Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317916
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Inibição da atividade das enzimas 5-alfa redutase e aromatase na prostata do gerbilo da Mongolia
Title Alternative: 5-alpha reductase and aromatase enzymatic activies inhibition in the Mongolian gerbil prostate
Author: Corradi, Lara Silvia
Advisor: Taboga, Sebastião Roberto
Abstract: Resumo: Os andrógenos têm papel central na biologia da próstata, mas os estrógenos também podem afetar o crescimento e a diferenciação desta glândula. Em tecidos específicos do corpo, a proporção entre andrógenos e estrógenos pode diferir significativamente daquela encontrada no plasma sanguíneo. As concentrações intracelulares desses esteróides nos tecidos alvos são reguladas pelo metabolismo local de hormônios, altamente dependente de enzimas específicas metabolizadoras de esteróides, como a 5a-redutase (5a-r) e a Aromatase (aro). Na próstata, a ação androgênica é acentuada devido à conversão de testosterona em dihidrotestosterona por ação da enzima 5a-r, enquanto que a aro é responsável pela aromatização da testosterona em estrógenos. Assim, a síntese local destes esteróides assume grande importância em doenças que acometem tecidos glandulares, como o câncer de próstata, onde níveis anormais de hormônios promovem o desenvolvimento e o aumento de ocorrência de malignidades. Desse modo, os papéis dos andrógenos e estrógenos ativados podem ainda ser melhor compreendidos na manutenção das interações homeostáticas epitélio-estromais prostáticas. Estudos com inibidores específicos destas enzimas vêm sendo desenvolvidos a fim de se tentar esclarecer os reais papéis enzimáticos na manutenção da fisiologia prostática, assim como no surgimento e desenvolvimento de doenças. De modo geral, após 30 dias consecutivos de inibição, simultânea ou não, das enzimas 5a-r e aro, respectivamente por ação da Finasterida e do Letrozol, a próstata de gerbilos jovens, adultos e velhos mostrou-se com o compartimento epitelial e o estromal alterados e reorganizados na tentativa de adaptar-se à nova condição hormonal induzida. Imediatamente após o término de administração das drogas, na fase inicial do período de pós-tratamentos, as concentrações de testosterona e estrógenos modificaram-se, as células epiteliais tiveram o padrão de atividade secretora alterada e, no estroma, a matriz extracelular ficou totalmente remodelada, além das células musculares lisas e dos fibroblastos fenotipicamente alterados. Na fase final do período de pós-tratamento, ficou evidente a tentativa da próstata em se normalizar morfologica e fisiologicamente, porém, em nenhuma das idades isso aconteceu de modo efetivo. O bloqueio da metabolização de hormônios esteróides na próstata pode ser uma ferramenta importante para o estudo da interação epitélio-estroma tanto na fisiologia normal, quanto nas doenças da próstata. Sugere-se portanto, que o desbalanço entre as concentrações de andrógenos e estrógenos provocados pela Finasterida e de Letrozol, juntos ou separados, alterou significativamente a interação epitélio-estroma. Todos os resultados obtidos parecem ser indicativos de importantes sinais do novo cenário hormonal intraprostático. A recuperação do equilíbrio entre as concentrações hormonais da próstata fica comprometida após o bloqueio enzimático, dando, portanto, às enzimas em estudo, status de crucial importância para o desenvolvimento e manutenção da próstata. O estabelecimento de modelos experimentais para o estudo das relações entre epitélio e estroma e o conhecimento dos componentes celulares e macromoleculares da próstata tornam-se instrumentos muito importantes para o entendimento do desenvolvimento, da estrutura e da fisiologia desta glândula

Abstract: Androgens have substantial role in the biology of the prostate, but estrogens also can affect the growth and differentiation of this gland. In specific tissues of the body, the ratio between androgens and estrogens can differ significantly from that found into plasma. The intracellular concentrations of these steroids in target tissues are mediated by a local hormone metabolism, by specifcs steroid-metabolizing enzymes, as the 5a-redutase (5a -r) and the aromatase (aro). In the prostate, the androgenic action is accented due to the conversion of testosterone in dihydrotestosterone by the activity of the 5a -r, while aro enzyme is an alternative pathway for the aromatization of testosterone into estrogens. These locally syntheses of steroids hormones assume thus, a great importance to the prostate cancer, where abnormal hormone levels can promote development and proliferation of malignancy to this gland. The activated functions of androgens and estrogens may be better understood focusing the maintenance of homeostatic prostatic epithelial-stromal interactions. Studies conducted with inhibitors of these specific enzymes have been carried out in an effort to clarify the real role of steroid-metabolizing enzymes in the maintenance of prostatic physiology, as well as into malignant progression prostatic cancer. After 30 consecutive days of inhibition, simultaneous or not, of the enzymes 5a -r and aro, respectively by Finasterida and Letrozol, the prostate of young, adult and old gerbils revealed that epithelial and estromal compartments were totally modified and reorganized in the attempt to adapt it to the new induced hormonal condition. Immediately after the end of drugs administration, in the early phase of the post-treatments period, the concentrations of testosterone and estrogens had been altered, the epithelial cells had their secretore activity pattern modified and, in the stromal compartment, the extracellular matrix was totally remodeled. The smooth muscle cells and fibroblasts became fenotipically modified. In the late phase of the post-treatments period, it was evident the attempt of the prostate gland in became morphologically and physiologically as a normal gland, however, this was not achieved in any analyzed gerbil. These steroids hormone metabolization blockade seems to be a good tool for the study of the epithelium-stroma interaction both in normal and abnormal prostate gland. Based on this data, it is suggested that the unbalance between androgens and estrogens intraprostatic concentrations provoked by Finasteride and Letrozol, together or not, interfered into the prostatic compartments interactions significantly. The results seem to be indicative of important signals of the new locally hormonal scene within the prostate gland. The recovery of balance hormonal concentrations of the prostate is damaged after the enzymatic blockade what gives, therefore, to this to 5a -r and aro enzymes, a status of crucial key for the normal and abnormal prostate gland. The establishment of experimental models for this kind of study and the knowledge of the cellular and macromolecular components of the prostate are also fundamental for the agreement of development, structure and physiology of prostate
Subject: Testosterona 5-alfa-redutase
Prostata
Aromatase
Reprodução - Biologia
Hormonios esteroidianos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CORRADI, Lara Silvia. Inibição da atividade das enzimas 5-alfa redutase e aromatase na prostata do gerbilo da Mongolia. 2008. 156p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/317916>. Acesso em: 10 ago. 2018.
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Corradi_LaraSilvia_D.pdf5.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.