Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317570
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Expressão do Reck, um inibidor de metaloproteinases de matriz, no desenvolvimento pos-natal e na regressão prostatica pos-castração
Title Alternative: Expression of Reck, an inhibitor of matrix metalloproteinases, in the prostatic postnatal development and involution after castration
Author: Peters, Helene
Advisor: Carvalho, Hernandes Faustino de, 1965-
Abstract: Resumo: A próstata tem merecido crescente atenção devido à maior incidência de câncer prostático e outras afecções do órgão, que resultam do aumento na longevidade dos indivíduos do sexo masculino em todo o mundo. Além disto, o desenvolvimento e crescimento prostático normal apresenta regulação androgênica e está sujeito a uma série de disruptores endócrinos que afetam o seu crescimento e função, assim como predispõem ao desenvolvimento tumoral. Nosso interesse reside principalmente na remodelação prostática seguida à castração e nas interações epitélio estroma que ocorrem neste órgão. Neste trabalho, investigamos a expressão do inibidor de metaloproteinases (MMPs) RECK, em nível de RNAm, procurando correlacioná-Io com o desenvolvimento pós-natal e com a regressão prostática seguida à castração. Para isto, foram utilizadas técnicas de RT-PCR semiquantitativo, Real time RT-PCR e de hibridação in situ,pareados sempre que possível com a expressão do RNAm e com a atividade de algumas MMPs. Os resultados demonstram que o gene RECK é expresso na próstata ventral de ratos, que existe uma significativa redução na sua expressão ao longo do desenvolvimento pós-natal, que há mecanismos diferenciados controlando a expressão dos pares RECKlMMP-2 e MMP-7/MMP-14. Foi observado também um crescente aCÚInulo da forma ativa da MMP-9, conforme o animal se aproxima da idade adulta. Utilizando RT-PCR semiquantitativo, pudemos determinar que o conteúdo relativo do RNAm para o RECK após a castração não muda, embora haja uma inversão no balanço entre a expressão epitelial (células epiteliais) e estromal (células musculares lisas e fibroblastos), nesta situação. No conjunto, os resultados sugerem que o RECK é expresso por diferentes tipos celulares da próstata ventral de ratos, com mecanismos de regulação complexos provavelmente oriundos da existência de diferentes compartimentos no órgão, ao contrário do que se observa para células isoladas

Abstract: The prostate has deserved increasingly attention due to the growing incidence of prostatic cancer and other prostatic diseases, which can be related to the longevity increase of men around the world. Besides, the normal prostatic development is under androgen regulation and as so is subject to a series of endocrine disruptors which affect its growth and function and predisposes to prostate cancer. Our interest resides on the prostatic remodelling following castration and on the epithelial-stromal relationships known to occur in the organ. In this work, we have investigated the expression of the matrix metalloproteinase inhibitor RECK, at the rnRNA leveI, trying to correlate its expression with the post natal prostatic development and regression after castration, using semiquantitative RT-PCR, Real time RT-PCR and in situ hybridization, paralleled with the determination of some MMPs expression and activity. Tbe results demonstrate that RECK is expressed in the rat ventral prostate, that there is a significative reduction in its expression during the post natal development, which is paralleled by the expression of some MMPs and that the mechanisms controling the pairs RECKJMMP-2 and MMP-7/MMP-14 are different. It was also observed an increased proportion of the active form of MMP-9, as the animal approaches adulthood. Using semiquantitative RT-PCR, we could determine that the relative content ofRECK rnRNA remains unchanged by castration, spite detecting an inversion in the balance between the epithelial (epithelial cells) and stromal (smooth muscle cells and fibroblasts) in this situation. Taken together, the results indicate that RECK is expressed by different cell types of the rat ventral prostate, with regulatory mechanisms appearing more complex, likely resulting ftom the existence of different compartments in the organ opposing what was seen for isolated cells
Subject: Prostata
Reck
Metaloproteases
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Peters_Helene_M.pdf3.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.