Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/318905
Type: research-article
Title: Pesquisa-intervenção em promoção da saúde: desafios metodológicos de pesquisar com
Title Alternative: Research and intervention in the promotion of health: methodological challenges of researching with
Author: Mendes
Rosilda; Pezzato
Luciane Maria; Sacardo
Daniele Pompei
Abstract: This article discusses the broadening of the meaning of intervention as a pathway for research in health promotion and raises theoretical-methodological reflections. Its presupposition is that the set of health promotional practices constitute one of the most intriguing and necessary methodological challenges in a field which seeks, in a critical way, to strengthen the autonomy of the subjects, their participation, the institutionalized movement s value, the processes of subjectivization, and to give meaning to the experiences involved. One important methodological guideline raises the question regarding what type of actions would best address the innumerable challenges of the pedagogical/professional fields and the creation of a collectivity as a catalyst of change. Among recent studies on intervention-research we focused on the theoretical-methodological approach of Institutional Analysis and the writing of research diaries. Finally we consider that methodologies shaped by the principles of inclusion do the following: abandon vertical, self-contained approaches, bring out elements showing the desire to articulate, show the power of action in favor of dialog, highlight that interaction can produce health and that it can activate new forms of constructing health promotion practices.
Este ensaio discute a ampliação do sentido de intervenção como um caminho da pesquisa em promoção da saúde e pretende suscitar indagações e reflexões de cunho teórico-metodológico. Parte do pressuposto de que o conjunto das práticas de promoção da saúde constitui-se em um dos mais instigantes e necessários desafios metodológicos de um campo que almeja, desde uma perspectiva crítica, fortalecer a autonomia dos sujeitos, a participação, a valorização de movimentos instituintes, os processos de subjetivação e atribuir sentidos às experiências. Um importante norteador metodológico parte da reflexão sobre que tipo de ações melhor serviria para enfrentar os inúmeros desafios dos campos pedagógico e profissionais e a conformação de um coletivo como um catalizador de mudanças. Entre as recentes formulações acerca da pesquisa-intervenção destacamos a abordagem teórico-metodológica da Análise Institucional e o dispositivo da produção de diários de pesquisa. Por fim, consideramos que metodologias informadas por princípios da inclusão buscam romper com as abordagens verticais e estanques e evidenciam elementos de que o desejo de se articular, a potência de agir em favor do diálogo e interação podem produzir saúde e ativar novas formas de construir práticas promotoras de saúde.
Citation: Ciência & Saúde Coletiva, 21, 6, p.1737-. 2016.
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/1413-81232015216.07392016
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016000601737
Date Issue: 2016
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File SizeFormat 
S1413-81232016000601737.pdf146.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.