Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321208
Type: TESE DIGITAL
Title: O papel do setor externo no crescimento da economia chinesa (1978-2008)
Title Alternative: The role of the external sector in Chinese economic growth (1978-2008)
Author: Zana, Eduardo Roberto, 1983-
Advisor: Silva, Antonio Carlos Macedo e, 1959-
[, Antonio Carlos Macedo e Silva
Abstract: Resumo: O progresso econômico da China nas últimas três décadas constitui uma das experiências mais bem-sucedidas na história recente da literatura do desenvolvimento. De 1978 a 2008, a taxa de expansão do PIB chinês foi de quase 10% ao ano, muito acima daquele dos demais países no período, o que nos leva a indagar sobre quais seriam os principais determinantes da trajetória da economia chinesa. O processo de reformas econômicas foi marcado por uma reorientação da economia chinesa em direção ao setor externo, o que significou - na hipótese desta dissertação ¿ um poderoso instrumento para a modernização da economia. Com isso, o objetivo deste trabalho consiste em mostrar a importância do setor externo para o crescimento da economia chinesa no período de 1978 a 2008, bem como apontar os diferentes canais de transmissão e seus mecanismos de funcionamento sobre a economia chinesa. O principal resultado obtido foi que as exportações contribuíram decisivamente para a expansão da demanda agregada nos anos 2000, algo surpreendente para uma economia de proporções continentais que nem a chinesa. Além disso, as vendas externas da China contribuíram indiretamente, por meio da geração de divisas e de lucros, essenciais para a sustentação do crescimento econômico no longo prazo. Ademais, pelo lado da oferta, as exportações se transformaram numa importante fonte de aprendizado gerado pela maior inserção das empresas aos mercados externos e fomentaram a mudança estrutural a favor da indústria, ambos fatores favorecendo o aumento de produtividade média da economia. Além disso, esta dissertação analisa também o papel desempenhado pelo (as): a) investimento direto estrangeiro (IDE) como fonte de divisas (sobretudo nos anos 80) e para a maior inserção da China às que seriam posteriormente denominadas pela literatura de cadeias produtivas globais; b) reformas do comércio exterior, por meio da eliminação do monopólio das companhias de comércio exterior e da introdução do sistema dual de comércio, e posterior ingresso na Organização Mundial de Comércio (OMC) em 2001; c) manutenção da taxa de câmbio em níveis estáveis e competitivos, condição essencial para o êxito do setor exportador

Abstract: China's economic progress over the past three decades is one of the most successful experiences in the recent history of the economic development literature. From 1978 to 2008, China¿s GDP growth rate was more than 9% per year, growth rate well above the other countries in the same period. This leads us to wonder about what would be the main determinants of Chinese growth trajectory. The process of economic reforms was marked by a shift of the Chinese economy orientation towards the external sector, which represents - for this study case - a powerful tool for modernizing the economy. Thus, the aim of this study is to show the importance of the external sector for China¿s economic growth over the period of 1978-2008, as well as pointing out the different transmission channels and their operating mechanisms on the Chinese economy. The main result was that exports contributed decisively to the expansion of aggregate demand in the years 2000s, something surprising for an economy with continental proportions such as Chinese economy. In addition, China's foreign sales contributed indirectly through the generation of foreign exchange and profits, essential for sustaining economic growth in the long term. Furthermore, on the supply side, exports have been an important source of learning through greater integration of companies into foreign markets and fostering structural change in favor of the industry, both factors acting to increase in the average productivity of the economy. In addition, this dissertation also analyzes the role of: a) foreign direct investment (FDI) as a source of foreign currency (mainly in the 80s) and as a contributor to China¿s greater integration within the global supply chains; b) foreign trade reforms through eliminating the monopoly of foreign trade companies and introducing dual trading system, as well as China¿s entry into the World Trade Organization (WTO) in 2001; c) maintaining stable and competitive foreign exchange rate, an essential condition for the success of the export sector
Subject: Exportação - China
Investimento direto estrangeiro
Taxas de câmbio
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Zana_EduardoRoberto_M.pdf5.51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.