Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321572
Type: TESE DIGITAL
Title: Caracterização, imunodetecção e quantificação da expressão de proteínas relacionadas à patogenicidade de Xylella fastidiosa = Characterization, immunodetection and quantification of protein expression related to pathogenicity of Xylella fastidiosa
Title Alternative: Characterization, immunodetection and quantification of protein expression related to pathogenicity of Xylella fastidiosa
Author: Mendes, Juliano Sales, 1981-
Advisor: Souza, Anete Pereira de, 1962-
Abstract: Resumo: Interações planta-patógeno possuem uma ampla participação de mecanismos moleculares que dirigem todo o processo de manutenção e disseminação do patógeno em seu hospedeiro. X. fastidiosa é uma bactéria fitopatogênica com grande repercussão em importantes culturas agronômicas no mundo, como, por exemplo, na citricultura brasileira. Estudos acerca da compreensão dos mecanismos de patogenicidade de X. fastidiosa puderam ser melhor desenvolvidos após o sequenciamento do seu genoma, gerando novas informações e questionamentos em relação ao seu comportamento biológico e molecular. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo caracterizar a função da proteína VapD, acrônimo em inglês designado para virulence-associated protein D, produto da ORF XFb0051. Para tanto, foram utilizadas técnicas de imunodetecção por western blot para avaliação da expressão da proteína nos diferentes estágios de desenvolvimento do biofilme de X. fastidiosa, além de testes funcionais por meio de dicroísmo circular com desenovelamento térmico e testes de atividade de ribonuclease. Nossos resultados mostraram que VapD é uma proteína termoestável com atividade de ribonuclease, com maior expressão nas fases de maturação do biofilme, e de dispersão. Adicionalmente, VapD mostrou alta homologia estrutural com VapD de Helicobacter pylori. Simultaneamente foi realizado um estudo detalhado do perfil de secreção in vitro de proteínas de X. fastidiosa em diferentes estágios de formação do biofilme, e, adicionalmente, o perfil de secreção após ser submetida a uma dosagem subletal de tetraciclina, e também em meio contendo dosagem suplementar de cálcio (II). Nossos resultados mostraram um aumento do número de proteínas secretadas concomitante ao desenvolvimento do biofilme, podendo ser identificadas 50 proteínas na estirpe virulenta 9a5c e 48 na avirulenta J1a12, totalizando 74 diferentes proteínas em ambas as estirpes analisadas. Não houve diferença quantitativa sob uma dosagem subletal de tetraciclina, enquanto que sob uma suplementação com cálcio (II), houve considerável aumento da formação de biofilme e redução drástica de proteínas secretadas. Os resultados obtidos neste trabalho agregam informações inéditas acerca do comportamento biológico e molecular de X. fastidiosa, gerando subsídios para uma maior investigação referente ao seu complexo mecanismo de patogenicidade

Abstract: A broad range of molecular mechanisms contributes to plant-pathogen interaction, driving the maintenance and spread of the pathogen within the host. Xylella fastidiosa is a plant pathogen bacterium responsible for economic losses in many different crops worldwide, such as citrus in Brazil. Based on genome sequence of X. fastidiosa, new approaches may enable a better understand of its biological and molecular behavior. Therefore, this work aimed to characterize the function of VapD protein, acronym of virulence-associated protein D, ORF XFb0051. So, were used immunodetection assay by western blot for quantification of its relative expression levels in X. fastidiosa biofilm stages, and functional assays from circular dichroism unfold-refolding, and ribonuclease activity test. The results showed that VapD is a thermostable protein with ribonuclease activity, and higher expression in mature biofilm and dispersion stages. In addition, VapD showed high structural homology to VapD from Helicobacter pylori. At the same time a detailed study of the protein secretion profile in vitro of proteins of X. fastidiosa at different stages of biofilm formation was carried out. Additionally, a thorough analysis of the proteins secreted by X. fastidiosa was performed after treatment with a subinhibitory dosage of tetracycline and in media supplemented with calcium (II). The results showed an increase in secreted proteins concomitant with biofilm development, and identified 50 proteins from 9a5c virulent and 48 proteins from J1a12 avirulent strains, totaling 74 non-redundant proteins. There was no quantitative difference in response to subinhibitory concentrations of tetracycline, while the calcium (II) supplementation increase biofilm formation and decrease drastically the secreted proteins. The results of this study add new information about the biological and molecular behavior of X. fastidiosa, generating basis for the further research about its complex mechanism of pathogenicity
Subject: Xylella fastidiosa
Proteínas
Fatores de virulência
Secretoma
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mendes_JulianoSales_D.pdf3.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.