Solanum L., and aims to provide taxonomic and evolutionary subsidies. Fluorescence banding (CMA/DAPI) and ribosomal DNA mapping (rDNA 5S and 18S) data were used for karyotype description. The karyotype asymmetry and the proportion of heterochromatin of the total length of the haploid lot (CTLH) were calculated. Acnistus arborescens Schltdl., P. pubescens L. and all Solanum species studies here showed chromosome number 2n= 24, while Brunfelsia uniflora D. Dom presented 2n= 22 and Cestrum laevigatum Schltdl. e C. mariuitense Kunth 2n= 16. The chromosome number was regular in each genus with predominance of metacentric chromosomes. Exceptions in karyotype symmetry were observed in P. pubescens, S. acerifolium Humb. & Bonpl. ex Dunal, S. concinnum Schott ex Sendtn., S. inodorum Vell. and S. palinacanthum Dunal. Flurescence banding showed distinct patterns of heterochromatin distribution among some species (CMA+/ DAPI-, CMA+/ DAPI0, CMA+/ DAPI+, CMA-/ DAPI +, CMA0/ DAPI+) at positions (terminal, interstial position, and NOR associated). The amount of heterochromatin present in chromosome complement is not related to CTLH increased. Differentiation in the distribution of rDNA sequences was observed between the five genus. The species of Solanum and Acnistus have a chromosome pair that carries one 18S rDNA site in the terminal position of the short arm, coincident with CMA+ regions, while Physalis and Cestrum presented two loci. Brunfelsia uniflora, presented one site at the pericentromeric region while Solanum inodorum presented dispersion of 18S rDNA (18 loci). The 5S rDNA site was observed in interstitial region of the short arm of A. arborescens, B. uniflora and in most of the species of Solanum, except in S. diploconos (Mart.) Bohs (pericentromeric region). Solanum acerifolium and S. flaccidum have a second site in terminal and pericentromeric position of the short arm, respectively. In P. pubescens the 5S rDNA site occurs in the terminal position of the short arm of a chromosome pair, in C. laevigatum in the pericentromeric region of the long arm and Cestrum intermedium has two sites in the pericentromeric region of the long arm. Although the uniformity in some karyotypic characters present in the family, the results show that, the differences in the distribution of repetitive DNA and rDNA may be useful in the genusidentification and better understanding of the evolutionary trends in Solanaceae. In the genus Solanum, considered megadiverse, the karyotypic features found in S. diploconos (chromosomal size and heterochromatin band pattern) can strengthen the consideration of this species (and other related) as an apart genus (Cyphomandra). Differences also found in other species may help to understand the morphological and ecological diversity present in Solanum
Subject: Citotaxonomia vegetal
Número cromossômico
Hibridização in situ
Coloração cromossômica
Heterocromatina
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mesquita_AmandaTeixeira_M.pdf4.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.