Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/319108
Type: research-article
Title: Aglomerações urbanas e mobilidade populacional: o caso da Região Metropolitana de Campinas
Title Alternative: Urban Agglomerations and Demographic Mobility: The Case of Campinas, Brazil
Author: Cunha
José Marcos Pinto da
Abstract: This paper analyzes the complexity of the migratory dynamics of a large urban agglomeration. This complexity can be seen both in the different types of movements involved and in the individual and collective characteristics of the migrants themselves, as well as in the structural elements that may affect them. Based on data from a household survey for the metropolitan area of Campinas (RMC) held in 2007 and from the 2010 Demographic Census, we examine the residential mobility characteristics in many dimensions, especially in terms of the characteristics and motivations of the actors involved. Even with the reduction of external migration into the region, we can identify the existence of a significant potential of internal population redistribution due to people mobility within the RMC. Nevertheless, unlike other metropolitan areas, external migration to a large extent still flows directly into the periphery within this region. The analysis of the demographic and socioeconomic characteristics of moving (and not moving) people suggests the existence of a coherence between what we would expect to observe for a migration conditioned by the economic factor and the RMC's positioning in the national and São Paulo state scenarios, as well as by the region´s process of production of space. The selectivity of migrants, in general, and of intrametropolitan migrants, in particular, suggests different motivations according to which, though still not dominant, the housing issue arises as a significant matter. The study also shows that, contrary to what was observed in the past, the metropolitan periphery has been diversifying and incorporating more and more high-income individuals and families.
Esse artigo analisa, para uma grande aglomeração urbana, a complexidade da dinâmica migratória, que se revela nas diferentes modalidades de movimentos populacionais e nas características dos indivíduos envolvidos nestes deslocamentos, assim como nos elementos estruturais que os condicionam. Baseado em dados de uma pesquisa domiciliar para a Região Metropolitana de Campinas - RMC, realizada em 2007, e nos dados do Censo Demográfico de 2010, esse estudo analisa os aspectos da mobilidade residencial (e dos indivíduos envolvidos) em várias de suas facetas, especialmente em termos das características e motivações dos atores envolvidos. Mesmo com a redução da migração externa na região, pode-se notar um significativo potencial endógeno de redistribuição da população em função de sua mobilidade dentro da RMC, muito embora, diferentemente de outras regiões metropolitanas, na de Campinas ainda se verifique que a migração externa, em grande medida, se direciona diretamente para a periferia. A análise de características demográficas e socioeconômicas dos que se movem (e não se movem) sugere a existência de coerência entre o que se esperaria observar para uma migração condicionada pelo fator econômico e o posicionamento da RMC no cenário nacional e estadual, assim como pelo processo de produção do seu espaço habitado. A seletividade dos migrantes, em geral, e dos intrametropolitanos, em particular, sugere motivações diferenciadas, das quais, embora ainda não dominante, a questão habitacional se mostra relevante. O estudo também indica que, diferentemente do que ocorria no passado, a periferia metropolitana está se diversificando e incorporando cada vez mais indivíduos e família de mais alta renda.
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.20947/S0102-309820160006
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-30982016000100099
Date Issue: 2016
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File SizeFormat 
S0102-30982016000100099.pdf426.66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.