Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/318808
Type: research-article
Title: A adoção de Sistemas Produtivos entre Grupos de Pequenos Produtores de Algodão no Brasil
Title Alternative: 
Author: Maia
Alexandre Gori; Miyamoto
Bruno César Brito; Silveira
José Maria Ferreira Jardim
Abstract: : The paper analyzes the patterns of cotton production for groups of small farmers in Brazil and its impacts on the stated preferences for new systems of production. Specifically, it identifies the main characteristics that differentiate the choices for genetically modified cotton (Bt and RR) and non-genetically modified cotton (colorful, organic and conventional white). Analyses are based on primary data applied to groups of cotton farmers up to 50 hectares in the main producing regions in Brazil. The patterns of association between the characteristics of the farmers and the production systems were analyzed using Multiple Correspondence Analysis. The probability to adopt new systems of production was analyzed using the Conjoint Analysis. Results highlight that even among small farmers there are important distinctions between the patterns of production that determine the choice for new types of seed. The prior knowledge of the farming system, through the current agricultural practice, proved to be a key factor in the stated preferences for new production systems. The paper concludes that the production chain, especially the role of local cooperatives and private networks to support production and marketing, would play a central role in defining networks of influence and the adoption of production systems.
: Este trabalho analisa os padrões de produção de grupos de pequenos produtores do algodão no Brasil e seus impactos sobre as preferências declaradas por novos sistemas de produção. Especificamente, verificam-se as principais características que diferenciam as escolhas pelos sistemas de algodão geneticamente modificado (Bt e RR) e não geneticamente modificado (colorido, orgânico e branco convencional). As análises baseiam-se em dados primários aplicados a grupos de pequenos produtores de algodão nas principais regiões produtoras no Brasil. Os padrões de associação entre as características do produtor e do sistema de produção foram analisados com a Análise de Correspondência Múltipla. A propensão a adotar novos sistemas de produção foi analisada pela Análise Conjunta. Os resultados destacam que, mesmo entre pequenos produtores, há distinções importantes entre os padrões de produção que determinam a escolha pelo tipo de semente. O conhecimento prévio do sistema de cultivo, através da prática agrícola corrente, mostra-se um fator fundamental nas preferências dos produtores por novos sistemas de produção. Conclui-se que a cadeia produtiva, principalmente o papel das cooperativas locais e das redes privadas de apoio à produção e à comercialização, teria um papel decisivo na definição de redes de influência e, consequentemente, na adoção dos sistemas produtivos.
Rights: aberto
Identifier DOI: 10.1590/1234.56781806-977900540201
Address: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20032016000200203
Date Issue: 2016
Appears in Collections:Unicamp - Artigos e Outros Documentos

Files in This Item:
File SizeFormat 
S0103-20032016000200203.pdf335.07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.