Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/319115
Type: research-article
Title: Análise espacial de dados de contagem com excesso de zeros aplicado ao estudo da incidência de dengue em Campinas, São Paulo, Brasil
Title Alternative: Spatial analysis of counting data with excess zeros applied to the study of dengue incidence in Campinas, São Paulo State, Brazil
Author: Costa
José Vilton; Silveira
Liciana Vaz de Arruda; Donalísio
Maria Rita
Abstract: : Dengue incidence occurs predominantly within city limits. Identifying spatial distribution of the disease at the local level helps formulate strategies to control and prevent the disease. Spatial analysis of counting data for small areas commonly violates the assumptions of traditional Poisson models due to the excessive amount of zeros. This study compared the performance of four counting models used in mapping diseases: Poisson, negative binomial, zero-inflated Poisson, and zero-inflated negative binomial. The methods were compared in a simulation study. The models analyzed in the simulation were applied to a spatial ecological study of dengue data aggregated by census tracts in the city of Campinas, São Paulo State, Brazil, 2007. Spatial analysis was conducted with Bayesian hierarchical models. The zero-inflated Poisson model showed the best performance for estimating relative risk of dengue incidence in the census tracts.
: A incidência de dengue ocorre predominantemente em áreas urbanas das cidades. Identificar o padrão de distribuição espacial da doença no nível local contribui na formulação de estratégias de controle e prevenção da doença. A análise espacial de dados de contagem para pequenas áreas comumente viola as suposições dos modelos tradicionais de Poisson, devido à quantidade excessiva de zeros. Neste estudo, comparou-se o desempenho de quatro modelos de contagem utilizados no mapeamento de doenças: Poisson, Binomial negativa, Poisson inflacionado de zeros e Binomial negativa inflacionado de zeros. Os métodos foram comparados em um estudo de simulação. Os modelos analisados no estudo de simulação foram aplicados em um estudo ecológico espacial, aos dados de dengue agregados por setores censitários, do Município de Campinas, São Paulo, Brasil, em 2007. A análise espacial foi conduzida por modelos hierárquicos bayesianos. O modelo de Poisson inflacionado de zeros apresentou melhor desempenho para estimar o risco relativo de incidência de dengue nos setores censitários.
Citation: Cadernos De Saúde Pública, 32, 82016.
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/0102-311X00036915
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2016000804003
Date Issue: 2016
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File SizeFormat 
S0102-311X2016000804003.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.