Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317460
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O efeito da ivermectina na duração das fases de decomposição, sobre os insetos necrófagos e interpretação termográfica da distribuição espacial da massa larval de dípteros em carcaças de cabras (Capra aegragrus hircus L.,1758)
Title Alternative: The effect of ivermectin on the duration of decomposition's phases, on scavengers insects and thermographic interpretation of diptera's maggots masses colonizing carcasses of goats (Capra aegagrus hircus L., 1758)
Author: Brancoli, Daniel Luz, 1986-
Advisor: Linhares, Arício Xavier, 1950-
Abstract: Resumo: A estimativa do intervalo pós-morte (IPM), período entre a ocorrência da morte e o momento em que o corpo ou carcaça é encontrado, é uma das principais utilizações de insetos na área forense. A partir de informações sobre a biologia, ecologia e distribuição geográfica dos insetos, bem como do comportamento de toda fauna presente em um corpo é possível estimar o menor intervalo da ocorrência da morte. Diversos fatores tais como temperatura, umidade, presença de substâncias tóxicas nos tecidos de uma carcaça, podem interferir no ciclo de vida de um inseto, afetando diretamente a estimativa do IPM quando esta é baseada em parâmetros biológicos do inseto. Por isso, múltiplos fatores devem ser considerados para que a perícia seja mais precisa. Com o aumento no número de mortes de animais de importância econômica devido à intoxicação medicamentosa, se faz necessárias pesquisas voltadas para a entomotoxicologia, uma área que carece de estudos específicos. Assim, o presente trabalho visou identificar a entomofauna associada a carcaças de cabras (Capra aegagrus hircus L.) mortas após tratamento com ivermectina, expostas em ambiente natural, além de averiguar possíveis diferenças na atratividade, no desenvolvimento dos imaturos que utilizaram esse substrato para alimentação e se a temperatura e o padrão de colonização da massa larval divergem entre as carcaças de animais mortos por intoxicação. Esse último parâmetro foi avaliado por meio de registros termográficos realizados em intervalos de 12 horas. Além da importância de fatores abióticos como luminosidade, temperatura, umidade e pluviosidade, pôde-se observar a ação da ivermectina nas carcaças tratadas, interferindo na composição da fauna colonizadora, no tempo total e em cada estágio da decomposição, assim como no padrão físico e comportamental das massas larvais em comparação ao grupo controle. Ainda foi demonstrado que a termografia pode ser utilizada como uma nova ferramenta em estudos periciais, auxiliando de forma significativa a avaliação dos parâmetros das massas larvais

Abstract: The estimation of the postmortem interval (PMI), period between the occurrence of death and the time at which the body or casing is found, is one of the main uses of insects in the forensic field. Using information on the biology, ecology and geographical distribution of insects, as well as the behavior of the entire fauna present in a body, is possible to estimate the time of death. Several factors such as temperature, humidity, presence of toxic substances in the tissues of a carcass, may interfere with the life cycle of an insect, directly affecting the estimate of PMI when it is based on biological parameters of the insect. Therefore, multiple factors should be considered so that the forensic analysis is more accurate. With the increase in the number of animal's deaths of economic importance due to drug intoxication, becomes necessary a research on entomotoxicology, an area with lack of specific studies. Thus, the present study aimed to identify the insect fauna associated with carcasses of goats (Capra aegagrus hircus L.) killed after treatment with ivermectin and exposed in the natural environment. Still, investigate possible differences in attractiveness, the immature development that used this substrate for feeding and if the temperature and the colonization pattern of larval mass differ between carcasses of animals killed after ivermectin inoculation. This last parameter was evaluated by thermographic shots performed at intervals of 12 hours. Besides the importance of abiotic factors such as luminosity, temperature, humidity and rainfall, the action of ivermectin on carcasses couse interferense in the composition of the colonizing fauna, the total time of colonization and the time of the decomposition stages, as well as the physical patterns and behavior of larval masses compared to the control group. Although it has been shown that thermography can be used as a new tool in forensic studies, helping to evaluate the parameters of larval mass
Subject: Entomologia forense
Toxicologia
Ciências forenses
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Brancoli_DanielLuz_M.pdf2.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.