Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/319161
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Crianças e suas práticas socioculturais matemáticas : entre contextos escolares e extraescolares
Title Alternative: Children and their socio-cultural practices mathematics
Author: Jacobik, Guilherme Santinho, 1972-
Advisor: Miguel, Antonio, 1953-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa empreendeu compreender como práticas culturais nem sempre legitimadas pela escola podem influenciar as práticas matemáticas escolares ou, de outro modo, como os diversos modos de vida das crianças são observados pela escola. Fez-se uso dos conceitos de aprendizagem situada e de comunidade de prática (LAVE; CHAIKLIN, 2001; LAVE; WENGER, 2002; entre outros) para travar um diálogo com os encontros e desencontros, congruências e incongruências da relação dos alunos com a cultura matemática escolar e a cultura e as formas de vida extraescolares. Realizamos pesquisa de campo que fez uso de entrevistas semiestruturadas e sessões interativas com coordenadores, professoras, alunos e pais, membros de duas comunidades de prática, escolas municipais de ensino fundamental de São Paulo (1º ano). Analisou a vivência doméstica que intermedeia outras práticas matemáticas associadas ao núcleo familiar, como as lições escolares para se fazer em casa e o papel (positivo e negativo) da mediação ou não por pessoas mais experientes; também a participação das crianças em situações/práticas de jogos regrados, ensinados ou não pela escola e a utilização de dinheiro nas práticas domésticas e escolares. Em suma, buscou travar diálogos entre formas de conhecimento e aprendizagem matemática em diferentes contextos de atividade humana, sobretudo, os contextos familiares e os escolares. De nosso diálogo com os colaboradores e outras fontes referenciais deixamos um rastro vasto e interessante de possibilidades de reflexão acerca do diálogo vida na escola, vida familiar comunitária e cultura matemática

Abstract: This research was undertaken to understand how cultural practice, not always recognized as legitimate by the school, can influence school mathematical practice or otherwise, as various lifestyles of children are observed by the school. There was use of concepts related to situated learning and community of practice (LAVE; CHAIKLIN, 2001; LAVE; WENGER, 2002; among others) to establish a connection with the agreements and disagreements, congruencies and inconsistencies of the relationship of students with school mathematics culture, culture in general and the extracurricular lifestyles. It analyzed the domestic experience that intermediates other mathematical practices associated to family¿s kernel, as homeworks and the role (positive and negative) of the mediation or not by more experienced people; it also assessed the participation of children in ruled games practice/situation, taught or not by the school, and the use of money in the household and school practice. In short, it aimed to establish a link between forms of knowledge and learning mathematics in different context of human activity, especially, in the family and school context
Subject: Prática cultural
Aprendizagem
Matemática
Modos de vida
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FE - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jacobik_GuilhermeSantinho_D.pdf2.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.