Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321417
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: De Copenhague a Paris : a política agrícola de mudança do clima no Brasil e a função da adaptação como agente transformacional
Title Alternative: Copenhagen to Paris : agricultural climate change politics in Brazil and the function of adaptation as a transformational agent
Author: Mozzer, Gustavo Barbosa, 1976-
Advisor: Vieira, Simone Aparecida, 1967-
Abstract: Resumo: Este trabalho discute a adequabilidade da política brasileira de mudança do clima, como promotora de ações estruturantes de adaptação. Analisamos, no contexto do processo de implementação da UNFCCC, a relação Norte-Sul, no que se refere ao suporte para o desenvolvimento de políticas públicas. Argumentamos que a política internacional tem contribuído para criar distorções, induzindo países em desenvolvimento a priorizarem agendas focadas em mitigação de emissões de gases de efeito estufa em detrimento de investimentos estruturantes de longo prazo em adaptação. Estudamos o caso brasileiro com a implementação do Plano ABC, e nesse contexto, avaliamos como técnicos em extensão rural e pecuaristas de Minas Gerais têm percebido benefícios decorrentes da implementação da tecnologia de recuperação de pastagens degradadas, incentivada por meio da linha ABC-Recuperação, em especial possíveis efeitos associados à produtividade e capacidade adaptativa dos sistemas produtivos. O estado de Minas Gerais foi selecionado para esse estudo em função do elevado nível de adoção do Plano ABC observado até o ano de 2013. O estudo foi executado em duas etapas, abrangendo nove mesorregiões de MG. Inicialmente, foi avaliado como técnicos em extensão rural percebem a mudança do clima e seus efeitos sobre a atividade de produção pecuária, além do impacto da adoção da linha ABC-Recuperação. Na segunda etapa do estudo, pecuaristas que já haviam adotado a linha ABC-Recuperação foram entrevistados com o objetivo de avaliar sua intenção comportamental de manter ou incrementar a recuperação de pastagens degradadas a médio/longo prazo. De modo complementar, séries históricas de dados meteorológicos colhidos entre 1960 e 2010 nas mesorregiões estudadas foram avaliados quanto ao padrão de flutuação de temperatura, precipitação e umidade relativa. A dinâmica de flutuação desses parâmetros foi comparada à percepção vocalizada pelos técnicos em extensão rural. Os padrões de chuva e temperatura variam entre mesorregiões, e a percepção declarada pelos entrevistados correlacionou-se mais intensamente com a frequência de eventos extremo de calor. Veranicos, eventos de seca durante o período chuvoso, foram os fatos mais notadamente citados pelos entrevistados com relação a precipitação. Em regiões onde esse padrão foi observado, constatou-se sensibilidade mais caracterizada ao tema da mudança do clima do que em regiões onde esse tipo de stress hídrico não foi tão pronunciado. Por fim, analisamos a intenção comportamental dos pecuaristas, que adotaram a linha ABC-Recuperação em permanecer adotando a tecnologia de recuperação de pastos degradados, como estratégia para reduzir os riscos de flutuações climáticas. Com base nesses resultados um modelo estatístico foi proposto e seu grau de explicação foi calculado em 31,52% da variância dos dados. Quatro fatores destacaram-se como prioritários: "Habilidade em controlar a situação", "Crenças de controle", "Crenças comportamentais" e "Motivação para concordar com o referente". Os resultados alcançados por esse estudo sustentam a viabilidade do uso de técnicas quantitativas para avaliação de políticas públicas. A análise da intenção comportamental, associada ao enfrentamento das mudanças do clima, permitirá antecipar a avaliação da performance dessas políticas, resultando assim em ganhos sistêmicos de governança, em especial no que se refere à performance de estratégias de adaptação aos efeitos da mudança do clima

Abstract: he aim of this thesis is to discuss the suitability of the Brazilian sectoral climate change policy for the agricultural sector, as a promoter of structural adaptation actions with medium / long term benefits. Thus, we analyzed the North-South relationship with regards to support for public policy development, in the context of the UNFCCC implementation process. We argue that international politics has contributed to create distortions, inducing developing countries to prioritize greenhouse gases focused agendas at the expense of long-term structural investments in adaptation. We studied the Brazilian case with regard the implementation of the Brazilian Sectoral Plan for Mitigation and Adaptation to Climate Change for the consolidation of a Low Carbon Economy in Agriculture (ABC Plan), in this context, we assed how the livestock sector from Minas Gerais (MG) state has perceived benefits resulting from the implementation of the degraded pasture recovery technology, promoted by the recovery ABC-credit line, in particular, effects associated to productivity and adaptive capacity of production systems. The MG state was selected for this study due to the magnitude of the ABC Plan adoption in comparison to other Brazilian states, in particular up until 2013. The study was performed in two stages, covering nine mesoregions in MG. Initially, climate change perception was evaluated among rural extension service technicians, particularly its effects on livestock production, and the impact of the adoption of ABC-recovery credit line. In the second stage of the study, farmers who had adopted the ABC-recovery credit line were interviewed in order to assess their behavioral intention to maintain or enhance the recovery of degraded pastures in the medium / long term. Complementarily, series of meteorological data, collected between 1960 and 2010 in 51 sites distributed over MG mesoregions were evaluated according to temperature fluctuation, precipitation and relative humidity. The dynamics of fluctuation of these parameters were compared to the perception voiced by experts in rural extension. The temperature and rainfall patterns vary between mesoregions and the perception reported by the interviewed public correlated more strongly with the frequency of extreme heat events. With respect to precipitation, Indian summers, characterized by particularly drought events during the rainy season, were the most notably highlighted facts by respondents. In regions where this pattern was observed, there was more characterized sensitivity to climate change issue than in regions where this type of water stress was not as pronounced. Finally, we analyze the behavioral intention of farmers who adopted the ABC-recovery credit line to remain adopting the degraded pasture recovery technology as a strategy to reduce the risks of climate fluctuations. Based on these results a statistical model was proposed and its degree of explanation was calculated at 31.52% of the variance of the data. Four factors were highlighted as priorities: "Ability to control the situation", "Control beliefs ", "Behavioral beliefs" and "Motivation to agree to the referent." The results achieved in this study support the viability of the use of quantitative techniques for evaluating public policies. The analysis of behavioral intention associated with the confrontation of climate change, could be used as a tool to support public policy management. The assessment of public policies performance would result in systemic governance gains, particularly in relation to the performance of adaptation strategies with regards to effects of climate change
Subject: Plano Nacional sobre Mudança do Clima (Brasil)
Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas (Brasil)
Mudanças climáticas - Aspectos ambientais
Pecuaria
Adaptação (Biologia)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IFCH - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mozzer_GustavoBarbosa_D.pdf8.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.