Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317903
Type: TESE
Title: Estudo morfologico e histoquimico das glandulas sexuais acessorias de chrysomya putoria durante a ovogenese (wiedemann) (diptera : calliphoridae)
Author: Tirone, Guido
Advisor: Avancini, Rita Maria Pereira, 1956-
Abstract: Resumo: Chrysomya putoria é uma mosca varejeira normalmente associada a locais com precárias condições de higiene. Na natureza ela cria-se em carcaças e no esterco que acumula-se sob as gaiolas de galinhas poedeiras. Esta mosca está no Brasil a cerca de duas décadas mas na Áftica, seu local de origem, ela é descrita como díptero causador facultativo de miíase. As glândulas sexuais acessórias de temeas tem um importante papel em diferentes etapas da fertilização do ovo e sua ausência experimental diminui a taxa de fertilização quase a zero. Neste estudo o desenvolvimento das glândulas sexuais acessórias de remeas de C. putoria foi avaliado medindo seu tamanho, contando o número de células e examinando suas alterações histológicas durante o primeiro ciclo gonotrófico. Em remeas sob dieta proteica as glândulas aumentaram suas dimensões de 1,8 a 3,5 vezes, de acordo com a porção medida, até o fim da ovogênese. Após a oviposição não houve redução significante de tamanho das glândulas. Fêmeas sob dieta aproteica não desenvolveram ovos nem aumentaram o tamanho de suas glândulas. O número médio de células em cada glândula é 561,2 :i: 77,54 e não se altera durante a ovogênese. Duas regiões podem ser observadas nas glândulas acessórias, uma secretora e uma ductal, esta última muito estreita e muito próxima à vagina. Células grandes com citoplasma basófilo, núcleo grande e basal, e uma vesícula na região apical constituem a região secretora. O conteúdo desta vesícula é liberado ao lúmen da glândula através de um aparelho terminal. O lúmen é revestido com um material semelhante a cutícula e entre esta camada e as células grandes estão células descritas como quitinogênicas. A região ductal, também internamente revestida com material semelhante a cutícula, apresenta células muito menores doque aquelas da região secretora, cilíndricas e dispostas em uma monocamada. o citoplasma das células secretoras cora-se fortemente pelo método de "fast green" e ftacamente pelo método de PAS. A coloração com azul de toluidina pH 4.0 precedida por RNAse mostrou que o citoplasma é rico em RNA. O conteúdo da vesícula mostrou uma forte reação ao método de P AS apenas no estágio VI. O conteúdo do lúmen das glândulas tem uma aparência granulada e resultou positivo para a coloração com "fast green". As células grandes tem três ou quatro nucléolos identificados através do método de impregnação por prata. Os dados, para os quais encontrou-se dados relacionados, foram discutidos comparativamente. Para alguns dos resultados, entretanto, como mÚffiero de células e nucléolos, nenhum dado disponível foi encontrado na literatura sobre Dípteros

Abstract: Chrysomya putoria is a blowfly usually assoeiated to filthy ptaces. In nature it breeds on carcasses and on manuce sueh as in that aeeumulated under the eages of egg-Iayer hens. This tly has been in Brazil for only about two deeades but in Aftiea, its plaee of origin, it is described as faeultative myiases-producing diptera. Sexual accessory glands of female tlies have a very important role in different steps of egg fertilization and its experimental absenee deereases the fertilization rate to almost zero. In this study the development of the sexual aecessory glands of C. putoria females was assessed by measuring their size, eounting their eell number and examining their histologieal ehanges throughout the first gonotrophie cycle. In females under proteie diet the glands increased their dimensions by 1,8 to 3,5 times, aeeording to the portion measured, up to the end of oogenesis. Afier oviposition there was no signifieant size reduetion ofthe glands. Females under non-proteie diet neither develop eggs nor inereased the size of their glands. The average number of eells in eaeh gland is 561,2 :f: 77,54 and does not ehange along the oogenesis. Two regions can be observed in the aeeessory glands, a secretory and a ductal, this latter narrower and elo ser to the vagina. Large eells with basophil cytoplasm, a large basal nucleus, and a vesiele in the apieal region eonstitute the seeretory region. The eontent of this vesiele is released to the lumen of the gIand through an end apparatus. The lumen is lined with a eutielelike material and between this tayer and the large eells there are small eells deseribed as ehitinogenie. The ductal region, also intemally lined with the eutiele-like material, presents eells much smaller than those of secretory region, eylindrie in shape and arranged in a monolayer. The cytoplasm of the large secretory eells stains strongly by the fast green method and weakly by PAS. Treatment with toluidine blue pH 4.0 preeeded by RNAse showed the cytoplasm richness in RNA. The vesicle content showed a strong reaction to P AS method only in stage VI. Lumen content of the glands has a granulated appearance and resulted positive for fast-green treatment. The large ceUs have three or four nucleoli identified through silver impregnation method. The data for which correlated data could be found were discussed comparatively. For some of the results, however, like number of ceUs and nucleoli, no available data was found in the Diptera literature
Subject: Diptero
Reprodução
Inseto
Glândulas
Chrysomya putoria
Musase
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1995
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tirone_Guido_M.pdf6.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.