Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317774
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Distribuição dos receptores de acetilcolina e eliminação sinaptica durante o desenvolvimento da junção neuromuscular do camundongo MDX
Author: Minatel, Elaine, 1976-
Advisor: Marques, Maria Julia, 1961-
Abstract: Resumo: As junções neuromusculares (JNM) dos vertebrados, inicialmente polinervadas, tomam-se monoinervadas em um processo denominado eliminação sináptica. Os mecanismos envolvidos neste processo ainda são pouco conhecidos, sendo uma das possibilidades a de que mudanças no nível das moléculas da membrana pós-sináptica poderiam levar a remoção dos terminais nervosos em excesso. Neste sentido, a JNM distrófica se toma um modelo interessante para o estudo dos mecanismos envolvidos na eliminação sináptica, uma vez que as fibras distróficas não expressam distrofina e apresentam redução de moléculas do complexo distrofina-glicoproteina, complexo este que faz parte do citoesqueleto pós-sináptico e que possivelmente está envolvido na estabilização dos receptores de acetilcolina (AChRs). Desta forma, no presente trabalho verificamos se a eliminação sináptica e a distribuição dos receptores de acetilcolina, observados durante o desenvolvimento pós-natal, estão alterados na fibra deficiente de distrofina. Os AChRs e os terminais nervosos do músculo estemomastóide de camundongos mdx e controle (C57BL/1O) foram marcados, respectivamente, com rodamina-a.-bungarotoxina e anticorpo anti-neurofilamento. Através da microscopia confocal, observamos que 7 dias após o nascimento a maioria das JNMs do camundongo mdx se encontravam monoinervadas (86,7% - n=200), enquanto a mesma observação foi feita em 41,4% no controle (n=200). Consistente com este fato, no mesmo período, a presença de placas perfuradas é mais fTequente no mdx (18,6%) do que no controle (7,3%). No final da segunda semana pósnatal, todas as JNMs se encontravam monoinervadas (100% mdx e 94,7% controle, n=200 para cada grupo) e os AChRs apresentavam o padrão de distribuição adulto. No camundongo mdx, a presença de AChRs distribuídos em pequenas ilhas foi observada no período de 21 dias pós-natal em 13,3% das JNM, indicando a presença de fibras musculares regeneradas. Nossos resultados demonstram que a eliminação sináptica ocorre mais cedo nas fibras musculares distróficas quando comparada ao de um animal controle, sugerindo assim que a estabilização da fibra muscular pela distrofina ou pelo complexo distrofinaglicoproteínas normal é necessário para o curso da eliminação sináptica em tempo normal

Abstract: The vertebrate neuromuscular junction goes trom multiple to monoinervated during early postnatal life in a process calIed synapse elimination. The mechanisms underlying this process are unknown but one possibility would be that changes at in the molecular level in the postsynaptic cell lead to the removal of the overlying nerve terminal. The mdx mice show a deficiency of dystrophin and associated proteins, which are part of the postsynaptic cytoskeleton and possibly involved in acetylcholine receptors (AChRs) stabilization. In the study, we used rhodamine-a-bungarotoxin and anti-neurofilament-IgG-FITC to stain AChRs and nerve terminals of the sternomastoid muscle, during early postnatal development of mdx and control C57BL/lO mice. Using fluorescence confocal microscopy, we observed that 7 days after birth, 86,7% of the mdx endplates were monoinervated (n=200) while the same observation was made in 41,4% of the controls (n=200). Consistent with this is the fact that, at this time, perforated plaques were seen more trequent1y in mdx (18,6%) than controls (7,3%). By the end of the second postnatal week, all the endplates were monoinervated (100% mdx and 94,7% controls, n=200 for each group) and AchRs had attained the branched-pattern distribution of adults. In mdx mice, breaking down of receptors into islands, as observed in adult mdx, were seen 21 days after birth in 13,3% of the junctions, indicating the presence of regenerated muscle fibers. These results show that synapse elimination takes place earlier in dystrophin-deficient muscle fibers of the mdx mice, suggesting that stabilization of muscle fiber by dystrophin or a nonnal cytoskeleton complex is required for the nonnal time course of synapse elimination
Subject: Acetilcolina
Junção neuromuscular
Camundongo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MINATEL, Elaine. Distribuição dos receptores de acetilcolina e eliminação sinaptica durante o desenvolvimento da junção neuromuscular do camundongo MDX. 2002. 75p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/317774>. Acesso em: 1 ago. 2018.
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Minatel_Elaine_D.pdf2.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.