Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/318995
Type: research-article
Title: The appreciation of artistic aspects of the Code of Points in rhythmic gymnastics: an analysis of the last three decades
Title Alternative: A valorização dos aspectos artísticos do Código de Pontuação na ginástica rítmica: uma análise das últimas três décadas
Author: TOLEDO
Eliana de; ANTUALPA
Kizzy
Abstract: In pursuit of promoting the artistic aspects, the current Rhythmic Gymnastics Code of Points (RGCP) has been submeted significant changes that motivated this research, documentary and historical in character, which aimed to analyze the last eight Olympic cycles of RGCP. The research method used in this study is documentary and characterized by the information found in documents (RGCP) that had not received any scientific treatment. From the analysis of different RGCP cycles, we found artistic aspects, and their connection with RG technical requirements. We observed that the RG has distinct stages (technical aspects, flexibility etc). While retaining its artistic roots (from Dance and Rhythm), in pursuit of sportivization and systematization of the sport, the first stage was characterized by a search for the sportivization and standardization of the modality based on the inclusion of new body elements in the RGCP . The second stage confirms our previous hypothesis, that in the last RGCP the artistic component had undergone few changes. We noticed, in an overview, that at the present time the current RGCP brings back the relationship between RG and its origins, influenced by Aesthetic Gymnastics (Swedish), Rhythmic and Dance. Condition observed once the current Code of Points (2013-2016) marks the story of sports, by two aspects: the permissiveness of routines with singing wich has not allowed since since the creation the RGCP and significant changes to the appreciation of the routines artistic aspects.
Em busca de melhor promover os aspectos artísticos, tendo-se em vista os últimos ciclos olímpicos, o atual Código de Pontuação de Ginástica Rítmica (CPGR) foi submetido a significativas mudanças. É a partir desse contexto que essa pesquisa, de caráter documental e histórico, se desenvolve, tendo como objetivo, analisar as mudanças nos últimos oito ciclos Olímpicos de CPGR (1985-2016), com foco nos aspectos artísticos da modalidade. A partir da análise de diferentes ciclos do CPGR, conclui-se que há conexões de interdependência entre os aspectos artísticos e os técnicos, sendo nítido que quando há uma supervalorização do aspecto técnico há uma desvalorização do artístico. Foi possível identificar fases do CPGR, e portanto, da modalidade. Apesar de manter as suas raízes artísticas (de Dança e Ritmo), a busca pela esportivização e sistematização da modalidade, trouxe uma primeira fase caracterizada pela busca do caráter esportivo e pela padronização dos gestos da GR, baseada na inclusão de novos elementos do corpo no CPGR. A segunda fase se caracteriza por uma retomada do aspecto artístico, confirmando nossa hipótese sobre a grande mudança do último CPGR. Constatamos de maneira geral, que o CPGR atual retoma a relação entre a GR e suas origens, influenciado pela Ginástica Estética (sueca), Rítmica e Dança. Tal condição é observada, uma vez que o atual Código de Pontuação (2013-2016) marca a história da modalidade por dois aspectos: a permissão de rotinas com canto, que não eram permitidas desde a criação do CPGR; e mudanças significativas para a valorização de aspectos artísticos dos rotinas.
Citation: Revista Brasileira De Educação Física E Esporte, 30, 1, p.119-. 2016.
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/1807-55092016000100119
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1807-55092016000100119
Date Issue: 2016
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File SizeFormat 
S1807-55092016000100119.pdf463.76 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.