Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317920
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A prostata ventral do gerbilo frente as diferentes formas de castração e subsequente reposição hormonal pela testosterona
Author: Oliveira, Sergio Marcelino de
Advisor: Taboga, Sebastião Roberto
Abstract: Resumo: A próstata é uma glândula exócrina túbulo-alveolar composta, do sistema genital masculino, que secreta parte do líquido seminal. Sua diferenciação dá-se no início do desenvolvimento embrionário e termina na puberdade, sendo que a testosterona (T) tem papel fundamental no seu desenvolvimento e em sua manutenção, após sua conversão pela enzima 5a.-redutase para uma isoforma cerca de 10 vezes mais potente, a dihidrotestosterona (DHT). Uma série de doenças podem acometer a próstata, dentre elas o câncer e a Hiperplasia Benigna Prostática (HBP), e a principal forma de controle dessas doenças é a diminuição dos níveis séricos de T, que pode ser conseguida através da castração cirúrgica (orquiectomia) e da administração de antiandrógenos (castração química). Algumas das drogas mais usadas na castração química são a flutamida e o acetato de ciproterona. A primeira é um antiandrógeno não-esteroidal que compete com a T e com a DHT pelo receptor de andrógeno (RA) nas células da próstata, e a segunda é uma droga esteroidal que além de competir pelo RA inibe a produção de Hormônio Luteinizante (LH) pela hipófise, o que por sua vez inibe a produção de T pelos testículos. O objetivo desse trabalho foi avaliar, morfológica e histoquimicamente o comportamento do tecido prostático regredido após 30 dias de ablação de T, tanto pela orquiectomia quanto pela castração química, ambas seguidas de administração de T exógena e suspensão do tratamento, respectivamente. Para tanto foram usados 40 gerbilos (Meriones unguiculatus, Criscetidae, Gerbilinae) machos adultos, os quais foram divididos em dois grupos experimentais (G.Ex. 01 e G.Ex. 02) e dois grupos controle (G.e. 01 e G.e. 02). G.Ex. 01 foi constituído por 20 animais os quais sOITeramorquiectomia bilateral e após 30 dias receberam doses de cipionato de testosterona (TC) a uma concentração de 25mm/Kg, em intervalos de 48 horas, durante 21 dias, e os animais foram sacrificados após O,7, 14 e 21 dias do inicio do tratamento com Te. G.Ex 02 (20 animais) recebeu doses semanais e alternadas dos antiandrógenos acetato de ciproterona e flutamida (0,3ml/animal/dia numa concentração de 25mgIKg) diluídos em óleo de milho, durante 30 dias, e após a suspensão do tratamento anti-androgênico os animais foram sacrificados após de O,7, 14 e 21 dias. O 8 G.C. 01 foi constituído por 5 animais adultos não castrados e o G.c. 02 por 5 animais adultos castrados que receberam óleo de milho, o veículo de diluição das drogas. Os resultados demonstraram que, tanto a castração cirúrgica quanto a química provocaram uma drástica regressão do peso do complexo prostático após 30 dias quando comparados com o grupo controle. A dosagem hormonal mostrou uma redução na quantidade de T circulante no caso da castração cirúrgica e na castração química e o L.H. apresentou um aumento durante a castração cirúrgica e uma diminuição durante a castração química. Após 30 dias de castração, em ambos os grupos, houve uma drástica diminuição na altura epitelial, que foi mais intensa em G.Ex 02, que, juntamente com a pequena quantidade de retículo endoplasmático rugoso (RER), caracterizou uma pouca atividade secretora dessas células. As células musculares lisas (CML) apresentaram um fenótipo estrelado e irregular, e houve um pregueamento da membrana basal (MB) acompanhada de uma diminuição na quantidade de vesículas secretoras. Após a reposição hormonal, em G.Ex O1 pôde ser notado um aumento na altura epitelial, acompanhado da presença de numerosas e alargadas cisternas de RER. As CML retomaram seu fenótipo característico, mas passaram a apresentar uma enorme quantidade de RER em seu citoplasma, caracterizando uma modulação de seu fenótipo contrátil para um fenótipo secretor. A suspensão do tratamento antiandrogênico em G.Ex 02 promoveu a retomada da altura do epitélio e um aumento na quantidade de RER, e estas células passaram a apresentar uma grande quantidade de vesículas lipídicas em seu citoplasma basal. Como em G.Ex O1 as CML retomaram seu fenótipo característico, e também apresentaram um aumento na quantidade de RER. Assim, estes dados nos permitem assumir que o tecido prostático apresentou uma notável capacidade de involução após supressão androgênica e uma capacidade de reorganização após reposição hormonal, e os eventos decorrentes da orquiectomia e da subseqüente administração de T mostraram mais intensos para o tecido prostático

