Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317717
Type: TESE
Title: Caracterização do eliciador do fungo Mucor ramosissimus e estudo da supressão de sua atividade indutora em soja por fragmentos de polissacarideos pecticos
Author: Simões, Kelly
Advisor: Braga, Marcia Regina
Abstract: Resumo: Mucor ramosissimus Samutsevitsch, um fungo sapróbio isolado do filoplano de rubiáceas nativas tropicais, contém em seus esporos um potente eliciador capaz de induzir a síntese de fitoalexinas em espécies de rubiáceas e em cotilédones de soja. Estudos prévios indicaram que a atividade eliciadora dessa molécula pode ser inibida por ação de fragmentos pécticos (oligogalacturonídeos) derivados de parede celular de plantas. Este trabalho teve por objetivos purificar e caracterizar parcialmente este eliciador, e analisar a possível supressão de sua atividade indutora da síntese de fitoalexinas em cotilédones de soja por ação de oligogalacturonídeos. Parâmetros de crescimento, esporulação e atividade indutora determinadas para o fungo crescido em meio de cultura mínimo demonstraram que o 9° dia de cultivo é o melhor para obtenção de moléculas eliciadoras ativas na indução de gliceolinas. A purificação do eliciador por precipitação etanólica, cromatografias de troca iônica e de afinidade resultou em aumento de sua atividade específica e indicou a presença de ligações do tipo ? em sua estrutura química. O tratamento do eliciador de M. ramosissimus com periodato de sódio aboliu sua capacidade indutora de fitoalexinas em soja, indicando que esta atividade é determinada pela porção glicídica de sua molécula. Análises da composição de açúcares realizadas por HPLC e por GC/MS revelaram a presença de ácido glucurônico e manose em maiores proporções, seguidos de glucose, galactose e traços de fucose. Análises de ligação glicosídica revelaram a ausência de unidades de glucose 3 e 3,6 ligadas, indicando que este eliciador difere estruturalmente do ?-glucano isolado de micélios do fungo Phytophthora sojae. Ensaios de competição, nos quais o eliciador de M. ramosissimus foi co-aplicado com oligogalacturonídeos, revelaram que estes fragmentos parecem inibir diferencialmente as rotas biossintéticas dos metabólitos induzidos em soja pelo eliciador do fungo sapróbio M. ramosissimus quando comparado ao ?-glucano obtido do patógeno P. sojae. Os dados obtidos indicam que as plantas possuem a capacidade de responder a presença de fungos através do reconhecimento de moléculas eliciadoras com estruturas e atividades distintas e que são derivadas tanto de fungos patogênicos como de sapróbios. A atividade dessas moléculas eliciadoras pode ser alterada pela presença de oligogalacturonídeos

Abstract: Mucor ramosissimus Samutsevitsch is a saprophytic fungus isolated from the leaf surface of tropical Rubiaceae and that contains in its spores a potent elicitor of phytoalexin production in Rubiaceae species and soybean cotyledons. Previous results indicated that the eliciting activity of this elicitor could be suppressed by pectic fragments from plant cell walls (oligogalacturonides). The aims of this work were to purify and partially characterize the elicitor derived from spores of M. ramosissimus and analyze the suppression of its activity by oligogalacturonides. The 9th day of culture was the best to obtain the elicitor from autoclaved spores, considering growth parameters, sporulation, and inducing activity. The elicitor purification performed by ethanol precipitation and anion exchange and affinity chromatography, resulted in considerable increase in its specific activity, and indicated the presence of ?-linked sugar residues. The eliciting activity was abolished after treatment with sodium periodate, indicating that the sugar moiety is important for its activity. Sugar composition, analyzed by HPLC and GC/MS, revealed the predominance of glucuronic acid and mannose, followed by glucose, galactose and traces of fucose. Glycosyl-linkage analyses of the elicitor revealed the absence of 3 e 3,6-linked glucosyl residues indicating that the M. ramosissimus elicitor presents distinct structure and composition when compared to the ?-heptaglucoside obtained from Phytophthora sojae. The application of M. ramosissimus elicitor together with oligogalacturonides on soybean cotyledons resulted in inhibition of the biosynthetic pathways leading to the synthesis of secondary metabolites, this inhibition being different from that observed when the ?-glucan from P. sojae was used. Our results indicate that plants are able to respond to the presence of fungi by recognizing eliciting molecules with distinct structure and activity derived from pathogenic as well as from saprophytic species. The activity of these eliciting molecules can be altered by the presence of cell wall fragments derived of plant cell walls
Subject: Fitoalexinas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Simoes_Kelly_M.pdf721.16 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.