Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321105
Type: TESE DIGITAL
Title: (Nem) tudo puta e viado = uma análise dos estereótipos presentes no cinema erótico brasileiro (1969- 1982)=(Not only) whores and faggots: an analysis of the stereotypes present in the brazilian erotic cinema (1969- 1982)
Title Alternative: (Not only) whores and faggots : an analysis of the stereotypes present in the brazilian erotic cinema (1969- 1982)
Author: Cruz, Lívia Maria Pinto da Rocha Amaral, 1987-
Advisor: Guimarães Junior, Pedro Maciel, 1975-
Júnior, Pedro Maciel Guimarães
Abstract: Resumo: O trabalho a seguir pretendeu fazer uma análise dos personagens dentro do cinema erótico da Boca do Lixo paulistana, apelidada de pornochanchada, através da análise de seus discursos e representações, levando-se em consideração o momento político em que estava inserido. Esta análise parte do fato de que a pornochanchada, ao ter uma linguagem simplista, transforma os arquétipos, comuns à linguagem cinematográfica, em estereótipos. Encontra-se também um moralismo latente nesses filmes, fruto de uma liberação conservadora, e, quando refletimos sobre os estereótipos encontrados nessa cinematografia, encontramos uma espécie de roupa nova em gente velha no enredo desses filmes. O recorte temporal começa em 1969, ano seguinte a promulgação do Ato Inconstitucional de número cinco (AI-5)- ato esse que foi o símbolo e o motor de um endurecimento da censura- até 1982, ano em que foi lançado o primeiro filme de sexo explícito brasileiro, o Coisas eróticas (1982), o qual se tornou um marco do final dessa cinematografia

Abstract: The following dissertation intended to make an analysis of the characters within the erotic cinema of the Boca do Lixo paulistana, dubbed pornochanchada, through the analysis of it¿s discourses and representations, taking into account the political moment it was inserted. This analysis is based on the fact that pornochanchada, uses a simplistic language, that transforms the archetypes common to film, into stereotypes. It¿s also found a latent moralism in these films, the result of a conservative release, and, when we reflect on the stereotypes found in this cinema, it¿s like déjà vu all over again, not much has changed. The timeframe covers from the time after the enactment of the AI-5, in 1968, until 1982, when it was launched the first Brazilian sexually explicit film, Coisas Eróticas (1982), which became a landmark of the end of the cinematography
Subject: Cinema - Brasil - História
Censura
Cinema - Censura
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cruz_LiviaMariaPintodaRochaAmaral_M.pdf16.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.