Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317415
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Isolamento de genes envolvidos na patogenicidade de xanthomonas campestris pv. vesicatoria
Author: Marques, Lyriam Lobo Rosa
Advisor: Rosato, Yoko Bomura, 1947-
Abstract: Resumo: A linhagem 479/Nalr de Xanthomonas campestris pv. v8sicatorla (Xcv), causadora da mancha bacter-iana em tomate e pimentão, foi tratada com nitroeoguanld1na (NTG) eluz ultravioleta (UV) . Foram isolados 4mutantes não patoaênicos. 3 de NTG. Designados 7/21. 7/24. 6/31 e 1 de UV, designado 16/14, identificados através de várias etapas de seleção em diferentes tipos de testes de patogen1cldade Reses mutantes mostraram-se prototr6ficos, apresentaram a mesma taxa de crescimento que alinhagem selvagem. Produziram enzimas extracelulares como amilase, lipase, protease, pectinase e celulase e foram capazes de induzir resposta de hipersensibl1idade em tabaco. Foi construído um banco genômico de Xcv 317 para complementação de mutação quanto à patogenicidade, utilizando-se um plaamfdio, pUFRO27 como vetar. Esse banco foi transferido. Para o mutante 7/24. por conjugação. Dentre os 382 transconjugantes testados quanto à patogenicidade em "seedlings" foram identificados 4 clones que apresentaram complementação positiva. Analisados quanto ao tamanho de inserto responsável pela complementação e foram encontrados fragmentos de, aproximadamente, 4. O Kb para dois dos clones, e de 5.0 Kb e 3.0 Kb para os demais.Paralelamente, o banco de Xcv 311 foi transferido para X.c. pv. manibotis 289/Nalr (Xcma). patógeno de mandioca que não causa qualquer tipo de sintoma em tomate. Tentativa de identificar algum gene na se envolvido na especificidade ao hospedeiro. A partir de 640 transconjugantes obtidos. Após várias etapas em hipocótilo, de seleção em testes foram identificados 5 clones que mostraram virulência contra tomate. Após testes em "seedlings". e alguns em sementes, foram clones de Xcma que identificados 3induz iram de manifestação de sintomas a partir introdução de DNA heter61ogo de Xcv 317. sugerindo a identificaçAo de algum gene envolvido na determinação da especificidade ao hospedeiro. Analisados quanto ao tamanho clones apresentaram de inserto esses fragmentos de 2..3 Kb . 6.0Kb e 2.3Kb, respectivamente

Abstract: XanthomonBB campestri.s pv. vesicatoria is the causal agent of leaf spot on pepper and tomato. Four non-pathogenic mutants were isolated from the pathogenic strain 479/Nalr after mutagenesis with NTG and UV. The mutants were screened through d1fferent pathogenicity tests. They were prototrophic_ showed the same growth rate of the wild type , produced amilase, protease, cellulase, pectinase and lipase and induced hypersensitive response on tobacco. A genomic library af x. c.pv. vesicatoria pathogenic strain 317 was used for complementation of non-pathogenic mutants . The plasmid pUFRO27 was used as a cloning vector. The genomic bank WBS introduced in a NTG-induced mutant by trlparental conjugation- Four clones that showed positive complementation were isolated, showing inserts of aproximately 3.0, 4.0, 4.0 and 5.0 Kb. The genomic library of Xcv 317 was also transferred to x. c. pv. Manlhotls strain 289/Nalr, anon pathogenic pathovar for tomato. in order to identify a gene involved on host specificlty. Five clones that showed virulence response on tomato were isolated after several tests in hypocatiles. Three clones considered more aggressive were chosen after tests on seedlings and seeds. These clones showed inserts of aproximately 2.3, 6.0 and 2.3 Kb. The results obtained suggest that these inserts can be 1nvolved on host specificity determination
Subject: Bacterioses
Fitopatologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1992
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Marques_LyriamLoboRosa_M.pdf2.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.