Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317400
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo do efeito da inflamação em pata de rato induzida por carragenina sobre o tendão flexor digital profundo
Title Alternative: Effect of inflammation in rat paw induced by carrageenan on the deep digital flexor tendon
Author: Vieira, Cristiano Pedrozo, 1986-
Advisor: Pimentel, Edson Rosa, 1949-
Abstract: Resumo: Os tendões podem ser acometidos por lesões, infecções e inflamações, seguidas ou não de ruptura, podendo ser decorrentes de atividades desportivas, como exercícios e alongamentos, ou de atividades diárias de muitos trabalhadores. Em situações patológicas a matriz extracelular (MEC) do tendão passa por um processo de reorganização de seus componentes, visando à regeneração e homeostasia do tecido. A inflamação pode ser desencadeada por diferentes fatores, entre os principais causadores desse processo estão injúrias mecânicas e químicas, agentes infecciosos, queimadura, radiação e supressão de oxigênio. Pouco é conhecido na literatura sobre as possíveis alterações que a inflamação instalada em tecidos próximos pode ocasionar em tendões. Desse modo, o presente estudo teve por objetivo analisar as alterações bioquímicas e morfológicas do tendão flexor digital profundo (TFDP) após indução da inflamação aguda em pata. Os períodos de análises foram 4 horas, período em que ocorre o pico da inflamação, 12 e 24 horas. Ratos Wistar (140-160g) foram separados em três grupos experimentais: os que receberam aplicação da carragenina (1%), os que receberam NaCl (0,9%), e os que não receberam nada, sendo utilizados como controle. O TFDP foi dividido conforme suas diferentes regiões (distal, intermediária, proximal). Para análises bioquímicas, os tendões foram processados e analisados de acordo com as seguintes técnicas: SDS-PAGE, para observação do perfil de proteínas, eletroforese em gel de agarose para análise de glicosaminoglicanos sulfatados; zimografia para detecção de metaloproteínase (MMP) 2 e 9; e dosagem de proteínas não colagênicas e hidroxiprolina. Para análises morfológicas, os cortes foram corados com hematoxilina-eosina, azul de toluidina e ponceau SS. De acordo com nossos resultados, no pico da inflamação aguda foi observada menor quantidade de proteínas e glicosaminoglicanos nas três regiões do TFDP dos animais tratados com carragenina. A concentração de hidroxiprolina foi maior nas duas regiões de tensão do tendão do grupo inflamado. A presença da MMP-9 foi detectada na região distal e foi evidenciado o epitendão mais espesso com células inflamatórias nas três regiões do TFDP no grupo com carragenina. Uma melhor organização dos feixes de colágeno foi observada nas duas regiões de tensão desse mesmo grupo. Após o período de pico da inflamação foi evidenciado a presença da isoforma latente e ativa da MMP-9 em 12 horas após a indução da inflamação. Houve maior quantidade de hidroxiprolina na região intermediária e proximal no grupo de 12 horas e, na região distal no grupo de 24 horas no grupo tratado com carragenina. A concentração de proteínas foi menor na região distal do grupo tratado com carragenina em 12 horas e maior em 24 horas nessa mesma região e grupo. A presença de um epitendão mais espesso com infiltrado de células foi observado nas regiões do TFDP dos animais com carragenina em 24 horas e, a organização dos feixes de colágeno foi menor na região proximal em 12 e 24 horas foram mostradas nos animais que receberam o veículo e a carragenina. Nenhuma diferença foi encontrada durante 4, 12 e 24 horas nos géis de SDS-PAGE. Nossos resultados mostram que embora o tendão não esteja inflamado, durante o pico do processo inflamatório agudo na pata de rato, alterações marcantes são evidenciadas. Contudo, podem ser ressaltados que o período posterior ao pico da inflamação também desencadeia alterações nos elementos estruturais e bioquímicos da MEC do TFDP

Abstract: The tendons are often affected by injuries, infections and inflammations, followed or not by rupture, which may occur during sport activities such as exercise and stretching, or during other daily activities. In pathological situations the extracellular matrix of tendons undergoes a reorganization process of their components, aimed at the improvement, regeneration and tissue homeostasis. Inflammation can be triggered by different factors, among the main causes of this process are mechanical and chemical injuries, infectious agents, burns, radiation and suppression of oxygen. Little is known in the literature on possible changes that the inflammation may trigger in near tissues where it is installed. This study aims to examine biochemically and morphologically the deep digital flexor tendon (DDFT) after induction of acute inflammation in rat paw (140-160g). The analysis was performed in the peak of inflammation (4 hours) and after that period (12 and 24 hours). Rats Wistar were divided into three groups: those who received application of (1%) carrageenan, those receiving 0.9% NaCl, and those who received nothing and were used as control. The DDFT was analyzed according to their regions (distal, intermediate and proximal). The DDFT was analyzed according to its different regions (distal, intermediate, proximal). For biochemical analysis, the tendons were processed and analyzed in accordance with the following techniques: SDS-PAGE, to observe the profile of proteins, agarose gel electrophoresis to analysis of sulfated glycosaminoglycans; zymography for detection of metalloproteinases 2 and 9, and dosage of non collagenous proteins and hydroxyproline. For morphological analysis, sections were stained with hematoxylin-eosin, toluidine blue and Ponceau SS. At the peak of acute inflammation was observed lower amount of proteins and glycosaminoglycans in the three regions of animals tendons with carrageenan. The hydroxyproline concentration was higher in the two tension regions of tendon of inflamed group. The presence of MMP-9 was detected in the distal region and was shown a thicker epitendon with inflammatory cells in the three regions of the DDFT in the group with carrageenan. Better organization of collagen bundles were observed within two regions of tension in the mentioned group. After the peak of inflammation was evidenced the presence of the latent and active isoform of the MMP-9 in 12 hours after induction of inflammation. A higher amount of hydroxyproline was detected in the intermediate and proximal region in the 12 hours and in the distal region in 24 hours in group treated with carrageenan. The protein concentration was lower in the distal region of the inflamed group at 12 hours and higher in 24 hours on the same region in the group treated with carrageenan. The presence of a thicker epitendon with cell infiltration was observed in the animals with DDFT of carrageenan animals as well as, a smaller organization of collagen bundles in the proximal region in 12 and 24 hours were shown in rats treated with vehicle and carrageenan. No difference was found for 4, 12 and 24 hours in SDS-PAGE gels. Our results show that although the tendon is not inflamed, during the peak of acute inflammation in rat paw, the most marked changes are evident. However, it can be emphasized that the period after the inflammation also triggers changes in the structural and biochemical components of the extracellular matrix of the deep digital flexor tendon
Subject: Tendão flexor digital profundo
Matriz extracelular
Inflamação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: VIEIRA, Cristiano Pedrozo. Estudo do efeito da inflamação em pata de rato induzida por carragenina sobre o tendão flexor digital profundo. 2011. 92 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/317400>. Acesso em: 17 ago. 2018.
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vieira_CristianoPedrozo_M.pdf2.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.