Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317659
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Efeito da idade e do ambiente de criação na biomecanica e bioquímica de tendões de frangos
Title Alternative: Effect of age caged and penned environments on the biomechanics and biochemistry of chicken tendons
Author: Nakagaki,Wilson Romero
Advisor: Gomes, Laurecir, 1954-
Abstract: Resumo: Os tendões transmitem forças de tração entre músculo e osso. Os .efeitos dos estímulos mecânicos dependem da localização anatômica e níveis de atividade no tendão e da contração muscular. Além disto, em um mesmo tendão é possível observar a presença de regiões sob tensão e compressão. Diversos estudos têm relacionado alterações bioquímicas na matriz extracelular de tendões em função do exercício fisico e da idade, porém há poucos trabalhos com tendões de fTangos submetidos ou não ao exercício ativo não forçado. Neste trabalho foram analisados aspectos bioquímicos e biomecânicos do tendão calcâneo e do tendão flexor digital superficial de frangos com 1, 5 e 8 meses de idade, criados em gaiolas e em ambiente amplo. Os resultados de biomecânica mostraram que no tendão calcâneo o exercício aumentou a resistência à força de tração a partir do quinto mês, maior absorção de energia no oitavo mês, maior tensão no primeiro mês e maior rigidez no quinto mês. O exercício e a idade estimularam o aumento no conteúdo de colágeno no quinto mês. O exercício aumentou o conteúdo de glicosaminoglicanos no primeiro e oitavo mês e com o avanço da idade aumentou no oitavo mês na região de compressão e diminuiu progressivamente na região de tensão. Para o tendão flexor digital superficial, sinal de mineralização foi observado no quinto mês. Com a maturação, no grupo criado em ambiente amplo, a força (até o quinto mês) e a absorção de energia aumentaram, mas não houve alteração da rigidez, da tensão e da deformação. O exercício demonstrou que resistência à força, tensão e rigidez foram maiores no quinto mês. O conteúdo de colágeno aumentou com a idade do grupo amplo e aumentou com o exercício no quinto e oitavo meses. O conteúdo de glicosaminoglicanos diminuiu na região de tensão no oitavo mês no grupo amplo enquanto na região de compressão se manteve constante a partir do quinto mês. Com o exercício a quantidade de glicosaminoglicanos .. é substancialmente maior em SDFT jovens do que em maturos. Nossos resultados mostraram que o aumento da resistência do tendão, a maior capacidade em absorver energia e o maior conteúdo de colágeno são dependentes do próprio crescimento e maturação, mas também são influenciados pelo exercício ativo não forçado, indicando que a matriz extracelular é capaz de detectar alterações fisicas, como andar e correr, e de transmitir esta informação para as células

Abstract: The tendons transmit tensile strength between muscle and bone. The effects of the mechanical stimuli depend on the anatomicallocation and activity levels in the tendon and of the muscular contraction. Also, in a same tendon it is possible to observe the presence of regions under tension and compression. Several studies have related biochemical differences in the extracellular matrix of tendons in function of physical exercise and age, however there are few works with tendons of chickens submitted or not to the nonforced active exercise. In this work the biochemical and biomechanical aspects of the calcaneus tendon and the superficial digital flexor tendon fTom1, 5 and 8 months old chickens, caged and penned raised were analyzed.. For the calcaneus tendon the exercise increased the resistance to the load starting fTom the fifth month, larger absorption energy in the eighth month, larger stress in the first month and larger stiffness in the fifth month. The exercise and the age stimulated the increase in the collagen content in the fifth month. The exercise increased the glycosaminoglycans content in the first and eighth months and with the age it increased in the eighth month in the compression region and it decreased progressively in the tension region. For the superficial digital flexor tendon, mineralization was observed in the fifth month. With the maturation, in the penned group, the load (until the fifth month) and the absorption of energy increased, but there was not change in the stiffness, stress and strain. The exercise demonstrated that load, stress and stiffness were greater in the fifth month. The collagen content increased with the age on the penned group and with the exercise in the fifth and eighth months. The glycosaminoglycans content decreased in the tension region in the eighth month in the penned group while in the compression region it remained constant starting from the fifth month. With the exercise the glycosaminoglycans expression is substantially larger in young SDFT than in mature ones. Our results demonstrated .. that the raise in the tendon resistance, the larger capacity in energy absorption and the largest collagen content depend on the own growth and maturation, and they' re also influenced by the nonforced active exercise, indicating that the extracellular matrix is able to detect physical alterations, like walk and run, and transmit this information to the cells
Subject: Tendões
Idade
Frangos - Exercícios
Biomecânica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nakagaki_WilsonRomero_M.pdf13.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.