Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/320835
Type: TESE DIGITAL
Title: Medusa ao reverso = corpando mitos = Medusa on reverse: bodying myths
Title Alternative: Medusa on reverse : bodying myths
Author: Oliveira, Kamilla Mesquita, 1982-
Advisor: Soares, Marilia Vieira, 1950-
Abstract: Resumo: Este é um estudo performativo guiado por um entusiasmo de prática investigativa de possíveis relações entre corpo, imagens visuais e imagens míticas no âmbito da criação artística, tendo, em um primeiro momento, como mote entusiástico da prática, a obra da escultora francesa Camille Claudel. Inicialmente, parto da pesquisa do meu próprio corpo e, posteriormente, conduzo essa investigação prática junto a um grupo de sete bailarinos voluntários, tendo como instrumental os tópicos corporais presentes na sistematização da Técnica Klauss Vianna. Vislumbro o corpo não somente como mote da criação, mas, simultaneamente, como receptáculo e matriz disparadora de imagens outras que se entrelaçam no processo criativo. Ao longo da pesquisa, vou construindo uma proposta de caminhos e procedimentos criativos ¿ `Corpando Mitos¿ ¿, bem como a relação entre o visível (iconográfico) e o invisível (dimensão mítica) da imagem que vai se construindo justamente pela observação e vivência corporal de detalhes refinadamente captados, experienciados e recriados no corpo do ator-bailarino. Ouso, portanto, parafrasear o mitólogo Joseph Campbell, quando diz que "Mitologia é uma canção, a canção da imaginação inspirada pelas energias do corpo" (CAMPBELL apud KELEMAN, 2001, p.11). No meu caso, diria que a minha dança é uma canção inspirada pela mitologia que encontro em meu próprio corpo. E, como uma Medusa ao Reverso, vou dando vida, por meio do movimento expressivo, aos mitos de pedra vislumbrados pelo meu olhar

Abstract: This is a performative study guided by an enthusiasm of investigative practice of the the possible relations between body, visual images and mythical ones, in the artistic creation context, and, at first, as an enthusiastic practice motto, the artistic work of french sculptor Camille Claudel. Foremost, I have begun with my own body research and, subsequently, I have carried the practical investigation with a group of seven volunteer dancers, taking the corporal topics of the Klauss Vianna Technique systematization as a tool. I consider the body not only as a theme for creation, but simultaneously as a receptacle and a matrix that triggers other images that intertwine during the creative proccess. Throughout the research, I construct a proposal of creative ways and procedures ¿ `Bodying Myths¿ ¿, as well as the relation between what is visible (iconographic) and what is invisible (mythical dimension) on the image that is being built exactly by means of observation and body experience of details exquisitely captured, experienced and recreated on the actor-dancer¿s body. I dare to paraphrase the mythologist Joseph Campbell, when he says "Mythology is a song, the song of imagination inspired by the energies of the body" (CAMPBELL apud KELEMAN, 2001, p.11). In my case, I would say that my dance is a song inspired by the mythology I find in my own body. And, like a Medusa on Reverse, I give life by means of my own expressive movement to the stone myths envisioned by my eyes
Subject: Keleman, Stanley, 1931-
Campbell, Joseph, 1904-1987
Klauss Vianna, Técnica de
Mito
Corpo
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:IA - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_KamillaMesquita_D.pdf34.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.