Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317690
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Caracterização bioquimica e funcional do antigeno reconhecido pelo anticorpo monoclonal TRA 54 no epididimo
Title Alternative: Biochemical and functional characterization of the antigen recognized by the monoclonal antibody TRA 54 in the epididymis
Author: Arroteia, Kelen Fabiola
Advisor: Pereira, Luis Antonio Violin Dias, 1968-
Abstract: Resumo: O processo de fecundação em mamíferos depende de uma seqüência de eventos que culminam na ativação do oócito pelo espermatozóide. A diferenciação completa das células germinativas testiculares em células com capacidade fecundativa envolve testículos, epidídimos, ductos deferentes e trato reprodutor feminino. No epidídimo, a superfície dos espermatozóides pode sofrer diversas modificações, em um processo conhecido como maturação epididimária. Diversas proteínas sintetizadas e secretadas pelas células epiteliais do epidídimo serão posteriormente localizadas na superfície ou mesmo no interior da vesícula acrossômica do espermatozóide. A aquisição da capacidade de fertilização pelo spermatozóide tem sido correlacionada à esta nova organização das moléculas de membrana proporcionada durante o trânsito epididimário. A obtenção de anticorpos monoclonais que reconhecem os antígenos expressos pelas células germinativas testiculares durante seus processos contíguos de diferenciação, ou pelas células dos ductos pelos quais os espermatozóides transitam durante o processo de maturação tem constituído uma importante estratégia para permitir a geração de um mapa das moléculas que atuam na preparação do espermatozóide para a fecundação. O anticorpo monoclonal (Amc) TRA (testicular germ cells immunized to rat - monoclonal antibody) 54 reconhece um antígeno localizado em espermátides dos túbulos seminíferos de camundongos C57 BL/6 com idade superior a 24 dias pós-parto e também um antígeno expresso nas células epiteliais da cabeça do epidídimo e em espermatozóides da luz deste órgão. A molécula secretada percorre a luz do epidídimo no sentido ântero-posterior e, neste percurso, é incorporada pelos espermatozóides em trânsito. Com o intuito de contribuir para a compreensão dos complexos mecanismos que preparam o espermatozóide para a fecundação, o presente trabalho buscou identificar e reconhecer a estrutura protéica e a função biológica do antígeno reconhecido pelo Amc TRA 54 nas células epiteliais do epidídimo. No futuro, os resultados obtidos poderão contribuir com a geração de novas ferramentas clínicas para a solução de problemas relacionados à biologia da reprodução

Abstract: In mammals, fertilization depends on a sequence of events that culminates in the activation of the oocyte by the spermatozoa. The complete differentiation of the testicular germ cells in cells with fertilization ability involves the testis, epididymis, vas deferens and female reproductive organs. In the epididymis, the membrane surface of the spermatozoa may be modified, through a process known as epididymal maturation. Several proteins synthesized and secreted by the epididymal epithelial cells can be further located on the spermatozoa membrane surface or even though inside its acrosomal vesicle. The acquisition of the fertilization ability by the spermatozoa has been related with a new molecular organization of the membrane provided during the epididymal transit. The production of monoclonal antibodies (mAb) that recognizes antigens exclusively expressed by testicular germ cells or by the cells of the ducts through the spermatozoa passes during its maturation has been considered an important approach to permit the elaboration of the molecular map involved in the spermatozoa preparation. The mAb TRA (testicular germ cells immunized to rat - monoclonal antibody) 54 recognizes an antigen located in spermatids of seminiferous tubules of C57 BL/6 mice more than 24 days old and also in a specific population of epithelial cells in epididymal caput and in the luminal spermatozoa. The synthesis and release of the epididymal antigen occur in an androgen-dependent manner and independent of the testicular expression. Released antigen moves down the epididymis and is further incorporated by luminal spermatozoa. This work was performed in order to comprehend the complex mechanisms that prepare spermatozoa for the fertilization process. The molecular structure of the epididymal protein and its biological functions were investigated and solved. In a near future, the obtained results can contribute with new clinical tools for solving problems in reproductive biology
Subject: Epidídimo
Espermatozóides
Fecundação
Reprodução
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ARROTEIA, Kelen Fabiola. Caracterização bioquimica e funcional do antigeno reconhecido pelo anticorpo monoclonal TRA 54 no epididimo. 2006. 243 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/317690>. Acesso em: 10 ago. 2018.
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Arroteia_KelenFabiola_D.pdf14.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.