Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321363
Type: TESE DIGITAL
Title: Complacência arterial central após protocolos de exercício de força em idosos = Central arterial compliance afer resistance exercise protocols in elderly
Title Alternative: Central arterial compliance afer resistance exercise protocols in elderly
Author: Sardeli, Amanda Veiga, 1988-
Advisor: Chacon-Mikahil, Mara Patrícia Traína, 1965-
Mikahil, Mara Patrícia Traína Chacon
Abstract: Resumo: Com o processo de envelhecimento, as grandes artérias centrais se tornam menos complacentes elevando o risco de mortalidade. No primeiro estudo incluso neste trabalho, revisamos sistematicamente o efeito dos diversos tipos de exercício sobre a complacência arterial central (CAC), realizando meta-análise com os principais deles e discriminando os diversos protocolos e populações estudadas. 68 estudos foram inclusos na revisão sistemática e 1187 sujeitos foram inclusos para meta-análise. Os resultados da meta-análise mostraram que o treinamento aeróbio se mostrou eficiente em aumentar a CAC, no entanto o treinamento de força, em longo prazo, reduziu a CAC. O treinamento combinado mostrou uma tendência à redução da CAC. Os efeitos agudos de uma sessão de exercícios tanto aeróbios como de força se mostraram inconclusivos. Discutimos os principais mecanismos que contribuem para as adaptações da CAC decorrentes dos diversos tipos de exercício. Diante da probabilidade dos efeitos agudos de cada protocolo de exercício estar associados às adaptações em longo prazo, concluímos que, primeiramente, é necessário estabelecer os efeitos agudos das sessões de exercício, além de estudar os efeitos isolados de cada protocolo e população. Visto que o treinamento de força, é fundamental para a saúde de idosos e alguns estudos têm mostrado redução da CAC com este, o objetivo do estudo experimental foi comparar o efeito agudo de três diferentes sessões de exercício de força (EF), sobre a CAC de idosos. Selecionamos três protocolos eficientes para ganho de força e massa muscular: EF de alta intensidade (EFAI), EF de baixa intensidade (EFBI) e EF com restrição parcial do fluxo sanguíneo (EFRFS). As sessões experimentais não alteraram significantemente a CAC de 19 idosos. O efeito das sessões experimentais sobre a CAC foi bastante heterogêneo entre indivíduos, em todas as sessões. Os valores basais de CAC se associaram inversamente com o efeito deste após as sessões de EF, indicando que quanto maior a CAC maior a redução desta com a sessão. Esta diversidade de efeitos não pôde ser explicada por alterações pressóricas ou na modulação autonômica cardíaca. Concluímos que o efeito do EF sobre a CAC pode não ser exclusivamente dependente do protocolo de exercício realizado, mas também de características individuais que precisam ser minuciosamente investigadas nos próximos estudos. Além disso, resta saber como e se estes efeitos agudos podem mediar às adaptações em longo prazo para que o treinamento com EF seja precisamente planejado para evitar possíveis danos à saúde dos idosos

Abstract: Along the aging process, large and elastic arteries become mess compliant, increasing the mortality risk. At the first study of this report, we systematically revised the effect of different types of exercises over central arterial compliance (CAC), performing a meta-analysis with each of them, and discriminating the various protocols and study populations. 68 studies were included in the systematic review and 1187 subjects were included for meta-analysis. The endurance training was efficient increasing the CAC, however the long-term resistance training reduced the CAC. The combined training showed a trend to reduce CAC. The acute effects of both aerobic exercise session and resistance proved inconclusive. We discuss the main mechanisms that contribute to CAC adaptations arising from various types of exercise. Faced with the probability of acute effects of each exercise protocol be associated with the long term adaptations, we conclude that it is first necessary to establish the acute effects of exercise sessions, and to investigate the isolated effects of each protocol and population. Since resistance training is critical to the health of seniors and some studies have shown reduction in CAC with this type of training, the objective of the experimental study was to compare the acute effect of three different resistance exercise sessions (RE), on CAC of elderly. We selected three efficient protocols to gain strength and muscle mass: high-intensity RE (HIRE), low-intensity RE (LIRE) and RE with partial restriction of blood flow (BFRRE). Although both types of RE apparently reduced the mean carotid diameter (of a sample of 19 elderly), the CAC was reduced only in HIRE, while BFRRE increased CAC. The effect of RE on CAC of elderly varied widely between subjects at the different types of RE, and baseline CAC were inversely associated with the CAC effect after the RE sessions. These different changes could not be explained by blood pressure or cardiac autonomic modulation changes. We conclude that the effect of RE on CAC may not being exclusively dependent of the exercise protocol, but also from individual characteristics that need to be thoroughly investigated in future studies. In addition, it remains unknown whether and how these acute effects may mediate the long-term adaptations, so RE training could be precisely designed to prevent possible damage to the health of the elderly
Subject: Exercícios físicos
Força muscular
Sistema cardiovascular
Envelhecimento
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sardeli_AmandaVeiga_M.pdf4.4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.