Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/318095
Type: TESE
Title: Microhimenopteros(Insecta : Hymenoptera) parasitoides e insetos predadores de moscas sinantropicas (Insecta : Diptera na Granja Capuavinha, Monte Mor, SP
Author: Monteiro, Marisa Rossi
Advisor: Prado, Angelo Pires do, 1942-2013
Abstract: Resumo: O levantameto de moscas sinantrópicas (INSECT A: DIPTERA), seus predadores e microhimenópteros parasitóides (INSECT A: HYMENOPTERA), foi realizado de fevereiro abril na Granja Capuavinha em Monte Mor, SP. Amostras de esterco das aves foram coletados quinzenalmente em 15 locais que foram previamente sorteados formando grupos de três locais utilizados a cada coleta. Para a retirada do esterco foi usada pá de lixo, armazenando 10 litros de esterco em sacos de lixo para cada local. A isso acrescentou-se a coleta com puçá sobre o esterco de cada local. A triagem do esterco foi realizada com Funil de Berlese- Tullgren e também com o método de flutuação em água, para a individualização das pupas no esterco e posterior . dissecação de pupas que não originaram moscas nem parasitóides. O teste com pupas sentinelas de Musca domestica Linnaeus foi feito durante dois meses. As espécies de moscas hospedeiras de parasitóides na ordem decrescente de abundância foram: Cbrysomya putoria (Wiedeman), Muscina stabulam (Fallén), Musca domestica, Fanoia pusio (Stein) e moscas da família Sepsidae. Os parasitóides pupais presentes na ordem de abundância foram: Spalangia gemina Boucek, Spalangia camerooi (perk:ins), Muscidifurax raptoroides (Kogan & Legner), Pacbycrepoideus vindemiae (Rondani) e Nasonia vitripennis Walker (Pteromalidae) além de Tricbopria steleoes NlXon (Diaprudae) que apresentou especificidade de hospedeiro com C. putoria. O parasitóide mais abundante foi Tacbinaepbagus zealandicus (Ashmead) (Encyrtidae) que é um parasitóide larval-pupal. Para a proporção de pupas coletadas tiveram significância no índice global de 5%: o local de coleta, a espécie de hospedeiro, a estação do ano. a interação entre espécies de hospedeiro e espécie de parasitóide e entre espécie de hospedeiro e estação do ano (pr < 0.0001). além do mês de coleta (pr < 0.035). A proporção de parasitóides apresentou significância de 5% em relação ao local de coleta, a espécie de hospedeiro, a espécie de parasitóide, a interação entre a espécie de hospedeiro e a espécie de parasitóide (pr < 0.0001) e também o mês de coleta (pr < 0.0012). Entre as pupas dissecadas com parasitóides M. stabulans foi a mais abundante e entre os parasitóides dessas pupas, os gregários com desenvolvimento incompleto ocorreram em maior número no total de hospedeiros (em relação as pupas dissecadas. apresentaram significância com índice global de 5%. com o hospedeiro dissecado (Pr < 0.1447) e também para a proporção de parasitóides incompletos (Pr < 0.0001). Os parasitóides emergentes de pupas sentinelas foram S. endius. S. cameroni e S. gemina com porcentagem muito baixa de parasitismo (1.24%). No Funil de Berlese­Tullgren foi coletado S. impuncta que não ocorreu nas pupas coletadas. Do material de Funil de Berlese- Tullgren. diferentes estágios de outras moscas sinantrópicas foram extraídas, tais como: Bermetia illucens Linneaus (Stratiomyidae), Omidia obesa Fabricius (Syrphidae) e moscas da família Sphaeroceridae. Dentro do grupo dos predadores os coleópteros mais abundantes foram Careinops troglodytes Paykull (Histeridae) e outras famílias como estafilinídeos, dermestídeos. tenebrionídeos e trogídeos. Dentre os dermápteros, Labidura riparia PalIas ocorreu em maior número. Para o estágio do hospedeiro e do predador apresentaram nível de significância de 5% a espécie do hospedeiro, o estágio do hospedeiro e a interação entre espécie de hospedeiro e estágio do osPedeiro (pr < 0,0001) e para a frequência dos predadores a significância de 5% foi para o local de coleta, a espécie do hospedeiro, o estágio do hospedeiro (Pr < 0,0001) e também o predador (Pr < 0,0009). Os índices faunísticos de freqüência, abundância, dominância e constância entre os hospedeiros e os parasitóides. Apenas para F. pusio os petromalídeos, exceto M. raptoroides apresentaram-se muito ftequentes e comuns. Para os hospedeiros em conjunto calculou-se o índice de similaridade, afinidade, associação e coeficiente de correlação de Pearson. O maior índice de similaridade ocorreu entre M. stabulans e C. putorla com os parasitóides T. zealandicus e S. cameroni. O índice de afinidade foi significativo para todos os os conjuntos de hospedeiros em que T. zealandicus ocorreu. O coeficiente de correlação foi maior entre T. zealaodicus e M. stabulans. Entre os hospedeiros e os predadores a correlação existiu entre Muscidade e Sepsidae com os Staphylinidae. Enquanto a família Sphaeroceridae apresentou correlação com todas as famílias de predadores. Não ocorreu correlação entre os dermápteros e os estafilinídeos

