Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321080
Type: TESE DIGITAL
Title: Processamento auditivo central em crianças com disfonia : avaliação comportamental e eletrofisiológica
Title Alternative: Central auditory processing in children with dysphonia : behavioral and electrophysiological assessment
Author: Sanches, Aline Buratti, 1989-
Advisor: Santos, Maria Francisca Colella dos, 1963-
Abstract: Resumo: Introdução: O transtorno do processamento auditivo central pode estar em comorbidade com outras alterações, assim como a disfonia. Investigar o processamento auditivo central em indivíduos disfônicos poderá contribuir na avaliação e reabilitação vocal. Objetivo: Analisar os resultados obtidos na avaliação do processamento auditivo central por meio de testes comportamentais e eletrofisiológicos em crianças com disfonia. Tipo do estudo: Comparativo e de corte transversal. Métodos: A amostra foi constituída por 16 crianças de 8 a 11 anos, do sexo masculino e feminino, reunidas em dois grupos: o Grupo Estudo (GE) composto por 7 crianças com disfonia funcional ou organofuncional, confirmada por avaliação otorrinolaringológica e avaliação fonoaudiológica e o Grupo Controle (GC) composto por 9 crianças sem alteração vocal e outras queixas e/ou alterações fonoaudiológicas. Foram realizados os seguintes procedimentos: anamnese, gravação vocal, avaliação perceptivo-auditiva da voz, meatoscopia, avaliação audiológica básica (audiometria tonal liminar, logoaudiometria e imitanciometria), avaliação do processamento auditivo por meio de testes comportamentais (Localização sonora, Memória para sons verbais e não verbais em sequência, Dicótico de dígitos, Dicótico não verbal - DNV, Padrão de frequência - TPF, Gap in Noise-GIN e Identificação de sentenças sintéticas ou pediátricas com mensagem competitiva e testes eletrofisiológicos (Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico-PEATE e P300). Os dados foram tabulados e analisados estatisticamente. Resultados: Houve diferença estatisticamente significativa entre o GE e GC para os testes DNV nas etapas de atenção direcionada, TPF na etapa de humming e para o limiar de detecção de gap e porcentagem de acertos do GIN. Houve também diferença estatística entre os grupos para a latência do P300. Não houve diferença estatística entre o GE e GC nas latências absolutas e interpicos do PEATE, que estão de acordo com o padrão de normalidade, indicando assim a integridade das vias auditivas até o tronco encefálico em ambos os grupos. Conclusão: Os resultados encontrados nesse estudo demonstraram que crianças com disfonia funcional ou organofuncional apresentaram transtorno do processamento auditivo central com alteração nas habilidades auditivas de figura-fundo para sons não verbais, ordenação e resolução temporal e latência do P300 prolongada sugerindo um déficit no processamento cognitivo da informação acústica

Abstract: Introduction: The central auditory processing disorders may be in comorbidity with other disabilities, as well as dysphonia. Investigate the central auditory processing in dysphonic individuals can contribute to voice assessment and rehabilitation. Purpose: To analyze the results of auditory processing assessment through behavioral and electrophysiological evaluation in children with dysphonia. Study design: Comparative cross-sectional study. Material and methods: The sample consisted of 16 children between 8 to 11 years old, male and female. Children were divided into two groups: Study Group (SG) consisted of 7 children with functional or organic-functional dysphonia, confirmed by the otorhinolaryngological evaluation and speech and hearing evaluation and Control Group (CG) consisted of 9 children with no vocal disorders. The following procedures were performed: anamnesis, voice sample record, auditory-perceptual evaluation of voice, meatoscopy, complete audiological evaluation (pure tone audiometry, speech audiometry and tympanometry), auditory processing assessment through behavioral tests (sound localization, nonverbal and verbal memory sequence, dichotic digit, nonverbal dichotic, frequency pattern test - FPT, gap in noise - GIN and synthetic sentence identification, or pediatrics, with competitive message and electrophysiological tests (Auditory Brainstem Response - ABR and P300). Data were statistically analyzed. Results: There was a statistically significant difference between the SG and CG for DNV test in directed attention stages, FPT in humming stage and GIN in gap detection thresholds and percentage of correct answers. Also, there was significant difference between SG and CG for latency on P300. SE and GC did not present statistic difference for absolutes latencies and inter-latency on ABR, which are in accordance with standard of normality, indicating the integrity of auditory pathways until the brainstem in both groups. Conclusion: The findings of this study demonstrated that children with functional or organic-functional dysphonia presented central auditory processing disorders with changes in the auditory abilities of figure-ground for non-verbal sounds, temporal ordering and temporal resolution and prolonged P300 latency, suggesting a deficit in cognitive processing of the acoustics information
Subject: Criança
Audição
Disfonia
Testes auditivos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sanches_AlineBuratti_M.pdf5.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.