Abstract: The prostate is an exocrine gland of the male genital system, which secretes part of seminal liquidolts differentiation initiates in the beginning of the embryonic development and finishes during the puberty. Testosterone (T) plays an essential role in prostate maintenance, after transformation, by 5a-reductase enzyme, to dehidrotestostorone (DHT) an more potent isoform. As Benign Prostatic Hyperplasia (BPH) and cancer may attack prostate gland, the down regulation of T levels by surgical castration (orchiectomy) or by the administration of anti-androgens drugs, such as flutamide and cyproterone acetate (chemical castration) have been the principal therapies to control these disease. The nonsteroidal antiandrogen flutamide acts by competitive inhibition of the androgen receptors (AR) in the prostate cells. The cyproterone acetate is a steroidal drug besides competing for the AR inhibits Luteinizant Hormone (LH) production on the pituitary gland that themselves inhibit T production by testis. The aim of this work was to evaluate morphologically and histochemically the behavior of prostatic tissue regression after 30 days of T ablation by orchiectomy and by chemical castration, both followed by T administration and suspension oftreatment, respectively. Two experimental groups (Ex.G. 01 and Ex.G. 02) of 20 adult gerbil (Meriones unguiculatus) each were employed. ln the Ex.G.Ol the animais underwent bilateral orchiectomy and after 30 days they received testosterone cipionate (TC) doses (25mm/Kg) during 21 days every 48 hours. They were sacrificed at O, 7, 14 and 21 days of the TC treatment beginning. Ex.G. 02 received altemates doses of cyproterone acetate and flutamide (0,3mI/animaI/day, at 25mg/Kg) dissolved in com oil, during 30 days weekly. They were sacrificed at O,7, 14 and 21 days after treatment interruption. As control group 5 animaIs not castrated (C.G.Ol) and 5 castrated animaIs (C.G.02) received com oil, the drug dilution vehicIe. Results showed that after 30 days of both surgical and chemical castration a drastic regression in the prostate weight occurred. Hormonal dosages reveled serum T leveI reduction in both surgical and chemical castration, while serum LH leveI increased during surgical castration and decreased during chemical castration. After 30 days of castration in both groups there were10 intense decreases of epithelium height, more intensive in EX.G. 02, and notable small amount of rugous endoplasmatic reticulum (RER), which characterized a low secretory activity of those cells. Some smooth muscle cells (SMC) showed a spinous and irregular phenotype along with infolding basal membrane and decrease of secretory vesicle amount. After hormonal replacement in EX.G. 01 were noted an increase in epithelial height and a greater RER quantity. Those altered SMC recovered its normal pattem and the considerable number of RER observed in the cytoplasm suggests a modulation of these cells ITom contractile to secretory phenotype. In EX.G. 02 the treatment interruption promoted an increase in epithelial height and in the amount ofRER, besides lots oflipid vesicles at basal cytoplasm. Like in EX.G. 01 SMC retook its normal phenotype, but showed an increase of RER amount to. These data leads to conclude that prostatic tissue showed a high capacity of involution after androgenic ablation and a capacity or reorganization after hormonal replacement, but the events promoted by orchiectomy and T administration appear to be more aggressive to the tissue
Subject: Prostata
Castração
Androgenos - Antagonistas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: OLIVEIRA, Sergio Marcelino de. A prostata ventral do gerbilo frente as diferentes formas de castração e subsequente reposição hormonal pela testosterona. 2005. 65f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/317920>. Acesso em: 5 ago. 2018.
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_SergioMarcelinode_M.pdf11.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.