Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/320706
Type: TESE DIGITAL
Title: Remoção biológica de nitrogênio em sistemas alagados construídos enriquecidos com bactérias Anammox
Title Alternative: Biological nitrogen removal in constructed wetlands enhanced with Anammox bacteria
Author: Lima Coasaca, Raúl, 1986-
Advisor: Tonetti, Adriano Luiz, 1973-
Abstract: Resumo: A presença de nutrientes nos efluentes de sistemas de tratamento de esgoto trazem problemas de toxicidade e eutrofização. As tecnologias convencionais de remoção de nitrogênio nitrificação/desnitrificação requerem de gastos energéticos elevados e/ou adição de uma fonte de carbono externa. A partir disso, novas tecnologias foram desenvolvidas, destacando entre todas, a oxidação anaeróbia de amônio ou Anammox (do inglês Anaerobic Ammonium Oxidation). Este processo permite a oxidação de amônio (NH4+) até nitrogênio gasoso (N2) utilizando nitrito (NO2-) como agente oxidante com baixo consumo de energia e sem adição externa de fontes de carbono em relação ao processo convencional. Porém, a formação biológica de nitrito precisa de um cuidado operacional avançado, o que limita seu uso em sistemas simplificados. O presente estudo revela que a atividade Anammox pode ser promovida em sistemas alagados construídos (Constructed wetlands) utilizando uma mistura de efluente anaeróbio rico em amônio e efluente aeróbio rico em nitrato (NO3-). Para isto, utilizou-se dois sistemas alagados construídos, um vegetado e um não vegetado, alimentados com mistura de efluente anaeróbio (75%) e efluente nitrificado (25%). Os resultados mostram valores até 59% de remoção de nitrogênio total inorgânico quando inoculado com biomassa Anammox na unidade vegetada. Isto evidencia a importância da presença das plantas, que aumentam a eficiência de remoção. Finalmente, apesar de não ser a única rota de remoção, Anammox, é promovido, principalmente, pela formação de nitrito a partir da desnitrificação parcial de nitrato

Abstract: The presence of nutrients in the effluent of sewage treatment systems bring toxicity and eutrophication problems. The conventional nitrogen removal technologies nitrification/denitrification require high energy expenditures and/or addition of an external source of carbon. From this, new technologies have been developed, emphasizing among all the anaerobic ammonium oxidation (Anammox). This process allows oxidation of ammonium (NH4+) to gaseous nitrogen (N2) using nitrite (NO2-) as an electron acceptor with low energy consumption and without addition of external carbon source. However, the biological formation of nitrite need an advanced operational care, which limits its use in simplified systems. This study shows that Anammox activity can be promoted in constructed wetlands using a mixture of anaerobic effluent rich in ammonium and rich aerobic effluent nitrate (NO3-). For this, it was used two constructed wetland systems, vegetated and no vegetated; fed with a mixture of anaerobic effluent (75%) and nitrified effluent (25%). The results show values up to 59% of total inorganic nitrogen removal when inoculated with Anammox bacteria, this values are considered high for wetlands of subsurface flow. Another important factor is the presence of plants, which increase the removal efficiency. Finally, although not to be the only route removal, Anammox, is promoted primarily by nitrite formation from nitrate partial denitrification
Subject: Nitrogênio
Desnitrificação
Manguezais
Amonio
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FEC - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
LimaCoasaca_Raul_M.pdf2.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.