Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/321058
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Modelo experimental para avaliação de anastomose vascular sem sutura, por telescopagem de stent revestido pela técnica VORTEC (Viabahn Open Revascularization Technique) = Experimental model for evaluation of a sutureless vascular anastomosis with a telescoping stent graft by the Viabahn Open Revascularization Technique (VORTEC)
Title Alternative: Experimental model for evaluation of a sutureless vascular anastomosis with a telescoping stent graft by the Viabahn Open Revascularization Technique (VORTEC)
Author: Freire, Lucas Marcelo Dias, 1978-
Advisor: Menezes, Fábio Hüsemann, 1962-
Abstract: Resumo: Introdução:. O chamado debranching é realizado com derivações extraanatômicas para as artérias viscerais e cobertura da aorta com endopróteses no tratamento de aneurismas complexos. Apesar de eliminar a necessidade de clampeamento e toracotomia, também são operações de grande porte, e uma das dificuldades técnicas é justamente a anastomose nos ramos viscerais. Em 2007, Lachat descreveu uma técncia para facilitar essa etapa, usando um stent revestido para fazer a anastomose por telescopagem, sem sutura, denominadando-a VORTEC (Viabahn Open Revascularization TEChnique) Objetivo: Produzir um modelo experimental capaz de avaliar a viabilidade dessa técnica a curto prazo, analisando a força de tensão obtida por essa anastomose por telescopagem e comparando com a tensão de uma anastomose convencional, com sutura. Método: Foram realizados experimentos em 11 porcos, realizando dissecção e reparo da aorta abdominal. Esse vaso era ligado na sua porção média e então puncionado três centímetros abaixo das artérias renais. Por essa punção era introduzido e liberado uma prótese Viabahn, telescopada por dois centímetros dentro da aorta. Com a outra extremidade da prótese era feita uma anastomose na aorta distal com suturas de Prolene, completando um enxerto aorto-aórtico. Era testada a perviedade do enxerto através da palpação de pulsos distais e Doppler portátil. Os animais eram sacrificados imediatamente (grupo 1) ou permaneciam vivos por 30 dias (grupo 2). Eram então estudadas as forças de tração das anastomoses. Resultados: No grupo 1, quatro animais foram submetidos ao experimento com sucesso e sacrificados logo a seguir. Em um animal foi feito teste de resistência à tração, com força maior na anastomose convencional que na VORTEC (22,7 x 14,3 N). Sete animais foram submetidos ao procedimento e deveriam permanecer vivos por 30 dias, para análise posterior. Desses, dois foram a óbito prematuro (PO1) , um por torção e rotura de delgado e outro de causa não identificada. Os demais sobreviveram sem complicações. Em um animal foi observada hiperplasia intimal acentuada. Em dois, as anastomoses foram submetidas ao teste de resistência à tração, mostrando forças semelhantes entre as feitas por telescopagem e as convencionais (40,8 N x 37,3 N). Conclusão: O estudo experimental mostrou a viabilidade da telescopagem com stent revestido (VORTEC) para confecção da anastomose vascular proximal. No grupo de animais que permaneceram vivos por 30 dias, as forças de resistência à tração foram semelhantes nos dois tipos de anastomose. Discussão: Apesar do pequeno número de experimentos, foi possível observar que a técnica VORTEC conseguiu suportar uma anastomose proximal na aorta abdominal, sem complicações. Esse modelo abre um campo para a utilização dessa técnica em situações onde as anastomoses vasculares são um desafio técnico, como na cirurgias aórticas laparoscópicas e na correção de aneurismas complexos

Abstract: Introduction: Debranching is an extra-anatomical revascularization of visceral arteries, followed by the endograft coverage of the thoracoabdominal aorta in the treatment of complex aneurysms. Even though it eliminates the need for a thoracotomy and aortic clamping, it is considered a major operation and requires the performance of several technically demanding visceral anastomosis. In 2007, Lachat described a technique to facilitate the visceral revascularization with the use of a sutureless distal anastomosis, performed by the telescoping of an endograft in the visceral branch, which was denominated VORTEC (Viabahn Open Revascularization TEChnique). Objective: An experimental model was created to test the feasibility and short term result of performing a telescoped proximal anastomosis to the abdominal aorta. Method: Eleven open procedures were performed in White Large swine. The abdominal aorta was dissected and ligated between the renal arteries and the iliac vessels. Three centimeters bellow the renal arteries it was punctured and a Viabahn endograft was telescoped for 2 cm into the proximal aorta. The other extremity of the graft was conventionally anastomosed with a running polypropylene suture to the transected distal aorta, resulting in a aorto-aortic graft. The patency of the graft was tested by direct palpation and continuous wave Doppler examination, and the arterial pressure was raised by the injection of adrenaline and the stancheity of the suture line was tested. The animals were sacrificed immediately (Group 1 ¿ 4 animals) or after 30 days (Group 2 ¿ 7 animals) and in three animals the tensile strength of the anastomosis was tested. Results: In Group 1 one reconstruction was submitted to the tensile strength which showed a higher strength of the conventional suture (22.7 X 14.3 N). In Group 2 two animals died on post-operative day. In the remaining animals all anastomosis were patent but one, which showed intense intimal hyperplasia. There was no pseudo-aneurysms and the endografts have maintained its position inside the aorta. Two animals were submitted to the tensile strength test, which demonstrated that the strength of the conventional and VORTEC anastomosis were similar (40.8 X 37.3 N). Conclusion: This experimental model demonstrated the viability of telescoped proximal anastomosis by the technique of VORTEC. After 30 days the tensile strength of the suture line and telescoped anastomosis were comparable
Subject: Anastomose cirúrgica
Modelos animais
Suíno
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freire_LucasMarceloDias_M.pdf9.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.