Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321218
Type: TESE DIGITAL
Title: Polêmica em torno de dislexia : um caso de interincompreensão
Title Alternative: Polemics about dyslexia : a interincomprehension story
Author: Aquino, Patrícia Aparecida de, 1970-
Advisor: Possenti, Sírio, 1947-
Abstract: Resumo: Analisamos, da perspectiva da Análise de Discurso Francesa, um espaço discursivo polêmico que envolve dois posicionamentos em torno daquilo que alguns nomeiam dislexia: os erros de crianças em fase de aquisição da escrita. Por um lado, há o discurso que utiliza argumentos relacionados à educação e à linguística (que nomeamos E/L), cujos enunciadores encaram os erros como constitutivos do processo de aquisição da escrita e, por outro, o discurso no qual os argumentos estão relacionados à saúde e à medicina (que nomeamos S/M), enunciado por aqueles que veem os erros como distúrbios de aprendizagem. Os enunciadores de ambos os posicionamentos assumem, com frequência, que se trata de um tema polêmico e recorrem a argumentos que, em geral, dialogam não com o Outro, mas com seus simulacros ¿ característica dos discursos polêmicos ¿ e que, outras vezes, desconsideram o Outro, em uma espécie de apagamento, de um não-diálogo. Essa polêmica existe há mais de um século e tem sido recentemente acirrada no Brasil, por exemplo, com o lançamento, por parte do Conselho Federal de Psicologia, de uma campanha contra o uso excessivo de medicamentos cuja finalidade seria melhorar o desempenho escolar de crianças e adolescentes; com a tramitação do projeto de lei 7081 2010, que dispõe sobre o diagnóstico e tratamento da dislexia e do transtorno de déficit de atenção com hiperatividade na Educação Básica; e com a instituição do "Dia Nacional de Atenção à Dislexia" (dia 16 de novembro) ¿ LEI Nº 13.085, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em 08 de janeiro de 2015. Analisamos a polêmica com base na proposta de análise de discurso de Maingueneau (1984) e a relacionamos às formas de manifestação dos mecanismos disciplinares, de Foucault (1973 e 1975). Além disso, procuramos conhecer melhor a interação entre esses posicionamentos discursivos e a compreensão dessa polêmica por alguns dos sujeitos diretamente afetados por ela: os familiares das crianças diagnosticadas como disléxicas e os profissionais que lidam com as dificuldades das crianças e ou com os diagnósticos: professores alfabetizadores, psicopedagogos e fonoaudiólogos

Abstract: We exanimated, from the perspective of the French Discourse Analysis theory, a controversial discursive space, involving two discursive positions on what some call dyslexia: children¿s errors in the process of writing acquisition. On the one hand, there is the discourse which predominantly uses arguments concerning Education and Linguistics (which we call E/L), where errors are considered as constituting the writing acquisition process and, on the other hand, the discourse in which the arguments are related to the areas of the health and medicine (which we call S/M), which see errors as learning disorders. The enunciators of both positions often assume that this is a controversial issue and use arguments that, in general, dialogue not with the Other, but with their simulacra ¿ characteristic of polemic discourses ¿ and which, at other times, disregard the Other, in a kind of erasure, a non-dialogue. This controversy has existed for over a century and has recently been fierce in Brazil, for example, when the Federal Council of Psychology launched a campaign against the overuse of medication whose purpose would be to improve the academic performance of children and adolescents; when the Draft Law 7081 2010, which guarantees the diagnosis and treatment of dyslexia and attention deficit hyperactivity disorder in Basic Education; and when the "Dia Nacional de Atenção à Dislexia" was established (November, 16) ¿ LAW Nº 13.085, sanctioned by President Dilma Rousseff on January, 8 2015. We analyzed the controversial proposal based on Discourse Analysis by Maingueneau (1984) and we are related it to the disciplinary mechanisms, by Foucault (1973, 1975). Besides that, we considered necessary to have a better understanding of the interaction between these discursive positions and how people directly affected by dyslexia see this issue: the families of children diagnosed as dyslexic and literacy teachers, speech therapists and psychopedagogues
Subject: Dislexia
Crianças disléxicas
Aquisição da escrita
Semântica
Análise do discurso
Intercompreensão (Linguística)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Aquino_PatriciaAparecidade_D.pdf5.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.