Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321200
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Perspectivas interdisciplinares na teoria da moeda : Georg Simmel, André Orléan, complexidade e semiótica
Title Alternative: Interdisciplinary perspectives on the theory of money : Georg Simmel, André Orléan, complexity and semiotics
Author: Ferraciolli, Eduardo Coltre, 1984-
Advisor: Dequech Filho, David, 1963-
Filho, David Dequech
Abstract: Resumo: A moeda é uma instituição central e multifacetada que se encontra implicada nos mais variados aspectos da vida econômica e social. Nesse sentido, ela é um objeto de estudo ideal para abordagens que combinam contribuições da economia e das outras ciências sociais. Esse trabalho explora diferentes abordagens interdisciplinares na teoria da moeda, concentrando-se sobre as visões propostas por Georg Simmel, André Orléan e um conjunto de outros autores que trabalham em perspectivas informadas pela teoria da complexidade e pela semiótica. Com o objetivo de criar subsídios para uma compreensão da moeda que vá além da visão geralmente oferecida pela economia, acompanhamos cada uma dessas contribuições, com as quais economistas podem estar mais ou menos familiarizados, ao longo da análise extraindo seus principais componentes e apontando as possíveis conexões estabelecidas entre elas. Buscamos mostrar como a concepção de moeda derivada dessas abordagens ressalta questões de abstração, convencionalidade, representação, autocoordenação, performatividade e emergência espontânea de ordem ¿ questões que ora apoiam e ora questionam algumas premissas da teoria monetária tradicional, apontando para a possibilidade de uma relação fértil entre a economia e a sociologia no estudo da moeda, com muito a ganhar por ambos os lados

Abstract: Money is a multifaceted and central institution, one implicated in many, if not most aspects of economic and social life. As such, it is an ideal subject for investigation using theoretical approaches that combine insights from economics and other social sciences. This study explores different strands of interdisciplinary work on the theory of money, focusing on the views proposed by Georg Simmel, André Orléan and a group of different authors working within the traditions of complexity theory and semiotics. With the goal of developing resources for a richer understanding of money than the one most often encountered in economics, we visit each of these contributions, some more and some less familiar to economists, all the while drawing out their main elements and exploring the possible connections established between them. We show how the conception of money offered by these approaches brings to the fore issues of abstraction, conventionality, representation, objectivity, self-coordination, performativity and spontaneous emergence of order, alternatively supporting and questioning some of the assumptions of traditional monetary theory, and pointing to a potentially profitable interaction between economics and other social sciences for the study of money
Subject: Simmel, Georg, 1858-1918
Orléan, André, 1950-
Moeda
Semiótica
Sistemas complexos
Language: Multilíngua
Editor: [s.n.]
Citation: FERRACIOLLI, Eduardo Coltre. Perspectivas interdisciplinares na teoria da moeda: Georg Simmel, André Orléan, complexidade e semiótica. 2016. 1 recurso online (258 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/321200>. Acesso em: 31 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferraciolli_EduardoColtre_M.pdf4.42 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.