Abstract: This work was carried out in a puttry facility (Granja Capuavinha) located in the Monte Mor county, State of São Paulo, ftom February/91 to Aprit/92 and aimed to study its synantropic flies and their predators and parasitoids. IO-liter manure samples were taken every two weeks ftom three places chosen by draw ftom 15 different places previously selected for collecting. F1ying insects over the manure on those some three sites were collected with a net in those same days. The pupae were extrated ftom manure by using a water-flotation method. Berlese Tulggren's funnel was used to extract parasitoids and larvae ftom flies. Each pupa was kept in a small jar for 35 days until the emergence ofthe fly or parasitoid. When neither occured that pupa was dissected. The species of flies presenting parasitoids were, in decreasing order of abundance: Chrysomya putoria (Wiedeman), Muscina stabulans (Fallén), Musca domestica L., Fannia pusio (Stein) and also some non-identified Sepsidae species. The pupal parasitoids in decreasing order of abundance were: Spalangia gemina Boucek, Spalangia cameroni (perkins), Muscidifurax raptoroides (Kogan & Legner), Pachycrepoidus vindemiae (Rondani) and Nasonia vitripennis Wa1ker (Pteromalidae), Trichopria stelenes NlXon (Diapriidae). Taehinaephagus zealandicus (Ashmead) albeit of a larval-pup kind, was the most abundant parasitoid. To the proportion of collected pupae, the following factors had significance over the global index of 5%: the site of collecting, the host species, the season of the year, the interaction between the host species and the parasitoid species, and interaction between host species and season (pr < 0,0001) in addition to the month of collecting (pr < 0,0035). The proportion os parasitoids was 5% significant in relation to the side of collecting, the host species, the parasitoid species, the interaction between both and also the month when the collected occured. Among the pupae dissected which had parasitoids Muscina stabulans was the epecies presenting the highest infection rate. The most common ofits parasitoids was ofthe gregarious typpe and incompletely. During two months we carried the sentinel test using Musca domestica pupae. The species wich emerged ftom were S. gemina, S. eameroni e S. gemina althrough in a very low rate ofparasitism (1.24%). From the Berlese- Tullgren's funnel we were able to find different stages of other synantropic flies: Hermecia illucens (Stratiomyidae), Ornidia obesa (Syrphidae), and some species of phaeroceridae and the parasitoid S. impuneta. Careinops troglodytes Paykull and other beettes ftom different families (Staphylinidae, Tenebrionidae and Trogidae) were the most abundant predators. Labidura riparia was the most numerous Dermaptera. To the stages of host predator, the following factors presented 5% significance leveI: host species, host stage, interactions between host stage and host species (pr < 0,0001). To the ftequency ofpredators the following factors presented a 5% significance leveI: site of collecting, host species, host stage, and also the predators. The following indexes were calculated to measure the retation between hosts and parasitoids: faunistic, ftequency, abundance and constancy. Pteromalidae (exception for M. raptoroides) was found very ftequent and common on1y for F. pusio. For the hosts as a whole the foUowing indexes were calculated: similarity, affinity, association and Pearson correlation. The highest similarity index was found between M. stabulans and C. putoria and T. ualandicus and S. cameroni. The affinity index was significant for ali the host species wich presented T. zealandicus. The correlation coefficient was the highest between T. zealandicus and M. stabulans. There was also correlation between Muscidae and Sepsidadae and the predators Staphylinidae. The Sphaeroceridae showed correlation with alI the Coleoptera families. There was no correlation between Dermaptera and Staphylinidae
Subject: Mosca domestica
Hymenoptera
Diptero
Coleoptero
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1995
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Monteiro_MarisaRossi_M.pdf6.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.