Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321446
Type: TESE DIGITAL
Title: A Cooperação Sul-Sul em Saúde Brasileira : considerando conhecimentos, imaginários e práticas de uma política internacional
Title Alternative: Brazilian South-South Cooperation for Health : Considering knowledge, imaginaries and practices of an international policy
Author: Gayard, Nicole Aguilar, 1986-
Advisor: Costa, Maria Conceição da, 1956-
Abstract: Resumo: A presente Tese analisa a cooperação técnica internacional em saúde empreendida pelo governo brasileiro no início do século XXI. A partir de uma perspectiva co-producionista entre ciência e sociedade, avançada pelos Estudos Sociais da Ciência e Tecnologia (ESCT), a análise procura identificar que visões e imaginários sociotécnicos embasam a recente política de cooperação internacional em saúde, que envolve institutos de pesquisa e bases de conhecimento nacionais, e que práticas resultam desta visão compartilhada pelas políticas e projetos de cooperação. Traz-se à luz a importância dos elementos científicos e tecnológicos na condução da cooperação técnica internacional, tanto quanto das formas imaginadas de ordenamento e dos instrumentos e materialidades que lhes dão sustentação. Reconhecendo uma perspectiva social e cultural do desenvolvimento da ciência e de suas estruturas, a Tese retraça a conformação da Fiocruz e das políticas nacionais de saúde, tanto quanto de um terceiro ator decisivo no processo ¿ a Organização Pan-Americana de Saúde. Em seguida, analisa a conformação da política de cooperação internacional em saúde brasileira, a partir da coordenação entre os diferentes atores envolvidos, e aponta para imaginários e concepções de saúde imbuídos na proposta avançada. Por fim, analisa o conjunto das atividades realizadas pela cooperação internacional brasileira em saúde, de modo a identificar como as práticas reproduzem e reforçam o uso de conhecimentos nacionais e modelos de ordenamento social em saúde presentes no contexto nacional

Abstract: This PhD study analyzes the international technical cooperation in health undertaken by the Brazilian government in the early twenty-first century. From a co-productionist perspective between science and society, advanced by the Social Studies of Science and Technology (SSST), the analysis seeks to identify what visions and sociotechnical imaginary underlie this recent international policy, involving research institutes and national knowledge bases. It also reveals and discusses the practical result of this vision shared through the political and cooperation projects. The analysis brings into light the importance of scientific and technological elements in the conduction of international technical cooperation, as well as the imagined forms of planning and instruments and materiality that supports them. By recognizing a social and cultural perspective of the development of science and its structures, the thesis retraces the conformation of Fiocruz and national health policies, as much as a third actor decisive in the process - The Pan-American Health Organization (PAHO). It also retraces the shaping of this international cooperation policy between these three actors, and the visions and imaginaries of public health incorporated therein. Finally, the study analyzes the overall activities that were set under this policy, in order to establish how the practices and projects implemented have reinforced an ordering model between health policies and health knowledge structures that replicate the Brazilian structure
Subject: Cooperação internacional
Saúde
Relações internacionais
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IG - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Gayard_NicoleAguilar_D.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.