Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321441
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Modulação autonômica da frequência cardíaca e capacidade funcional em hipertensos antes e após treinamento físico aeróbio não exaustivo supervisionado : estudo piloto
Title Alternative: Autonomic modulation of heart rate and aerobic functional capacity in hypertensive before and after aerobic physical training not exhaustive supervised : pilot study
Author: Nascimento, Jucian Silva do, 1969-
Advisor: Rodrigues, Roberta Cunha Matheus, 1965-
Abstract: Resumo: Este estudo teve como objetivo comparar a modulação autonômica da freqüência cardíaca e a capacidade funcional aeróbia em hipertensos antes e após treinamento físico aeróbio supervisionado, com intensidade determinada pelo protocolo de Duplos Esforços Não Exaustivos (DENE). Tratou-se de um estudo de intervenção, não aleatorizado, quase experimental, com três etapas de coletas de dados. A amostra foi composta por hipertensos, com liberação para realização de atividade física, em seguimento num ambulatório médico especializado da rede pública de saúde. Na abordagem inicial (T0) foram obtidos os dados de caracterização sociodemográfica e clínica, medidas antropométricas (massa corporal e estatura) e os participantes foram submetidos ao teste de exercício cardiopulmonar para determinação do consumo pico de oxigênio (VO2pico). Em T2 (três a sete dias após T0), foi coletada a variabilidade da frequência cardíaca (VFC) e determinada a intensidade do treinamento físico por meio do protocolo DENE. Em T2, foi iniciado o treinamento físico aeróbio supervisionado, composto por três sessões semanais, com duração de até uma hora, durante um período de doze semanas. Em T3 (treze semanas após T0), os pacientes foram reavaliados. Os dados foram submetidos à análise de comparação entre as condições pré e pós treinamento por meio do teste t de Student pareado. Para verificar a influência de uma variável sobre a outra foi utilizado o coeficiente de determinação (r2), pela análise de regressão linear simples. Para verificar o tamanho do efeito do treinamento foi utilizado o effect size. Os achados evidenciaram que na comparação dos índices da VFC entre as condições pré e pós treinamento houve aumento significativo da alta frequência (AF), redução da baixa frequência (BF) e da razão BF/AF. Também foi constatado aumento significativo do VO2pico. Foi verificada relação positiva significativa entre o VO2pico e os índices da VFC na condição pós treinamento. Os achados permitiram concluir que o treinamento físico aeróbio supervisionado com intensidade determinada pelo protocolo DENE, exerceu influência positiva sobre a modulação autonômica da FC e capacidade funcional aeróbia de hipertensos em seguimento ambulatorial. Palavras-chave: frequência cardíaca; fatores de risco; sistema nervoso autônomo; exercício físico

Abstract: Autonomic modulation of heart rate and aerobic functional capacity in hypertensive before and after aerobic physical training not exhaustive supervised: pilot study This study aimed to compare the autonomic modulation of heart rate and aerobic functional capacity in hypertensive patients before and after aerobic physical training supervised, with intensity determined by the Efforts Double Not Exhaustive protocol (EDNE). This was an intervention study, not randomized, quasi-experimental, with three stages of data collection. The sample consisted of hypertensive, with release to perform physical activity, following at a specialized medical clinic of the public health system. In the initial approach (T0) were obtained sociodemographic and clinical data, anthropometric measurements (weight, height and participants made the cardiopulmonary exercise testing to determine the peak oxygen consumption (VO2 peak). In T2 (three to seven days after T0), was collected heart rate variability (HRV) and determined the intensity of physical training through EDNE protocol. In T2, was started the supervised physical aerobic training, consisting of three weekly sessions, lasting up to an hour for twelve weeks. In T3 (after thirteen weeks T0), patients were evaluated. The data were submitted to the comparison analysis between pre and posttraining conditions using the Student paired t test. To check the influence of a variable on the other we used the coefficient of determination (r2) for the simple linear regression analysis. To check the size of the effect of training we used the effect size. The findings show that when comparing the HRV indices between pre and post training conditions there was a significant increase in high frequency (HF), low frequency reduction (LF) and LF / HF ratio. It was also noted significant increase in VO2peak. It was a significant positive relationship between VO2peak and the indices of HRV in post training period. The findings suggest that aerobic exercise training supervised with intensity determined by EDNE protocol, had positive influence on the autonomic modulation of HR and aerobic functional capacity of hypertensive outpatients
Subject: Frequência cardíaca
Fatores de risco
Sistema nervoso autônomo
Exercícios físicos
Editor: [s.n.]
Citation: NASCIMENTO, Jucian Silva do. Modulação autonômica da frequência cardíaca e capacidade funcional em hipertensos antes e após treinamento físico aeróbio não exaustivo supervisionado: estudo piloto. 2015. 1 recurso online ( 95 p.). Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Enfermagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/321441>. Acesso em: 30 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FENF - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nascimento_JucianSilvado_D.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.