Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/319218
Type: TESE DIGITAL
Title: O uso de aparelhos eletrônicos de tela e a construção das estruturas lógicas elementares e infralógicas de espaço
Title Alternative: The touch-screen devices usage and the construction of logical and infralogical structures of space
Author: Meneghel, Ana Lúcia Pinto de Camargo, 1974-
Advisor: Assis, Orly Zucatto Mantovani de, 1939-
Abstract: Resumo: Vivemos numa época em que a tecnologia impera. Videogames, tablets, smartphones são aparelhos eletrônicos de telas ¿ AETs, facilmente acessíveis que proporcionam dispositivos interativos bastante envolventes e, muitas vezes, as crianças não têm limites para o seu uso. A grande preocupação não seria a tecnologia propriamente dita, mas, certamente, o que deixam de fazer por ter essa facilidade em mãos. Ao longo de seu desenvolvimento, as crianças preferem passar horas e horas utilizando AETs, em vez de participar espontaneamente de brincadeiras e jogos com seus amigos. Com fundamentos na teoria de Piaget, que ressalta o papel da ação na aquisição do conhecimento, expressa-se grande preocupação com tais crianças em relação à construção das estruturas da inteligência, denominadas operatórias concretas e infralógicas de espaço. Esta pesquisa tem por objetivo investigar se o contato de, ao menos três horas diárias, com AETs tem influência na construção das estruturas mencionadas. Dentre 50 (cinquenta) crianças que responderam ao questionário, foram escolhidas, intencionalmente, 21 (vinte e uma), que preenchiam os critérios para compor a amostra. Utilizando o método clínico de Piaget (1926), foram aplicadas as provas para diagnosticar o nível de construção dessas estruturas, ou seja, 6 (seis) provas para determinar a presença das estruturas lógicas elementares, ou operatórias concretas, e outras 3 (três) provas para verificar a psicogênese da noção de espaço que são imprescindíveis para a compreensão objetiva do real. Visando garantir o rigor científico, as provas foram filmadas e os dados coletados foram analisados qualitativa e quantitativamente, e o tratamento estatístico possibilitou que a hipótese fosse testada. Os resultados evidenciaram que as crianças estudadas apresentam um atraso no desenvolvimento das estruturas operatórias concretas, visto que apenas 1(um) participante é operatório concreto, 12 (doze) estão em transição entre o pré-operatório e o operatório concreto e 1 (um) com idade de 8 (oito) a 9 (nove) anos ainda é pré-operatório. Acontece o mesmo em relação às estruturas infralógicas de espaço que, por sua vez, implicam a reversibilidade de pensamento. Com efeito, vinte crianças dessa amostra não tinham reversibilidade de pensamento, portanto não poderiam ter construído as estruturas infralógicas de espaço. Quanto a essa noção, os resultados foram: 9 (nove) não construíram a noção, 11 (onze) iniciaram a referida construção e 1 (um) participante apresentou um desempenho nas provas, que reflete a presença da noção de espaço no seu pensamento. Presume-se que esses resultados possam evidenciar possíveis relações entre o uso excessivo de AETs, embora não possam ser generalizados em grande escala, esses resultados deram margem a questões que somente poderão ser respondidas com a realização de pesquisas com um número maior de sujeitos. Durante o andamento desse trabalho, realizou-se um estudo de caso com um sujeito de 14 (quatorze) anos que, quando submetido às provas do pensamento formal, demonstrou estar nas fases iniciais da evolução das estruturas operatórias formais e não ter terminado de construir as estruturas operatórias de espaço

Abstract: We have lived in a time of technology prevalence: video games, tablets, and smartphones. They are easily accessible touch-screen devices - TSDs, which provide very engaging interactive activity, and are often used limitlessly by children. The major concern is not about technology itself but about what children fail to do for having these devices at hand. Throughout their development, children prefer to spend hours and hours in front of a TSD gadget instead of taking part in games or having fun with their friends. Based on Piaget's theory, which emphasizes the role of action in the acquisition of knowledge, there is a concern about such children and the construction of their intelligence structures, namely the concrete operational and infralogical structures. This research aims to investigate whether or not a daily three-hour contact with TSD may influence on the construction of such structures. Among 50 children who completed the questionnaire, 21, who met the criteria for inclusion in the survey, were intentionally chosen. Using the clinical method of Piaget (1926), the tests were performed to diagnose the level of construction of those structures. Six tests were used to determine the presence of elementary logical structures or concrete operational, and three other tests were made to check the psychogenesis of notion of space that are essential for the objective understanding of the real. To ensure the scientific accuracy the trials were recorded and the data were analyzed qualitatively and quantitatively; the statistical analysis allowed the hypothesis to be tested. The results showed that the children observed, presented a delay in the development of concrete operational structures, since only one participant was in the concrete operational period, 12 of them were between the preoperational and the concrete operational and 1 of them, aged between 8 and 9, was still in the preoperational period. The same happened in relation to infralogical structure of space, which in turn implies the reversibility of thought. Actually, 20 children in this sample had no reversibility of thought, so they could not have built infralogical structure of space. Regarding infralogical structure of space the results were: 9 children did not build it, 11 of them started the construction development and 1 participant presented a performance on the trials that showed the presence of conception of space in his/her thinking. It is assumed that these results may indicate possible relations between excessive use of TSDs, although these results cannot be widely generalized. They also rose questions that can only be answered by conducting research with a larger number of subjects. During the course of this research, a case study was carried out with a 14-year-old child, who when submitted to evaluation of formal thought, demonstrated to be in the early stages of the development of formal operational structures and demonstrated not to have finished building the operational structures of space
Subject: Aparelhos e materiais eletrônicos
Educação
Afetividade
Desenvolvimento cognitivo
Aprendizagem
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Meneghel_AnaLuciaPintodeCamargo_M.pdf2.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.