Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321451
Type: TESE DIGITAL
Title: Changes in innovation dynamics of the pharmaceutical industry = a study of the interaction between large pharmaceutical companies and the acquired small biotechnology enterprises = Mudanças na dinâmica inovativa da indústria farmacêutica: um estudo sobre as interações entre grandes empresas farmacêuticas e as pequenas empresas de biotecnologia adquiridas
Title Alternative: Mudanças na dinâmica inovativa da indústria farmacêutica : um estudo sobre as interações entre grandes empresas farmacêuticas e as pequenas empresas de biotecnologia adquiridas
Author: Matos, Murilo Montanari de, 1986-
Advisor: Queiroz, Sérgio Robles Reis de, 1956-
Abstract: Resumo: A indústria farmacêutica tem enfrentado desafios e mudanças em suas atividades de P&D. O desafio mais significativo neste setor é a queda de produtividade de suas atividades de pesquisa. Como consequência, o setor tenta por meio da incorporação de novas tecnologias aumentar o sucesso de seus outputs tecnológicos. Este fato gera, portanto, uma visível mudança na organização da P&D do setor. Nos anos recentes, as grandes empresas farmacêuticas têm aumentada suas alianças com pequenas empresas de biotecnologia e, ao mesmo tempo, estas grandes empresas tem internalizado novas tecnologias oriundas das pequenas empresas por meio de aquisições. Estes fatos deixam evidente que as pequenas empresas são fontes de inovação para as grandes empresas que as usam para superar a crise de produtividade de sua P&D. Fica claro que as pequenas empresas de biotecnologia contribuem com as grandes empresas que as adquiriram ao possibilitarem as mesmas adquirir novas competências e tecnologias. Dessa forma, o objetivo deste estudo é estabelecer uma forma geral de como a pequenas empresas de biotecnologia adquirida possam contribuir para as grandes empresas farmacêuticas que as compraram. Como hipótese, é dito que as pequenas empresas não contribuem todas da mesma forma, porém, as grandes empresas capazes de usar o maior número de inventores das pequenas empresas são aquelas mais eficientes em incorporar as novas competências e tecnologias adquiridas. Para alcançar o objetivo proposto e provar a hipótese do estudo, propõe-se a construção de um processo geral de contribuição composto por elementos que podem capturar a incorporação de competências de uma empresa pela outra. Baseado na bibliografia o processo geral de contribuição é composto por: (i) Contribuição prévia; (ii) Contribuição tecnológica direta; (iii) Contribuição tecnológica indireta e (iv) Contribuição em skills. A contribuição prévia é composta pelos acordos de pesquisa realizados pela empresa adquirida e a adquirente antes do processo de aquisição, colaborações são importante pois neste período as empresas podem desenvolver tecnologias de forma conjunta. Contribuição direta é medida quando a grande empresa usa as patentes da pequena empresa adquirida para produzir as próprias patentes. A contribuição indireta é uma forma de se medir como a grande empresa desenvolveu ao longo do tempo um conhecimento tecnológico similar ao da pequena empresa adquirida. Finalmente, contribuição em Skills compreende os inventores que eram da pequena empresa de biotecnologia e passaram a patentear pela grande empresa farmacêutica. A metodologia está baseada em dados de patentes e em entrevistas. O processo geral de contribuição foi aplicado à 5 grandes empresas sendo elas: (i) Pfizer, (ii) Merck; (iii) Johnson & Johnson; (iv) Roche e (v) Abbott-Laboratories. Com três empresas, Pfizer, Merck e Johnson & Johnson foram realizadas entrevistas. O estudo concluiu que os componentes do processo geral de contribuição são, realmente, relevantes no entendimento do processo de incorporação de competências. A contribuição em Skills se mostrou um importante componente e uma condição inicial para que o processo de contribuição aconteça

Abstract: The pharmaceutical industry has been facing changes and challenges related to its R&D activities. The most striking challenge, in this sector, is the productivity crises in the R&D activities. As a consequence this sector has been attempting to increase the rate of success in its technological outputs. One visible change in the pharmaceutical industry is happening in the industry organization and conduction of R&D. In recent years the number of alliances between Big-Pharma and small biotech enterprises has deeply increased and at the same time the Big-Pharma are internalizing several small enterprises¿ technologies through acquisitions. There is no doubt that the small biotech enterprises are now important sources of innovation used as an alternative to overcome the productivity crises and as consequence changing the way the pharmaceutical industry organize its R&D. Small biotech companies can surely contribute in terms of technology to the Big-Pharma that acquired them, therefore, the objective of this study is to establish a general view of how the small acquired biotech companies can contribute to the large pharmaceutical enterprise that acquired them. As a hypothesis the study says that biotech enterprises do not contribute all in the same way, but, the large enterprises capable of using the small emprises inventors are the ones that are more efficient on incorporating the technologies and competences of the acquired small biotech firm. In order to accomplish the proposed objective and to prove the hypothesis, this study propose the construction of an overall contribution process composed by elements that can capture the incorporation of technologies from one enterprises to another. Based on the bibliography the overall contribution process is composed by: (i) Prior contribution; (ii) Direct technical contribution; (iii) Indirect technical contribution and (iii) Skills contribution. Prior contribution are the research collaborations established by the acquired and the acquiring companies, through collaborations enterprises can develop technologies together. Direct technical contribution is when the acquiring enterprises uses acquired company¿ patents to produce new patents, this feature can be measured by the patent referenced in other patents. Indirect technical contribution is an attempt to observe, in the large pharmaceutical company, the development of the same technical knowledge possessed by the acquired company. Finnaly the skills contributions is measured by the inventors that move from the acquired enterprise to the acquiring one. To gather these data, patents were highly used together with interviews. The overall contribution process was applied in five Big-Pharma, (i) Pfizer, (ii)Merck, (iii) Johnson & Johnson; (iv) Roche and (v) Abbott-Laboratories. The study concluded that the overall contribution components are indeed relevant in a process of incorporating technology. Being skills contribution a contribution for the contribution to happen
Subject: Transferência de tecnologia
Indústria farmacêutica
Biotecnologia - Inovações tecnológicas
Language: Inglês
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Matos_MuriloMontanaride_D.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.