Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/317244
Type: TESE
Title: Isolamento e analise genetica de mutantes de Aspergillus niger com aumento na produção de amiloglicosidase
Author: Calil, Maria Regina
Advisor: Bonatelli Junior, Renato, 1948-1993
Junior, Renato Bonatelli
Abstract: Resumo: Este trabalho teve por objetivo o isolamento e análise genética de mutantes com aumento na produção da enzima amiloglicosidase (AG) na linhagem pab1fwn1de Aspergillus niger. O agente mutagênico utilizado foi a luz ultravioleta, que se mostrou eficaz na indução destes tipos de mutantes, os quais puderam ser isolados após modificação na metodologia utilizada por VALENT (1985). Os quatro mutantes selecionados exibiram cerca de 30% de aumento na produção, sendo esta diferença significativa nos vários testes realizados. Testes usando inibidor específico para AG, revelaram que o aumento observado na produção, pode ser atribuído principalmente à amiloglicosidase. A denominação escolhida para os mutantes foi hap, a qual significa high amyloglucosidase production. Os mutantes hap isolados - hap112, hap147, hap169 e hap252 - foram cruzados com a linhagem nic1olv3, que apresenta produção normal e marcas compatíveis, para obtenção de diplóides. Os diplóides foram ensaiados quanto a produção da enzima, visando estabelecer o tipo de interação alélica dos genes hap. Os resultados mostraram que a marca de produção de AG presente em três mutantes parece ser recessiva hap112, hap 147 e hap169) e em um mutante parece ser semi-dominante (hap252). Visando o mapeamento dos genes hap, foram isolados segregantes destes diplóides e, após ensaios para verificar a produção de enzima e a caracterização das marcas auxotróficas, pode ser sugerido que os genes hap147 e hap169 estão no grupo de ligação 1; o gene hapC112 não pode ser mapeado e, no mutante hap252 foi observado que a característica de maior produção pode ser atribuída a duas mutações não alélicas e localizadas em dois grupos de ligação como se segue: hapA252 no grupo de ligação I e hapB252 no grupo de ligação lI

Abstract: The aim of this work was the isolation and genetical analysis of mutants with increased amyloglucosidase production using the pab1fwn1 strain of Aspergillus Niger. The mutagenic used was ultraviolet light that showed efficiency in the induction of this type of mutant, which could be isolated after some modifications in the methodology used by VALENT (1985). Four mutants were selected with an increase of about 30% in production, being this difference significant in several tests realized. Tests using AG specific inhibitor revealed that the observed increase in production can be atributed mainly to amyloglucosidase. The chosen denomination for the mutants was hap which stands for high amyloglucosidase production. The hap mutants isolated - hap112, hap147, hap169 and hap252 were crossed with nic1olv3 strain that shows normal production and compatible markers for diploids isolation. These diploids were assayed for enzyme production, aiming to establish the type of allelic interaction. The results showed that the AG production markers present in three mutants could be recessive (hap112, hap147 and _ap169) and in a other mutant could be semi-dorninant (hap252). In order to map the hap genes, segregants of these diploids were isolated and, after assays to examine enzyme production and auxotrofic markers it can be suggested that the genes hap147 and _ap169 are jn the linkage group 1; the gene hap C112 could not be mapped and the hap 252 characteristic can be atributed to two non aIlelic genes located jn two linkage groups as follows: hapA252 jn the linkage group I and hapR252 in the linkage group lI
Subject: Aspergilos1
Genetica microbiana
Microbiologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1988
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Calil_MariaRegina_M.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.