Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321297
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.descriptionOrientador: Dagmar de Paula Queluzpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicabapt_BR
dc.format.extent1 recurso online (143 p.) : il., digital, arquivo PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.relation.requiresRequisitos do sistema: Software para leitura de arquivo em PDFpt_BR
dc.typeTESE DIGITALpt_BR
dc.titleGestão compartilhada : percepções de profissionais no contexto de saúde da famíliapt_BR
dc.title.alternativeShared management : professional perceptions in family health contextpt_BR
dc.contributor.authorPenedo, Rafaela Mossarelli, 1986-pt_BR
dc.contributor.advisorQueluz, Dagmar de Paula, 1961-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicabapt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Odontologia em Saúde Coletivapt_BR
dc.subjectGerenciamento da prática profissionalpt_BR
dc.subjectGestão em saúdept_BR
dc.subjectPesquisa qualitativapt_BR
dc.subjectPesquisa sobre serviços de saúdept_BR
dc.subject.otherlanguagePractice managementen
dc.subject.otherlanguageHealth managementen
dc.subject.otherlanguageQualitative researchen
dc.subject.otherlanguageHealth services researchen
dc.description.abstractResumo: O presente estudo teve o objetivo de conhecer as percepções dos profissionais das equipes de saúde da família no município de Piracicaba sobre a temática da gestão compartilhada. Foi realizado com base nos pressupostos teóricos da pesquisa qualitativa, utilizando o método da Análise de Conteúdo na modalidade temática, proposta por Gomes (2010). O universo de estudo foi constituído de 25 trabalhadores das unidades de saúde da família com equipes de saúde bucal. Participaram profissionais agentes comunitários de saúde, técnicos e auxiliares de enfermagem, auxiliares de saúde bucal, dentistas, médicos e enfermeiros. A coleta de dados iniciou-se em abril e foi finalizada em junho de 2015. A obtenção dos dados foi realizada inicialmente por entrevistas semiestruturadas, áudio gravadas e posteriormente transcritas. A análise temática revelou 4 categorias temáticas principais: Tomadas de decisões, com os temas Tomada de decisão individual (3 subtemas) e Tomada de decisão coletiva (3 subtemas); Liderança e gestão, com os temas Gerente enfermeira sem auxílio de outros profissionais (2 subtemas) e Gerente Enfermeira com auxílio de outros profissionais (6 subtemas); Percepções sobre gestão compartilhada, com os temas Gestão descentralizada (10 subtemas) e Gestão Centralizada (3 subtemas); Gestão do trabalho na USF, com os temas Gestão Compartilhada (3 subtemas) e Gestão não compartilhada (4 subtemas). Concluiu-se que a tomada de decisões é realizada pelo enfermeiro em sua maioria. Em algumas equipes este profissional entende a necessidade de compartilhar a tomada de decisões por valorizar a gestão compartilhada e em outras equipes, a tomada de decisões é feita pelos profissionais de nível superior, predominantemente o enfermeiro, o que acaba reforçando a divisão do trabalho na equipe. O enfermeiro foi majoritariamente apontado como o gerente da maioria das unidades. Em poucas equipes o médico também foi um profissional apontado como gerente em conjunto com o enfermeiro ou em caráter de suplência. Em apenas uma equipe o dentista foi apontado como gerente, na ausência do enfermeiro. De acordo com as percepções dos trabalhadores, gestão compartilhada é um processo participativo, que envolve toda a equipe. Eles valorizam a participação e a democracia nas equipes para que se possa trabalhar em uma proposta de gestão mais horizontal. Porém, foram apontados modelos de gestão verticalizados, centralizados no enfermeiro. Sobre a gestão do trabalho, foram apontadas estruturas de gestão compartilhada e não compartilhada nas equipes e para ambas, foram identificados os aspectos que as caracterizampt
dc.description.abstractAbstract: This research aimed to comprehend the perceptions of family health teams workers about work management perceptions. It was based on the theoretical assumptions of qualitative research, using the method of content analysis, thematic modality proposed by Gomes. The universe of study were 25 workers in the family health units with oral health teams. These professionals were community health agents, technicians and nursing assistants, dental health assistants, dentists, doctors and nurses. Data collection started on April and ended on June 2015. Data collection was initially carried out by semi-structured interviews, audio recorded and later transcribed. Thematic analysis revealed four main axis and their themes, they are: Axis 1: About the decision-making (9 subjects). Axis 2: Leadership and management (8 subjects). Axis 3: Perceptions of shared management (16 subjects). Axis 4: The management of work at USF (8 subjects). It was concluded that decision making is performed by nurses mostly. In some this professional team understands the need to share decision-making by enhancing the shared management and other teams, decision-making is done by the top-level professionals, mostly nurses, which ends up reinforcing the division of labor in team . The nurse was mainly appointed as the manager of most units. In few, the team doctor was also a professional appointed as manager in partnership with the nurse or in substitutive character. In just a team dentist he was appointed as manager in the absence of the nurse. According to the perceptions of workers, shared management is a participatory process involving the entire team. They value the participation and democracy in teams so that they can work on a proposal for a more horizontal management. However, the research pointed verticalized management models, centralized in nurses. About the management of labor, shared management structures have been identified and not shared in teams and for both many aspects that characterize them were identifieden
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.citationPENEDO, Rafaela Mossarelli. Gestão compartilhada: percepções de profissionais no contexto de saúde da família. 2016. 1 recurso online (143 p.). Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Piracicaba, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/321297>. Acesso em: 31 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplineOdontologia em Saude Coletivapt_BR
dc.description.degreenameMestra em Odontologia em Saúde Coletivapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameSpiri, Wilza Carlapt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameGonçalo, Camila da Silvapt_BR
dc.date.available2018-08-31T13:26:59Z-
dc.date.accessioned2018-08-31T13:26:59Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-31T13:26:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Penedo_RafaelaMossarelli_M.pdf: 1197791 bytes, checksum: 4f61cdc0b1ae2b7892b3728c2d3ebb10 (MD5) Previous issue date: 2016en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321297-
Appears in Collections:FOP - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Penedo_RafaelaMossarelli_M.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.